ColunistaFórmula 1Post

Max Verstappen encontra ótimo desempenho no TL1 e sobra na liderança

Verstappen comandou a ponta do TL1, mas Lando Norris ficou com a segunda posição, trabalhando com os pneus médios. Lewis Hamilton é o terceiro colocado

A sexta-feira (16) começou agitada, os pilotos trabalharam as voltas rápidas, além de estabelecer os ajustes para a classificação e as próximas duas sessões que serão disputadas neste fim de semana. Max Verstappen ficou com a liderança, anotando 1m27s035, estabelecendo 7 décimos de vantagem para o segundo colocado que foi Lando Norris. Lewis Hamilton fechou a atividade na terceira posição com 1m27s815.

Os pilotos testaram rapidamente todos os compostos disponíveis para este fim de semana, começando com os pneus médios e duros e depois avançando para os compostos macios. Alguns pilotos não testaram os compostos macios, mas se prepararam principalmente para a Sprint Qualifying e o GP que será disputado no domingo.

As posições estão bem misturadas, como é possível observar com Charles Leclerc em quarto lugar, acompanhado por Valtteri Bottas e Carlos Sainz. Sebastian Vettel figurou por toda a sessão entre os dez primeiros, ficando com o sétimo lugar, o piloto da Aston Martin superou Sergio Pérez que esteve nas primeiras posições por muito tempo. Daniel Ricciardo fecha a atividade no nono lugar, com Esteban Ocon completando o top-10.

Nesta sexta-feira às 14h (pelo horário de Brasília) os pilotos vão disputar a classificação no formato Q1, Q2 e Q3.

Saiba como foi o TL1 da Inglaterra

Quando a atividade teve início, a temperatura na pista estava na casa dos 45°C com 25°C no ambiente.

Esta era a única sessão antes da classificação e o começo de um fim de semana agitado, desta forma as equipes precisavam preparar os seus carros para o restante das provas que vão enfrentar. Desta forma ninguém perdeu tempo e rapidamente começou as suas verificações na pista.

No início da atividade os pilotos estavam focados nos testes dos compostos duros e médios. Lewis Hamilton liderava a sessão com 1m30s048, estando com os pneus médios. Max Verstappen era o segundo colocado neste primeiro giro, anotando 1m30s274 de pneus duros.

Valtteri Bottas superou Pierre Gasly para assumir a terceira posição com 1m30s766, contra 1m30s802, ambos estavam testando os pneus médios. Russell chamava a atenção por estar na décima primeira posição com 1m32s551 com os pneus duros. A dupla da Aston Martin demorou um pouco mais para aferir o seu primeiro tempo, pois depois de uma volta de instalação retornaram para os boxes.

A atividade tinha seguimento, Hamilton melhorou a sua volta anotando 1m29s690, superando Bottas por 0s171. Após algumas voltas era possível ver os pilotos retornando para os boxes, na tentativa de realizar ajustes antes de devolver os carros para a pista com uma nova verificação.

A ponta era dominada pela Mercedes nestes primeiros quinze minutos de atividade, onde Bottas anotou 1m29s373. Ocon era o terceiro colocado com 1m30s154. A Alpine instalou um novo chassi no carro do francês depois das duas corridas complicadas na Áustria e para averiguar se era um problema no carro, a equipe optou por realizar a troca.

Com 20 minutos de atividade, os dez primeiros eram: Verstappen, Pérez, Bottas, Hamilton, Ocon, Vettel, Stroll, Alonso, Tsunoda e Gasly.  Neste momento a dupla da Red Bull melhorou o seu desempenho, eles abandonaram os pneus duros para trabalhar com os compostos médios, desta forma o holandês cravou 1m28s179, enquanto o mexicano tinha 1m28s505.

Verstappen já se mostrava rápido, mas no quarto giro do pneu melhorou ainda mais a sua volta, anotando 1m27s745. Restando 35 minutos para o encerramento da atividade, Mazepin e Mick Schumacher estavam dando início aos testes com os pneus macios.

A McLaren testava a asa dianteira e o fluxo de ar na suspensão, desta forma o carro de Daniel Ricciardo estava com o flow-vis espalhado na lateral direita do carro.

Com os pneus mais macios da gama que será usada em Silverstone, Mick Schumacher saltou para a décima posição com 1m30s294. A dupla da Ferrari estava abaixo do Top-10, ocupando a décima sétima e décima oitava posição, mas Leclerc saltou para o terceiro lugar com 1m28s863

Adentrando na última meia hora, os dez primeiros eram: Verstappen, Pérez, Leclerc, Vettel, Sainz, Bottas, Hamilton, Ocon, Stroll e Giovinazzi. A atividade estava mais tranquila, onde os pilotos não estavam rodando ou cometendo erros, no entanto algumas voltas eram deletadas pois alguns pilotos extravasaram os limites de pista na curva nove. Com 18 voltas no pneu médio, Hamilton já reclamava das bolhas e este é realmente um problema em Silverstone, pois a pista é bem abrasiva. 

Nos últimos vinte minutos, a dupla da Red Bull instalou os pneus macios. Verstappen anotou 1m27s035, contra 1m28s163 de pneus macios. Norris era o terceiro colocado com 1m28s740 de pneus médios. Daniel Ricciardo que estava na nona posição, conseguiu superar Norris com 1m28s350. Mas não foi por muito tempo, pois Norris pouco depois anotou 1m27s814.

Adentrando aos quinze minutos finais, os dez primeiros eram: Verstappen, Norris, Pérez, Ricciardo, Gasly, Vettel, Tsunoda, Leclerc, Sainz e Latifi. Do primeiro ao nono, todos estavam nos boxes.

Bottas e Hamilton instalaram os pneus macios para os últimos minutos, mas o inglês já reclamava de vibrações, mesmo com os compostos novos. Hamilton saltou para a terceira posição com 1m27s815, separado por 0s780 de Verstappen, Bottas assumiu a quarta posição com 1m27s997.

A atividade encerrou depois dos pilotos trabalharem o ritmo de classificação com os pneus macios instalados. Os pilotos ainda tiveram a oportunidade para testar a largada na reta principal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados