ColunistaFórmula 1Post

Verstappen lidera TL3 e acirra disputa pela pole em Ímola

Os pilotos estão se preparando para a classificação, explorando os pneus médios e macios, além das voltas rápidas no cricuito veloz de Ímola

O treino livre de sábado (17) ficou agitado na última meia hora, com vários pilotos disputando a ponta enquanto trabalhavam com os pneus macios ou médios. Max Verstappen roubou a ponta que estava nas mãos de Lando Norris, quando anotou 1m14s958 com os compostos C4. O piloto da McLaren ficou na segunda posição, separado por 0s456.

Os pilotos claramente estavam se preparando para a classificação, testando os tipos de pneus e seu desempenho por conta da pista fria. Eles não economizaram nas voltas rápidas, já que várias voltas foram deletadas por extravasarem os limites de pista.

O grid segue bem misturado, olhando entre os dez era possível ver Lewis Hamilton na terceira posição, acompanhado por Sergio Pérez, Charles Leclerc, Pierre Gasly, Carlos Sainz, Valtteri Bottas, Fernando Alonso e Esteban Ocon.

Tudo indica que a classificação será bem disputada neste sábado.

Saiba como foi o Terceiro Treino Livre em Ímola

Assim como na sexta-feira, a sessão de sábado começou com as temperaturas bem baixas, na pista com 21°C e 11°C no ambiente.

Kimi Raikkonen foi o primeiro a deixar os boxes para aproveitar a sessão de uma hora pré classificatória, os pneus médios – C3 – estavam instalados no C41. A primeira volta rápida do finlandês foi deletada por extravasar os limites de pista, mas pouco depois ele anotou 1m17s331.

A direção de prova estava mais rígida com os limites de pista em Ímola, deletando todas as voltas que os pilotos extravasavam os limites e ganhavam alguma vantagem.

Nos primeiros dez minutos, apenas Raikkonen e a dupla da Haas estiveram na pista registrando tempos. Mazepin e Schumacher estavam testando os pneus macios.

Foi apenas com 15 minutos de atividade que outros pilotos invadiram o circuito, no entanto os principais pilotos estavam testando com os pneus médios, já que muitos devem tentar avançar para o Q3 utilizando este composto, pensando no pneu que eles vão largar no domingo, contando com mais durabilidade.

No primeiro giro de Leclerc, o piloto anotou 1m17s321, Raikkonen permanecia na segunda posição, acompanhado por Alonso com 1m17s456 e Sainz com o outro carro da Ferrari tinha 1m17s586.

Com 34 minutos de atividade, Nicholas Latifi perdeu a traseira do carro na Variante Villenueve, uma bandeira vermelha foi ativa, mas o piloto da Williams conseguiu retornar para os boxes e a pista foi liberada pouco tempo depois.

Os dez primeiros após a conclusão da primeira meia hora eram: Pérez, Leclerc, Sainz, Raikkonen, Giovinazzi, Latifi, Alonso, Ricciardo, Ocon e Russell. O mexicano tinha 1m16s642 com os pneus médios, poucos pilotos estavam testando os pneus macios – C4 – entre os dez, apenas a dupla da Williams treinava com eles.

Se preparando para a classificação, Verstappen anotou 1m16s251 de pneus macios, Bottas superou o holandês para assumir a primeira posição após registrar 1m15s984, separados por 0s658.

Em alguns pontos da pista foram instaladas ‘’mini-lombadas’’ para que os pilotos não passem além dos limites de pista, mas as imagens da transmissão mostravam eles atacando as zebras e se deparando com as lombadas, pouco depois eram devolvidos de forma abrupta ao circuito. Na sexta-feira por conta destas trepidações da pista, o RB16B de Verstappen sofreu uma avaria na transmissão.

Após volta rápida, Leclerc assumiu a ponta com 1m15s738 de pneus macios, Pierre Gasly voltou a surpreender com o bom desempenho quando anotou 1m15s890 de pneus médios – uma das melhores performances entre os dez com o pneu de faixa amarela. Mais uma vez o grid seguia bem misturado, nos últimos minutos de atividade vários pilotos abandonaram os pneus médios, para trabalhar com os pneus macios.

Lewis Hamilton que ocupava a décima nona posição cravou 1m15s515 com os pneus macios, para superar o tempo estabelecido por Leclerc.

Os dez primeiros nos últimos 15 minutos de atividade eram: Hamilton, Norris, Leclerc, Gasly, Verstappen, Sainz, Bottas, Alonso, Ocon e Pérez.

Lando Norris assumiu a liderança da sessão ao anotar 1m15s414, superando o tempo de Hamilton por 0s101. A dupla da Alpine se encontrava entre os dez, com Fernando Alonso ocupando a oitava posição (1m16s186), acompanhado por Esteban Ocon (1m16s228), Daniel Ricciardo era o décimo colocado (1m16s253).

Os últimos dez minutos ainda foram marcados pela evolução de Max Verstappen que entrou na pista com os pneus macios e cravou 1m14s958. Lembrando que a Red Bull enfrentou algumas dificuldades nas sessões de sexta-feira, onde Sergio Pérez bateu com Esteban Ocon, enquanto o carro do holandês sofreu com um problema na transmissão, perdendo assim parte do TL2.

LEIA MAIS: Falha de comunicação é a causa do incidente entre Sergio Pérez e Esteban Ocon no TL1

Giovinazzi acabou rodando entre a curva 2 e 3, reclamando do aquecimento dos pneus.

Com o cronômetro zerado os pilotos se encaminharam para a reta, aproveitando para treinar a largada. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados