AutomobilismoColunistaFórmula EPost

Treinos livres em Valência: da Costa e Guenther são os mais rápidos da manhã

Sem grandes incidentes, as sessões foram marcadas por voltas deletadas

O dia começou nublado na Espanha. A expectativa de chuva não causou grandes problemas nos treinos livres, apenas algumas derrapadas e fritadas de pneus. 

A visita da Fórmula E ao autódromo Ricardo Tormo também teve tempos de voltas deletados por causa dos limites de pista.

TREINO LIVRE 1

A dupla da Techeetah foi a primeira a deixar os boxes, mas foi Sébastien Buemi quem começou a marcar voltas rápidas, o suíço da Nissan fez 1:31.502. 

Sérgio Sette Câmara foi o primeiro piloto a ter sua volta deletada por exceder os limites de pista. O mesmo aconteceu com Sam Bird, sob forte protesto do inglês no rádio. 

Os sensores dos limites de pista foram instalados nas curvas 1, 2, 6 e 12.

Nick Cassidy causou uma bandeira amarela bem rápida por rodar na pista. 

Logo em sua primeira volta rápida, Mitch Evans marcou 1:30.411, assumindo a terceira posição da sessão. Ele ficou apenas 0.017 atrás de Max Guenther. Robin Frijns era o líder àquela altura com o tempo de 1:30.270. Buemi havia caído para 15º, todos estavam dentro do mesmo segundo até essa posição.

Uma curiosidade sobre Robin Frijns, desde que entrou na Virgin, ou ele marcou pontos dentro do top 5 ou não marcou ponto algum. 

Oliver Turvey chegou a fazer o segundo melhor tempo do treino,1:30.162. Lucas di Grassi fez 1:29.502, o 10º tempo.

1:29.420 para Sérgio Sette Câmara, 19ª posição para ele. Lucas di Grassi já havia caído para 20º, faltando cinco minutos para a sessão acabar.

Os três primeiros eram Oliver Rowland (1:27.460), seguido por Vandoorne e Buemi. Vandoorne informou pelo rádio que algo deveria estar errado com o carro, já que os freios chegaram a atingir 200º C. 

No último minuto, Antonio Felix da Costa marcou 1:27.238 e pulou para a ponta, ele superou Guenther e Rowland, trazendo Vergne para o 4º lugar, com Vandoorne logo em seguida.

Mortara, Buemi, de Vries, Dennis e Sims, fecharam o top 10. Sette Câmara subiu para 13º com 1:27.952. Lucas di Grassi ficou com a penúltima posição.

TREINO LIVRE 2

Com 30 minutos de treinos disponíveis, todos os carros deixaram as garagens simultaneamente quando a sessão iniciou. 

A pista evoluiu e Stoffel Vandoorne abriu a sessão já fazendo 1:27.419. 

Aos dez minutos de treino, Robin Frijns rodou na pista, mas logo voltou sem maiores problemas. Minutos depois foi a vez de Max Guenther passear na brita, o alemão conseguiu trazer seu carro de volta rapidamente.

Sette Câmara subiu para 8º após fazer 1:28.032, enquanto Lucas di Grassi era o 14º com 1:28.115.

Max Guenther superou o tempo de Vandoorne nos últimos oito minutos da sessão, o piloto da BMW marcou 1:26.958. Norman Nato se colocou entre os três primeiros com 1:27.064. 

Lucas di Grassi melhorou seu tempo, subindo para a 9ª posição ao fazer 1:27.555.

O último minuto foi bastante movimentado com todos os pilotos marcando voltas rápidas. Após a bandeira final, Guenther, Lynn e de Vries foram os três mais rápidos, seguidos por da Costa e Rowland.

Di Grassi fechou a sessão em 16º e Sette Câmara, em 20º.

Frijns e Mortara tiveram seus tempos deletados por exceder os limites da pista.

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados