ColunistaFórmula 1Post

Mercedes faz dobradinha no TL3, sessão é liderada por Valtteri Bottas

Bottas foi acompanhado de Hamilton, os pilotos ficaram trocando a primeira posição. Vestappen encaixou o carro da Red Bull no 3º lugar

O sábado (20) começou com o TL3 da Fórmula 1, nesta sessão os times preparam os carros para a classificação, testando outras configurações e avaliando principalmente o desempenho dos pneus médios e macios. Com a diferença de desempenho dos compostos, os times estão tentando verificar se será possível fazer o Q2 com os pneus de faixa amarela.

A Mercedes liderou mais uma atividade, Valtteri Bottas e Lewis Hamilton se alternaram na ponta, mas foi o finlandês que anotou 1m22s310 e fechou a atividade na ponta. Hamilton ficou com o segundo lugar, separado por apenas 0s078. Na sequência apareceram os pilotos que estão usando os motores da Honda, Max Verstappen era o terceiro colocado com 1m22s651, acompanhado por Pierre Gasly e Sergio Pérez.

A Ferrari está mais uma vez entre os dez primeiros, Carlos Sainz ficou com a sexta posição, enquanto Charles Leclerc é o nono colocado. Fernando Alonso e Esteban Ocon seguem chamando a atenção, o espanhol foi o sétimo colocado, com o francês ocupando a oitava posição. Yuki Tsunoda completou o Top-10.

Novamente a dupla da McLaren está abaixo dos dez primeiros, mas nesta segunda sequência de voltas rápidas eles melhoraram os seus tempos, Daniel Ricciardo foi o décimo primeiro, com Lando Norris na décima terceira posição.

A Fórmula 1 retorna às 11 (de Brasília) para a realização da Classificação para o GP do Catar.

Saiba como foi o TL3 no Catar 

A sessão começou com a pista quente 38°C no traçado e 28°C no ambiente.

A direção de prova alterou os limites de pista, agora as curvas que estão sendo monitoradas são a 2, 7 e 16. Começamos o fim de semana com cinco curvas sendo minitoradas, depois eles resolveram monitorar todas as curvas, mas agora são apenas três que tem limites de pista. 

Dois minutos após a liberação do pit-lane o regime de bandeira vermelha foi instaurado. Nikita Mazepin deixou os boxes, mas antes de completar a saía do pit, a Haas pediu ao russo encostar o carro. Na sexta-feira o carro de Mazepin passou pela troca do chassi e célula de sobrevivência – o piloto tinha atacado uma zebra no TL1 e danificou o seu carro, o dano não seria reparado.

A bandeira vermelha não demorou muito tempo, portanto Mick Schumacher logo retornou para o traçado dando sequência nos seus trabalhos, ele abriu uma volta rápida, mas retornou aos boxes antes de passar pela linha de chegada.

Portanto Esteban Ocon abriu a tabela de tempos anotando 1m24s864, enquanto Lando Norris com os compostos macios tinha 1m25s689. Na sexta-feira conforme as voltas foram completadas os tempos melhoraram.

Com 20 minutos de sessão, a ação na pista estava ainda bem devagar. Lewis Hamilton era o líder da atividade, o piloto anotou 1m23s950, superando Bottas por 0s069, enquanto a dupla da Red Bull ainda estava em volta de aquecimento. Ocon melhorou o seu tempo, registrando 1m24s580.

Fernando Alonso teve a oportunidade superar o tempo de Hamilton, o piloto da Alpine tinha 1m23s904. No mesmo instante, Pierre Gasly que ainda não tinha tempo aferido, rodou na curva 2 quando ainda estava lento no circuito.

Bottas fez os dois setores roxos e ultrapassou Alonso mais uma vez, cravando 1m23s387, superando o espanhol da Alpine por 0s517. Instantes depois Hamilton registrou 1m23s152.

Com 30 minutos de sessão, Verstappen que estava com os pneus macios registrou 1m23s121, mas a asa traseira do seu carro seguia balançando, diferente das asas de outras equipes. Os dez primeiros pilotos eram: Verstappen, Hamilton, Sainz, Bottas, Gasly, Tsunoda, Leclerc, Pérez, Alonso e Ocon. Nesta fase da sessão vários pilotos estavam com os pneus macios instalados. Tanto a dupla da Red Bull quanto a da Mercedes e Ferrari foram direto para o circuito com os compostos mais macios do fim de semana.

Próximo dos últimos 20 minutos de atividade, o circuito estava mais vazio. Antes de Verstappen retornar para os boxes o holandês anotou 1m22s985. Na oitava volta dos pneus macios, Pierre Gasly anotou 1m22s721, mas o seu tempo foi deletado por ter extravasado os limites de pista na curva 16. Mazepin era o único sem tempo aferido, pois a equipe estava realizando uma mudança no motor.

A dupla da McLaren estava bem apagada na atividade, mesmo andando com os pneus macios, Ricciardo era o décimo sétimo, seguido por Norris, mas o inglês instalou mais uma vez outro jogo de pneus macios novos e fez mais uma saída dos boxes.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados