ColunistaFórmula 1Post

Bottas lidera dobradinha da Mercedes no TL1 realizado no Circuito das Américas

A dupla da Mercedes superou Max Verstappen por quase um 1 segundo, os pilotos estavam trabalhando com os pneus macios

Nesta sexta-feira (22) a Fórmula 1 invadiu o Circuito das Américas para realizar o primeiro treino livre, a preparação para o GP dos Estados Unidos. Durante a atividade, a Mercedes se mostrou um ritmo muito forte completando as voltas rápidas, desta forma Valtteri Bottas foi o líder, anotando 1m34s874, acompanhado por Lewis Hamilton que tinha 1m34s919.

Olhando a Red Bull, a distância para a dupla da Mercedes foi grande, Max Verstappen que ocupou a terceira posição ficou separado por 0s932 de Bottas. Sergio Pérez poderia ter terminado a atividade mais próximo do companheiro de equipe, mas teve algumas voltas deletadas durante a sessão, o que rederam ao piloto apenas o sétimo lugar.

A dupla da Ferrari está chamando a atenção, Charles Leclerc e Carlos Sainz ocupara o quarto e quinto lugar, respectivamente. O Circuito das Américas é uma oportunidade para a dupla da Ferrari pontuar, pois depois da troca da parte híbrida do motor, o time apresentou um salto de desempenho.

Pierre Gasly também teve tempos deletados, mas ficou com o sexto lugar. Lando Norris representou a McLaren no top-10, pois ficou com o oitavo lugar. Daniel Ricciardo até roubou a atenção no início da atividade, ficando nas três primeiras posições da tabela de tempos, mas depois voltou a ficar apagado, terminando a sessão no décimo sexto lugar.

A dupla da Alfa Romeo completou o top-10, Antonio Giovinazzi se encaixou na nona posição ao final da atividade, seguido por Kimi Raikkonen que fechou no décimo lugar.

A Fórmula 1 retorna hoje às 17h (pelo horário de Brasília) para a realização do TL2.

Saiba como foi o TL1 no Circuito das Américas 

Antes do início da sessão, tivemos o conhecimento que a Aston Martin trocaria o motor de Sebastian Vettel, assim como a Williams optou pela troca do motor de George Russell. E durante a atividade a Mercedes também confirmou a troca do motor a combustão (ICE) do carro de Bottas, desta forma o finlandês será penalizado com a perda de cinco posições no grid no domingo. 

Quando os carros foram liberados para o circuito, a temperatura da pista estava na casa dos 30°C, com 26°C no ambiente.

Sergio Pérez foi o primeiro piloto a deixar o pit-lane, o seu carro estava equipado com o pneu duro, mas o mexicano foi logo acompanhado por Pierre Gasly que utilizava os pneus macios, enquanto Mick Schumacher trabalhava com os compostos duros. Aos poucos outros pilotos também foram ocupando o circuito, alguns tinham os compostos médios instalados. 

No carro de Pérez era possível ver uma pequena grade presa a sua asa dianteira, enquanto no carro de Gasly uma grade de aferição aerodinâmica se encontrava na arte traseira. 

Fernando Alonso teve um problema nos primeiros três minutos, a Alpine pediu para o espanhol encostar, como uma forma de precaução. O carro ficou parado na curva 12 e logo uma bandeira vermelha provocou a paralisação da sessão.

A pista foi liberada mais uma vez depois de cerca de 9 minutos de interrupção das atividades. Ninguém tinha tempo aferido no circuito ainda, mas logo depois eles começaram a aparecer. Na primeira passagem, Hamilton era o líder com 1m37s260 usando os pneus macios, enquanto Verstappen ficou com o segundo lugar anotando 1m37s337 também usando os compostos macios. Bottas era o terceiro colocado depois de ser superado pelo holandês, anotando 1m37s472 com os pneus macios. Pérez que tinha começado na ponta foi empurrado para o quarto lugar com 1m37s624 usando os pneus duros

Daniel Ricciardo, Lance Stroll e Gasly tiveram voltas deletadas por ter extravasado os limites de pista na curva 9.

Com cerca de 20 minutos de atividade, Leclerc que era o sétimo colocado, perdeu o carro na curva seis e foi parar na brita, mas o monegasco conseguiu retornar ao circuito, provocando apenas uma bandeira amarela localizada.

Os pilotos estavam em uma sequência de voltas rápidas, portanto Hamilton melhorou ainda mais o seu tempo, com 1m36s812, enquanto Ricciardo que era o décimo oitavo colocado, saltou para a terceira posição depois de registrar 1m37s548.

O circuito ainda tinha muitas ondulações, onde era possível ver os carros pulando conforme completavam os seus giros. Era possível ver as asas dianteiras já sofrendo durante as voltas feitas pelos pilotos.

Depois de 30 minutos de atividade completada, os pilotos fizeram uma breve parada nos boxes para a coleta de dados e preparação para uma nova sequência de voltas, os dez primeiros eram: Hamilton, Pérez, Norris, Bottas, Verstappen, Ricciardo, Ocon, Gasly, Vettel e Stroll.

Vettel instalou um novo conjunto de pneus macios restando 25 minutos para o final e partiu para uma nova sequência de voltas rápidas, mas o seu primeiro giro foi deletado por exceder os limites de pista na curva 9.

Neste retorno à pista, os pilotos estavam focados na utilização dos pneus macios para fazer mais voltas rápidas. Desta forma Verstappen assumiu a liderança da sessão depois de anotar 1m36s049. Hamilton foi o primeiro piloto a andar na casa de 1m35s096, enquanto o tempo de Pérez foi deletado. Bottas surpreendeu ainda mais, anotando 1m34s874.

Ao longo das voltas era possível ver os pilotos cometendo alguns erros, como Lando Norris que travou as rodas na curva 20.

Alonso teve a oportunidade de participar do TL1, mesmo com os problemas apresentados no início da atividade, no entanto, o espanhol figurava próximo ao final da tabela de tempos, pois ocupava a décima oitava posição.

Restando dez minutos para o final, os pilotos fizeram mais uma parada nos boxes, os dez primeiros eram: Bottas, Hamilton, Verstappen, Leclerc, Sainz, Gasly, Pérez, Norris, Russell e Ocon.

Nos últimos minutos alguns pilotos retornaram para o circuito completando mais algumas voltas. Antonio Giovinazzi surpreendeu com a Alfa Romeo, assumindo o nono lugar depois de anotar 1m36s874, superando Russell. Pouco depois foi a vez de Raikkonen também acompanhar o italiano e se encaixar na décima posição anotando 1m36s876. Algumas equipes retomaram os testes com os pneus médios, verificando a eficiência dos pneus em alta temperatura.

Para complicar a situação, Pérez e Schumacher se tocaram, quando o mexicano tentou ultrapassar o piloto da Haas. Raikkonen fechou a atividade rodando, perdendo a traseira do carro na curva 10.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados