ColunistaFórmula 1Post

Antes do início da temporada 2021, começa o drama da Haas com o motor Ferrari

O acionamento do motor da Haas pode ficar para os testes de pré-temporada no Bahrein, por conta das restrições na Inglaterra

A pandemia provocada pelo Covid-19 não deixou de assombrar o mundo em 2021, os países ainda estão lidando o vírus e tentando entender várias questões que acabam aparecendo ao longo dos dias, principalmente com a nova cepa do vírus. As equipes de Fórmula 1 foram afetadas em 2020, e o problema retorna em 2021, a Haas está sendo afetada na Inglaterra.

Segundo a revista alemã “Auto Motor und Sport”, a equipe americana com fábrica na Inglaterra, não está com os engenheiros especializados para montar a unidade de potência da Ferrari no chassi da Haas. Por conta das medidas de bloqueio, com as restrições de entrada no país, eles não estão podendo trabalhar nesta parte do carro.

A equipe ainda está dentro do cronograma, as peças estão quase prontas, a montagem é programada para o início de fevereiro, mas o novo motor da Ferrari não poderá ser ligado. O motor tem a permissão para entrar no país, mas os técnicos que são necessários para realizar o seu acionamento, não vão estar na fábrica. A Haas pode ser forçada a esperar até os testes no Bahrein para concluir a montagem e o acionamento.

Está é a primeira vez que a Haas está construindo o seu carro na fábrica de Banbury, na Inglaterra. Até o ano passado o processo da Haas era diferente, os motores eram montados na Itália, o time faz a utilização de outras peças, como suspensão e câmbio da Ferrari.

Além disso o drama da Haas é ainda pior, Guenther Steiner, chefe de equipe do time está preso nos Estados Unidos, não podendo acompanhar o andamento da fábrica presencialmente: “Se eu quisesse voar para a Inglaterra, teria que ficar em quarentena por duas semanas. Há exceções apenas para atletas.” Nos próximos dias Mick Schumacher e Nikita Mazepin devem aparecer na fábrica para realizar o teste do assento.

A Haas espera ter um desempenho melhor em 2021, tentando poupar recursos para o carro de 2022 que também precisará ter atenção nesta temporada. Para a nova temporada o time se dedicou a desenvolver a traseira do carro, mas não teve tempo hábil para desenvolver a asa e a parte dianteira do carro, poupando a utilização dos tokens.

Em 2021, o time vai disputar a sua sexta temporada, o seu melhor resultado no campeonato foi em 2018, quando conquistou o quinto lugar. Eles tiveram um ano muito difícil em 2020, e esperam se recuperar com toda a ajuda fornecida pela Ferrari.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados