ColunistaFórmula 1Post

Max Verstappen domina último treino livre antes da classificação para o GP da Holanda

Compenetrados para completar voltas rápidas, os times se preparam para a classificação que será disputada às 10h

A última sessão de treinos livres antes da classificação foi bem agitada, os times aproveitaram o momento para verificar os pneus macios e médios, traçando as suas estratégias para a próxima sessão. Diante da torcida Max Verstappen cravou 1m09s623, ficando com a liderança do TL3, mas ainda vale lembrar que o holandês já tinha surpreendido com o trabalho realizado com os pneus médios.

A dupla da Mercedes está logo atrás de Max, Valtteri Bottas ficou com a segunda posição, separado por 0s556, enquanto Lewis Hamilton deu poucas voltas rápidas, mas ficou com a terceira posição. Sergio Pérez também será muito importante neste fim de semana, o outro piloto da Red Bull ficou com a quarta posição.

Neste fim de semana, os pilotos da Alpine se alternaram na exibição de bons desempenhos, mas Fernando Alonso fechou o top-5, depois de liderar momentaneamente a sessão.

E com oportunidade de treinar, ainda que Carlos Sainz tenha roubado cerca de dez minutos da atividade depois que bateu, a sessão foi bem produtiva. O grid segue bem varado, mas Lando Norris ficou com o sexto lugar, acompanhado por Lance Stroll em sétimo, enquanto Sebastian Vettel foi o oitavo. Charles Leclerc representou a Ferrari na nona posição, enquanto Pierre Gasly foi o décimo.

A Fórmula 1 retorna às 10h (pelo horário de Brasília) para a disputa da classificação.

Saiba como foi o TL3 em Zandvoort

Durante os últimos testes de Covid-19 realizados, Kimi Raikkonen testou positivo e será substituído durante o restante do evento por Robert Kubica.

Quando a sessão começou, a temperatura na pista estava na casa dos 27°C, com 17°C no ambiente.

Com o circuito liberado, rapidamente os times começaram a trabalhar com os pneus macios e médios. Kubica anotou 1m15s217, mas foi rapidamente superado pela dupla da Haas e Lewis Hamilton que anotou 1m12s010.

Depois de dez minutos de atividade, apenas seis pilotos tinham tempo aferido no circuito, enquanto Tsunoda completou cinco voltas com os pneus médios. Mas com a atividade seguindo, Fernando Alonso assumiu a primeira posição da atividade, anotando 1m11s996, enquanto Giovinazzi da Alfa Romeo assumiu a quinta posição.

Mesmo com a aderência evoluindo, erros ainda aconteciam. Sebastian Vettel extravasou os limites de pista na curva dez. Mas não demorou muito para termos uma bandeira vermelha sendo instaurada na sessão, pois Carlos Sainz rodou na curva 3, perdeu a traseira do carro, mas bateu na lateral do muro de contenção, danificando o carro.

A sessão foi paralisada quando restavam apenas 39 minutos para o encerramento da atividade. Os dez primeiros eram: Alonso, Leclerc, Pérez, Norris, Sainz, Hamilton, Giovinazzi, Ocon, Gasly e Ricciardo. Entre os dez, apenas Hamilton estava fazendo a atividade com os pneus macios. Neste momento apenas Bottas e Verstappen não tinham registrado tempo.

A atividade retornou cerca de dez minutos depois, enquanto os testes com os pneus médios e macios continuavam. De pneus médios, Verstappen anotou 1m11s225, enquanto Bottas assumiu a liderança com os pneus macios, anotando 1m11s217, mas pouco depois Verstappen retornou à ponta com 1m10s702.

Restando 20 minutos para o encerramento da sessão, os dez primeiros eram: Verstappen, Norris, Bottas, Gasly, Alonso, Leclerc, Pérez, Sainz, Hamilton e Giovinazzi. No entanto, marcando mais uma vez o bom desempenho da Alpine apresentado desde a sexta-feira, Alonso assumiu a primeira posição com 1m10s670.

Nos últimos minutos de atividade, ainda se preparando para a classificação, todos os pilotos, exceto Sainz que bateu, estavam aproveitando o momento para testar os pneus macios. A dupla da Mercedes ficou momentaneamente com o 1-2, enquanto Max Verstappen surpreendeu ao anotar 1m09s0623, superando Bottas por 0s556. O desafio entre Mercedes e Red Bull ficou mais uma vez acirrado.

Hamilton que tinha passado parte da atividade apagado, começou a imprimir um ritmo forte nos últimos minutos.

Nos últimos cinco minutos Schumacher ainda passou reto na curva 11, levando brita para o traçado.

Com o cronômetro zerado, alguns pilotos aproveitaram para realizar os testes de largada.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados