ColunistaFórmula 1Post

Volta por Volta – A Primeira Vitória de Pierre Gasly

A AlphaTauri que buscava conquistar mais pontos e terminar em melhores posições, não poderia prever uma vitória assim

Sem dúvidas a vitória de Pierre Gasly não era esperada, aliás, ninguém imaginava que o hino francês, acompanhado pelo italiano tocariam hoje. Sem dúvidas foi uma vitória espetacular, a AlphaTauri escolheu uma boa estratégia e mais uma vez o ponto de virada da corrida foi por conta da entrada do Safety Car.

E foi um grande momento para Gasly, já que o piloto está fazendo uma boa temporada no time italiano, responsável por grande parte dos pontos que eles conquistaram neste ano. 

O pódio contou com Carlos Sainz na segunda posição, em uma boa performance para a McLaren que também não acreditava na possibilidade de obter um ótimo resultado e ainda vale ressaltar o quarto lugar conquistado por Lando Norris.

Confira: GP da Itália – Simplesmente fantástico, Pierre Gasly vence a corrida acompanhado por Sainz e Stroll

Lance Stroll completou o grid após largar da oitava posição e contou com a sorte para estar na segunda posição quando a corrida foi paralisada por conta da batida de Charles Leclerc.

Foi um fim de semana desastroso para a Red Bull que não pontuou com Alexander Albon que terminou a corrida em décimo quinto e viu Max Verstappen abandonando a prova.

A dupla da Ferrari também não conseguiu concluir a corrida e foram marcados mais uma vez por um desempenho ruim.

Saiba como foi o GP da Itália 

O grid de largada ficou definido desta forma: 

Do primeiro ao décimo colocado, todos estavam utilizando os pneus macios. Kvyat e Vettel foram os únicos pilotos que largaram com os pneus duros.

Volta 1: Lewis Hamilton segurou a ponta, enquanto Carlos Sainz assumiu a segunda posição e Lando Norris havia pulado para quarto. Valtteri Bottas não largou bem e Norris acabou aproveitando para ultrapassar o finlandês.

E antes do final da primeira volta, Bottas ainda foi ultrapassado por Pérez e Ricciardo.

Alexander Albon e Pierre Gasly acabaram se tocando e o piloto da Red Bull perdeu o traçado e espalhou na pista;

Volta 2: Hamilton, Sainz, Norris, Pérez, Ricciardo, Bottas, Stroll, Verstappen, Ocon e Gasly, estas eram as posições dos dez primeiros colocados.

Kevin Magnussen foi para os boxes e retornou com os pneus duros;

Volta 5: Sainz estava a mais de dois segundos de Hamilton, enquanto Lando Norris mantinha dois segundos de distância para o companheiro de equipe;

Volta 6: Vettel e Russell disputavam a décima sétima posição e o alemão ficou sem o frio traseiro esquerdo, acabou passando reto e caiu para o décimo nono lugar. Pelas imagens dava para ver o freio pegando fogo;

Volta 7: Vettel abandonou a corrida por conta dos freios, a pista é exige muito claro e não seria possível seguir sem este item de segurança;

Volta 8: Albon foi penalizado com cinco segundos, por não ter deixado espaço na disputa com o Grosjean;

Volta 10: Pérez seguia reduzindo a distância para Lando Norris, já conseguindo andar abaixo de um segundo;

Volta 11: Bottas começou a pressionar Ricciardo para tentar conquistar a quinta posição, após ter um início de corrida ruim;

Volta 14: Hamilton já havia aberto mais de oito segundos para Carlos Sainz. Pérez voltou a rodar acima de um segundo e desta forma se distanciava de Lando Norris;

Volta 17: Albon realizou a ultrapassagem em Leclerc para assumir a décima terceira posição;

Nicholas Latifi foi para os boxes, realizando a sua troca de pneus;

Volta 18: Foi o momento de o monegasco seguir para os boxes, retornando com os pneus duros na décima sétima posição;

Volta 19: Raikkonen realizou a sua parada e partiu para a utilização dos pneus duros;

Volta 20: Kevin Magnussen abandonou a corrida e a bandeira amarela foi acionada;

Desta forma Pierre Gasly aproveitou para ir para os boxes;

O Safety Car entrou na pista

Volta 21: A Mercedes realizou a parada e Carlos Sainz assumiu a ponta;

Antonio Giovinazzi aproveitou para realizar a parada e retornou com os pneus duros;

Volta 22: Hamilton e Giovinazzi estavam sendo investigados por terem parado nos boxes enquanto ele estava fechado. Por conta da remoção do carro de Magnussen, a sinalização com as bandeiras vermelhas não permitiam a entrada nos boxes;

Volta 23: Sainz e Norris foram para o pit, assim como Pérez, Ricciardo, Bottas, Verstappen, Ocon, Kvyat, Albon, Grosjean e Russell;

Hamilton assumiu a ponta, acompanhado por Stroll, Gasly, Giovinazzi, Raikkonen, Leclerc e Latifi.

Sainz e Norris ocupavam a oitava e a nona posição, com Valtteri Bottas em décimo que conseguiu ganhar as posições de Ricciardo e Pérez nos boxes;

Volta 24: Ocorreu a relargada e as ultrapassagens começaram a acontecer, Giovinazzi caiu para o sexto lugar após ser o quarto colocado;

Volta 25: Leclerc bateu forte na curva 11, após perder a traseira do carro. O monegasco estava disputando espaço com a dupla da Alfa Romeo.

Safety Car entrou mais uma vez na pista;

Volta 26: Antonio Giovinazzi foi punido com 10 segundos, mas Hamilton não tinha recebido nenhum sinal sobre a penalidade;

O regime de bandeira vermelha foi instaurado na pista, para a remoção do carro de Leclerc por conta da entrada do trator. Os carros foram posicionados nos boxes;

Volta 27: Com os carros posicionados no pit, Lewis Hamilton foi punido com dez segundos, por ter entrado nos boxes enquanto ele estava fechado, a mesma situação do piloto da Alfa Romeo.

Lance Stroll que não havia parado em nenhum momento nos boxes, pode realizar a troca de pneus e abandonou os pneus macios que já tinham 26 voltas. Raikkonen, Giovinazzi, Latifi, Ocon, Albon e Grosjean também trocaram os pneus;

Lando Norris não foi punido por ter entrado mais lento nos boxes;

A pista foi liberada, mas os pilotos precisaram se reposicionar no grid de largada, para a corrida recomeçar mais uma vez.

Hamilton tinha uma boa largada e Gasly pressionava o líder, Raikkonen e Giovinazzi conseguiam ficar com a terceira e a quarta posição. Stroll perdeu o ponto e passou reto, o canadense retornou para a pista e conseguiu ultrapassar os carros da McLaren e eles seguiam se enfrentando;

Volta 29: Hamilton foi cumprir a punição e retornou em vigésimo sétimo e precisava remar as posições perdidas.
Giovinazzi precisava cumprir a punição, mas permaneceu na pista;

Volta 30 – Os pilotos dez primeiros eram: Gasly, Raikkonen, Giovinazzi, Sainz, Stroll, Norris, Bottas, Ricciardo, Ocon e Kvyat;

Volta 31: Giovinazzi foi cumprir a punição e retornou atrás de Hamilton.

Enquanto isso Verstappen fora para os boxes abandonando a corrida. Os comissários estavam investigando o holandês e Pérez;

Volta 33: Hamilton tinha a volta mais rápida da corrida, após anotar 1:22.901;

Russell e Grosjean se enfrentavam valendo a décima segunda posição e o piloto da Williams acabou espalhando;

Volta 34: Sainz conseguiu realizar a ultrapassagem em Raikkonen e assumiu a segunda posição, o piloto da McLaren estava preocupado com a distância que tinha para Pierre Gasly;

Volta 35: Raikkonen era ameaçado por Stroll e logo perdeu a terceira posição para o piloto da Racing Point;

Volta 37: Raikkonen era o sexto colocado, o finlandês estava com os pneus macios, conta os médios utilizados pelos seus adversários;

Volta 39: Bottas estava separado por cerca de um segundo de Lando Norris, o finlandês tentava se aproximar para conquistar a quarta posição;

Albon era o décimo quarto e seguia tentando se aproximar de Russell;

Volta 42: Hamilton era o décimo segundo colocado;

Volta 45: As posições dos dez primeiros eram: Gasly, Sainz, Stroll, Norris, Bottas, Ricciardo, Ocon, Kvyat, Raikkonen e Pérez;

Volta 47: Hamilton chegou na zona de pontuação, tirando o piloto da Alfa Romeo da décima posição;

 

Volta 50: Sainz ficava a 1.1 de Gasly. Hamilton era o nono colocado;

Volta 51: Hamilton enfrentou Kvyat para ganhar o oitavo lugar;

Volta 53: Sainz conseguiu reduzir a distância para menos de um segundo, tentou enfrentar Gasly pois queria muito a vitória, mas não conseguiu realizar a ultrapassagem. Gasly cruzou a linha de chegada na primeira posição, com Sainz em segundo, enquanto Norris foi o quarto colocado.

O hino francês tocou acompanhado pelo hino italiano. Gasly conquistou a sua primeira vitória e vale ressaltar que foi um pódio após o GP do Brasil de 2019, que também teve o piloto espanhol no pódio.

 

 

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo