Volta por Volta – Hamilton vence em domínio absoluto o GP da Espanha

Verstappen conquistou o segundo lugar, após Bottas perder a posição durante a largada

O hexacampeão Lewis Hamilton conquistou a sua 88ª vitória e seu 156º pódio. A equipe se esforçou mais uma vez para auxiliar o piloto nesta conquista, pois mais uma vez o desempenho com os pneus deixaram o time preocupado.

As altas temperaturas poderiam afetar as estratégias, mas com o desenrolar da corrida, os pilotos foram notando que era possível permanecer por mais tempo com os compostos. No entanto, eles ditaram o ritmo da prova em um nível mais conservador.

Valtteri Bottas perdeu a segunda posição e desta forma Max Verstappen foi administrando a segunda posição na Espanha. Para a Red Bull é uma boa conquista, tendo em vista a luta do holandês pelo vice-campeonato.

Vale o destaque para Sebastian Vettel que cruzou a linha de chegada na sétima posição, o piloto completou 36 voltas com os pneus macios.

Saiba como foi o GP da Espanha 

A prova começou com este grid

Volta 1: Hamilton manteve a ponta, mas Bottas largou mal e caiu para a quinta posição, desta forma Verstappen assumiu lugar, com Stroll em terceiro. O finlandês enfrentou Pérez, mas manteve o quarto lugar, após se defender das investidas do mexicano.

A dupla da Ferrari permanecia nas suas posições de largada, Leclerc em nono e Vettel em décimo primeiro;

Volta 2: Kvyat ultrapassou Ricciardo e assumiu a décima segunda posição. Vale ressaltar que os pilotos abaixo dos dez primeiros deram preferência aos pneus médios, mas como para toda regra existe uma exceção, Kvyat, Magnussen e Russell utilizavam os pneus macios;

Volta 5: Bottas realizou a ultrapassagem em Stroll, assumindo a terceira posição, para iniciar a busca pela retomada da segunda posição;

Volta 7: Hamilton ditava o ritmo da corrida e a distância entre ele e Verstappen era mantida em 1s5;

Volta 10: Os dez primeiros eram: Hamilton, Verstappen, Bottas, Stroll, Pérez, Albon, Sainz, Gasly, Leclerc e Norris;

Volta 14: O inglês ampliou a vantagem para o holandês, mas de 3s separavam eles. Bottas estava a mais de 2s atrás de Verstappen;

Volta 18: Alexander Albon foi o primeiro a ir para os boxes e passou a utilizar os pneus duros. O tailandês retornou na décima sexta posição;

Volta 20: Russell nos boxes. Ocon ultrapassou Raikkonen que mesmo com um carro ruim, não facilitava a vida do francês. Albon que havia se aproximado, aproveitou para realizar a ultrapassagens no finlandês e assumir a décima quinta posição;

Volta 22: Verstappen foi para os boxes e retornou com os pneus médios na terceira posição. Gasly, Norris, Kvyat e Giovinazzi acompanharam a parada do holandês, a escolha dos pneus para estes piloros foi, médio, macio, médio e médio;

Volta 24: Hamilton realizou a sua parada e retornou para a pista utilizando os pneus médios, sem perder a liderança da prova. A distância para Verstappen havia reduzido um pouco (4s), pois o inglês teve um pequeno problema durante o pit-stop. Bottas realizou a parada;

Volta 25: Albon era o décimo primeiro colocado. Bottas anotou 1:22.021, pois estava com novos pneus médios;

Volta 28: Foi a vez de Lance Stroll realizar a parada e retornar de pneus médio. Albon realizou a ultrapassagem em Magnussen, aproveitando que Ocon já havia ganhado a posição do dinamarquês;

Volta 30: Pérez, Leclerc e Vettel foram aos boxes. O mexicano e o monegasco passaram a utilizar os pneus médios, enquanto o alemão passou a utilizar os pneus macios;

Pérez perdeu a posição momentaneamente para Sainz, mas na volta seguinte ela seria recuperada;

Volta 32: Leclerc enfrentava Norris, enquanto Stroll retomava a quinta posição, forçando a ultrapassagem em Pérez;

Volta 33: Albon ultrapassou Ocon e passou a ocupar a oitava posição. Entre os dez, Ricciardo (4º) e Ocon (9º), não haviam realizado uma parada nos boxes;

Volta 35: Leclerc seguia pressionando Norris, colocando o carro de lado em alguns momentos. Infelizmente o piloto da McLaren perdeu a chance de utilizar a asa móvel, pois Ocon realizou a parada nos boxes;

Volta 36: Ricciardo foi para os boxes, retornando de pneus macios;

Volta 37: O carro de Leclerc acabou apagando e o piloto rodou. O monegasco conseguiu religar o carro, mas seguiu para os boxes para abandonar a prova;

Como as posições estavam na volta 38

Volta 40: Albon realizou uma segunda parada e o tailandês retornou em décimo primeiro;

Volta 42: Verstappen realizou a segunda parada, retornando na terceira posição com outro pneu médio;

Volta 43: Sainz realizou uma segunda parada e retornou a frente de Albon, mas não facilitou para o tailandês e segurava a décima posição;

Volta 44: Uma nova rodada de pits ocorria, Stroll retornou com os macios, enquanto Gasly colocou outros pneus médios;

Volta 47: Vettel ocupava a quinta posição, enquanto os outros pilotos realizavam a sua segunda parada, mas Stroll que era o sexto, passava a reduzir a distância entre eles;

Volta 49: Bottas realizou a segunda parada, o finlandês passou a utilizar os macios. Verstappen assumiu a segunda posição;

Volta 50: Hamilton retornou com pneus médios se mantendo na liderança, com mais de 9 segundos de vantagem para Verstappen;

Volta 52: Vettel era o quinto colocado e utilizava os pneus macios, a equipe não sabia se esta era a melhor opção, mas o alemão disse: “Não temos nada a perder!”;

Volta 55: A distância para Stroll, reduziu para 1s2, após Hamilton concluir a volta em Vettel;

Volta 56: Pérez e Kvyat foram punidos com cinco segundos, após ignorarem as bandeiras azuis;

Volta 57: Stroll concluiu a ultrapassagem em Vettel, deixando o alemão para Carlos Sainz que era o sétimo colocado;  

Volta 58: Hamilton, Verstappen, Bottas, Pérez, Stroll, Vettel, Sainz, Albon, Gasly e Norris, eram os dez primeiros;

Volta 60: Sainz passou a ser o sexto colocado, após realizar a ultrapassagem em Vettel;

Volta 62: Um pedaço do carro de Grosjean se soltou, após o piloto enfrentar Antonio Giovinazzi. A peça atingiu o carro de Hamilton;

Volta 65: Bottas realizou outra parada e retornou com os pneus macios, para tentar conquistar um ponto pela volta rápida;

Confira: GP da Espanha – Hamilton vence, com Verstappen na segunda posição e Vettel conquista pontos

Volta 66: Hamilton venceu a corrida, acompanhado por Verstappen na segunda posição. Bottas fechou em terceiro com a melhor volta da corrida, após anotar 1:18.183.

Sebastian Vettel foi escolhido como o piloto do dia, o alemão permaneceu na pista com os pneus macios e como estava na zona de pontuação partiu para o tudo ou nada. Vettel soube administrar o uso dos compostos, assim como a distância para os rivais e cruzou a linha de chegada na sétima posição, após não pontuar na prova dos 70 anos.

Além disso chegou a marca dos 3000 pontos
Sair da versão mobile