ColunistaFórmula 1Post

TL3 Toscana – Valtteri Bottas permanece na liderança e segue como favorito para a pole

O finlandês liderou todos os treinos livres em Mugello, com boas voltas Bottas segue forte no circuito italiano

Valtteri Bottas segue forte e é um bom candidato a pole neste fim de semana, pois o finlandês liderou todos os treinos livres até o momento. Bottas anotou 1m16s530 com os pneus macios e desta vez Max Verstappen e Lewis Hamilton acompanharam o piloto ao conseguirem rodar em 1m16s.

Outro piloto que se mostra forte é Max Verstappen que segue marcando a Mercedes, com as suas voltas rápidas. A Racing Point parece que melhorou no circuito de Mugello e fechou o TL3 com Lance Stroll na quarta posição, enquanto Sergio Pérez foi o sexto. Pierre Gasly permaneceu entre os dez com a quinta posição, enquanto Daniil Kvyat viu a oportunidade para encaixar uma boa volta com a AlphaTauri e ocupar a nona posição.

Certamente a torcida tifosi está de olho no desempenho de Charles Leclerc que levou a Ferrari para a sétima posição, enquanto Sebastian Vettel foi o décimo oitavo. Alexander Albon se recuperou após uma volta rápida e ficou com o oitavo lugar, já que a Red Bull optou por realizar outros tipos de testes com o tailandês, que passou grande parte da sessão com os pneus médios instalados. O top-10 contou com a posição de Romain Grosjean, com a Haas, enquanto a dupla da Renault esteve um pouco apagada, Esteban Ocon ficou com o décimo primeiro lugar, mas Daniel Ricciardo foi o décimo sétimo.

A Fórmula 1 retorna às 10h pelo horário de Brasília para a realização da classificação.  

Saiba como foi o Terceiro Treino Livre em Mugello

Na pista a temperatura estava na casa dos 40°C, com 28°C no ambiente.

Quando os boxes foram liberados, os pilotos começaram a ocupar a pista mais ainda estavam realizando as voltas de instalação. Mas com quase dez minutos de sessão, Valtteri Bottas anotou 1:17.437 com os pneus macios instalados se tornando o primeiro tempo do dia a ser registrado na pista.

Mas foi apenas com 40 minutos que outros carros passaram a registrar voltas rápidas no circuito. Primeiro foi a dupla da Alfa Romeo e logo outros pilotos foram registrando as suas voltas rápidas dando preferência para os pneus médios e macios. Lewis Hamilton assumiu a ponta com 1:17.415.

Pouco depois Bottas saltou para a ponta, acompanhado por Max Verstappen, o piloto da Red Bull estava utilizando os pneus médios. A luta pela ponta seguiu até que o holandês obteve a liderança. 

Nos últimos 20 minutos, os pilotos seguiam virando voltas rápidas, enquanto a Mercedes permanecia utilizando os pneus macios, Valtteri Bottas conseguiu retornar para a ponta com 1:16.530, batendo o tempo de Lewis Hamilton com 1:16.613.

Seguindo o ritmo de classificação Lance Stroll melhorou o seu tempo e conseguiu bater a marca estabelecida por Max Verstappen e assim assumiu a terceira posição com 1:17.112, enquanto Sergio Pérez ocupava o sexto lugar com 1:17.341.

A dupla da Renault era vista apenas em décimo sétimo com Daniel Ricciardo, enquanto Esteban Ocon era o décimo oitavo, mas próximo do encerramento da sessão, o francês anotou 1:17.746 e saltou para o décimo lugar. Neste últimos minutos quase todos os pilotos estavam utilizando os pneus macios, exceto Alexander Albon que era o décimo sétimo e seguia com os compostos médios instalados.

Charles Leclerc foi o sétimo colocado com a Ferrari, conseguindo surpreender mais uma vez, além de levantar expectativas quanto ao desempenho que a equipe terá na classificação. Com o cronometro zerado, Albon melhorou a sua marca para 1:17.538, assumindo assim a oitava posição, quando instalou os pneus macios para os últimos minutos de atividade.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo