ColunistaFórmula 1Post

Ferrari avança nos detalhes do carro de 2022, enquanto lida com as atualizações do motor nesta temporada

A Ferrari ainda está trabalhando no desenvolvimento das atualizações do motor, para finalmente realizar a mudança da unidade de potência

Adentrar nesta fase final do campeonato de 2021, significa voltar os olhos para as mudanças de regra que vão acontecer na próxima temporada. Os novos carros representam uma nova Fórmula 1, onde se demanda tempo e estudo para se adaptar.

Para a Ferrari não é diferente, a equipe italiana está focada no desenvolvimento do carro do próximo ano, Mattia Binotto detalhou o progresso que o time está tendo com o novo modelo, mas também comentou sobre a atualização do motor que querem trazer ainda neste ano.

Nos últimos anos a Ferrari se deparou com carros que tinham algumas falhas em sua construção e demandou tempo do time para conter os problemas, desta forma, a ideia é evitar essas questões para o próximo modelo que está por vir.

“O de 2022 está progredindo e esse é o momento em que você normalmente está verificando as formas do chassi e todo o conceito do carro, layout da suspensão, layout de refrigeração, então vamos dizer que o conceito é certamente muito avançado”, disse ele.

“Enquanto o conceito está congelado, o chassi está em produção. É hora de continuarmos trabalhando na modelagem da carroceria, na aerodinâmica, nas asas e etc… Sem dúvida estamos trabalhando muito na unidade de potência, para o próximo ano ela será totalmente nova em conceito e design”, acrescentou Binotto.

O próximo ano pode aproximar os times em disputa, pois o design do novo carro é justamente voltado para isso. No entanto, também é a oportunidade de uma equipe como a Ferrari desfrutar das mudanças de regras e aumentar as suas chances de disputar um Campeonato de Construtores.

O objetivo da Ferrari é contar com carro e motor para o próximo ano, evitando as falhas que foram cometidas nas últimas temporadas – Foto: reprodução Ferrari

Em agosto a Ferrari já tinha mencionado as atualizações que pretendiam introduzir no motor, a mudança era aguardada para Monza, um circuito que possibilita ultrapassagens por conta das suas características, mas o time não fez a introdução nesta prova. Agora ela pode ocorrer na Turquia, mas o foco da Ferrari não é a entrega rápida, eles estão atentos aos detalhes.

“Estamos trabalhando muito para deixar pronto o mais rápido possível. No momento, não há uma corrida decidida. Será o mais rápido possível porque acreditamos que correr o máximo que pudermos nesta temporada será de interesse para o próximo ano. Espero que isso aconteça nas próximas corridas, e muito em breve”, concluiu Binotto.

A potência extra que a atualização vai fornecer, pode impulsionar a Ferrari para obter resultados melhores e conquistar mais pontos, mas também o foco é voltado principalmente para o próximo ano: “O objetivo é tentar encerrar essa desvantagem, fechá-la, então é por isso estamos trabalhando duro com o motor e esse é um momento chave onde você não só precisa encontrar desempenho, mas começar a homologar totalmente a confiabilidade do produto para próxima temporada.”

A Ferrari está trabalhando com as homologações e certificados das partes que vão atualizar, portanto não se trata apenas do desenvolvimento do sistema híbrido ou de atestar a confiabilidade. São diversas partes que precisam ser analisadas, pois vão dar o direcionamento para o próximo ano.

Teoricamente temos oito provas até o final da temporada, mas por conta da pandemia o calendário pode sofrer novas alterações e reduzir as atividades em pista. Portanto a Ferrari está enfrentado um desafio neste momento. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados