ColunistaFórmula 1Post

TL3 Inglaterra – Valtteri Bottas lidera dobradinha da Mercedes

Após uma sexta-feira mais apagada, o time alemão voltou a comandar as voltas rápidas em Silverstone

Os pilotos retornaram para a pista neste sábado (01), utilizando o terceiro treino livre para as voltas de classificação. A Mercedes voltou a dominar, obtendo uma dobradinha liderada por Valtteri Bottas, o finlandês foi o único na casa de 1m25s873. Lewis Hamilton ficou com a segunda posição, após anotar 1:26.011. 

A Red Bull levou cerca de meia hora para colocar um dos carros na pista e logo Max Verstappen passou a imprimir um ritmo forte, desta forma o holandês terminou a sessão no terceiro lugar, com 1:26.173. Alexander Albon voltou a enfrentar problemas, a equipe identificou um problema elétrico e comprometeu a sessão do tailandês. Ao ser liberado para a pista, Albon não teve um bom resultado e ficou com a décima terceira posição.

Por outro lado, Lance Stroll busca extrair o melhor resultado com a Racing Point e voltou a ocupar a quarta posição, acompanhado por Carlos Sainz da McLaren. Charles Leclerc voltou a ficar entre os dez com a Ferrari, ocupando a sexta posição, seguido de perto por Lando Norris.

Daniel Ricciado foi o oitavo com a Renault, seguido por Nico Hulkenberg na nona posição, o alemão encara o desafio de se acostumar com o carro rapidamente para disputar a corrida neste domingo. Pierre Gasly foi o décimo colocado.

Sebastian Vettel voltou a enfrentar problemas, o alemão reclamou mais uma vez sobre algo solto nos pedais e a equipe italiana terminou a manhã verificando o carro. Vettel fechou em décimo quarto, atrás de Albon.

A Fórmula 1 retorna às 10h pelo horário de Brasília, para a realização da classificação.

Saiba como foi o Terceiro Treino Livre

Na pista a temperatura estava na casa dos 30°C, com 20°C no ambiente. Após uma sexta-feira bem quente, as temperaturas ficavam mais amenas.

Daniil Kvyat irá perder cinco posições após a classificação, a AlphaTauri precisou trocar a caixa de câmbio do carro e como ocorreu antes das seis corridas, a penalização é aplicada. O carro de Gasly também sofreu a troca, mas o piloto não terminou o GP da Hungria, desta forma não sofrerá nenhuma penalidade nesta corrida.

Assim que os boxes foram liberados, alguns pilotos realizaram voltas de instalação, o primeiro tempo aferido foi por Sebastian Vettel com 1:29.562 de pneus médios. O alemão da Ferrari teve vários problemas na sexta-feira.

Rapidamente Carlos Sainz anotou 1:28.539 e Vettel reduziu para 1:28.879. Kimi Raikkonen foi para a primeira posição com 1:28.261, utilizando os pneus médios.

Com quase 20 minutos de sessão realizada, Hamilton anotou 1:26.825, acompanhado por Bottas com 1:27.136, o foco era treinar voltas rápidas antes da classificação, desta forma as equipes davam mais atenção aos pneus macios e médios.

A Red Bull seguia trabalhando no carro de Alexander Albon, foi identificado um problema elétrico. Vale lembrar que o tailandês bateu no segundo treino livre e o RB16 ficou bem danificado.

Com a primeira meia hora concluída, as posições dos dez primeiros era: Hamilton, Bottas, Verstappen, Hulkenberg, Gasly, Leclerc, Ocon, Stroll, Sainz e Ricciardo.

O holandês da Red Bull registrou 1:27.335, assim que a equipe liberou o piloto para algumas voltas no circuito. Hulkenberg com 1:27.401 era o quarto colocado até Lance Stroll acertar uma boa volta e registrar 1:27.350.

Nos últimos 20 minutos, Vettel conseguiu reagir e com os pneus macios passou a ser o sexto colocado com 1:27.251, pois Charles Leclerc passou a ocupar a quarta posição com 1:26.771.

A Red Bull conseguiu liberar Albon quando restavam treze minutos para o final da sessão, a equipe buscou liberar o tailandês em pista limpa para que ele pudesse buscar uma volta rápida. O primeiro giro do piloto não foi tão bom e ele ficou na décima sétima posição com 1:28.398 ao extravasar os limites de pista.

Vettel voltou a enfrentar problemas e sentir algo solto próximo ao pedal do freio, no segundo treino livre o piloto teve o mesmo problema e a equipe precisou realizar a troca dos pedais.

Bottas voltou a ocupar a primeira posição com 1:25.873, acompanhado por Hamilton com 1:26.079.

Nas últimas voltas os pilotos abaixo da 10 posição, seguiam buscando um tempo melhor, todos utilizavam os pneus macios. Albon por fim encerrou a sessão na décima terceira posição, com 1:27.178, resultado da sua última volta no circuito antes da classificação.

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados