ColunistaFórmula 1Post

TL2 Toscana – Bottas tem a melhor marca da sexta-feira, liderando dobradinha da Mercedes

O finlandês da Mercedes já havia liderado o TL1, mas melhorou a marca para 1m16s989 e foi o melhor piloto da sexta-feira

O TL2 já consegue dar uma ideia sobre o desenvolvimento dos times na pista, mesmo em um circuito que é totalmente novo para eles. Valtteri Bottas manteve a liderança da sexta-feira com ele e o finlandês que já havia obtido uma boa marca no TL1, anotou 1m16s989 com os pneus macios.

Lewis Hamilton tentou acompanhar Bottas e anotou 1m17.196, separado por 0s207 do primeiro colocado. Max Verstappen voltou a marcar a Mercedes e se estabeleceu na terceira posição com 1m17s235, enquanto Alexander Albon conseguiu fechar na quarta posição, próximo ao companheiro de equipe.

A dupla da Renault bateu os pilotos da Racing Point e McLaren e ficou com o quinto e sexto lugar com Daniel Ricciardo e Esteban Ocon, a equipe segue buscando um bom desenvolvimento para melhorar a posição no campeonato de construtores.

Sergio Pérez foi o sétimo colocado com a Racing Point, superando Lance Stroll que fechou em décimo primeiro. Enquanto Pierre Gasly segue brigando para permanecer entre os dez, o francês que venceu a última corrida na Itália, foi o oitavo colocado.

Confira: TL1 Toscana – Bottas lidera primeira atividade em Mugello, com Leclerc na terceira posição

Kimi Raikkonen surpreendeu com a Alfa Romeo em nono, enquanto Charles Leclerc foi o décimo, após terminar o TL1 na terceira posição.

As equipes utilizaram o tempo da sessão para realizar diferentes programas com os seus pilotos, por isso no início era possível ver alguns pilotos utilizando os pneus médios e duros, enquanto durante as voltas de classificação, os times optaram pelos pneus macios.

A Fórmula 1 retorna neste sábado às 7h para a realização do terceiro treino livre.

Saiba como foi o Segundo Treino Livre em Mugello

No circuito a temperatura estava na casa dos 45°C, com 29°C ambiente. O calor intenso também é esperado para a classificação e a corrida serão realizadas no mesmo horário.

Haas, McLaren e Alfa Romeo liberaram as suas duplas e cada piloto realizava um tipo de programa, pois estavam com os pneus médios e duros instalados em cada piloto do time. Lando Norris liderava a sessão com 1:18.658, acompanhado por Romain Grosjen que tinha 1:19.257 de pneus médios. Kimi Raikkonen aparecia na terceira posição com os compostos duros com 1:20.052.

E com cerca de 15 minutos de sessão, Charles Leclerc acabou rodando, quando encontrou com Kimi Raikkonen na curva 12 e após fritar os pneus, retornou para os boxes. Max Verstappen bateu o tempo conquistado por Lando Norris e assumiu a ponta com 1:18.281. Do primeiro ao décimo era possível ver todos com os pneus médios.

Pouco depois de dar um giro lento na pista, Valtteri Bottas saltou para a ponta com 1:18.019, enquanto Lewis Hamilton era o terceiro colocado com 1:18.652, o finlandês registrou a marca com os pneus médios enquanto o inglês estava utilizando os duros. Bottas permaneceu no circuito após treinar a largada e anotou 1:18.281, melhorando a sua primeira marca no circuito.

Com a conclusão da primeira meia hora de atividade, os dez primeiros eram: Bottas, Verstappen, Hamilton, Norris, Pérez, Stroll, Ocon, Albon, Grosjean e Kvyat. Após uma breve pausa os pilotos começaram a retornar para o circuito com os pneus macios instalados.

Raikkonen passou a ser o quinto colocado com 1:18.385, seguido por Leclerc com 1:18.400, entre a dupla da Ferrari era possível ver Lance Stroll, enquanto Vettel ocupava a nona posição em 1:18.498.

Com 52 minutos, Lando Norris acabou perdendo o carro na curva 3 ao passar com as rodas do lado esquerdo na brita e danificou a asa dianteira. O regime de bandeira vermelha foi instaurado para a remoção do carro do piloto da McLaren que ficou parado.

As voltas rápidas foram interrompidas, mas Daniel Ricciardo havia assumido a segunda posição, separado por 0s042 de Bottas, enquanto Pérez era o terceiro colocado.

O circuito não demorou para ser liberado e assim as voltas rápidas retornaram, Bottas evoluiu para 1:16.989, com Hamilton na segunda posição separado por 0s207. Verstappen e Albon ocupavam o terceiro e quarto lugar respectivamente.

Com a conclusão de uma hora de atividade, as posições dos dez primeiros era: Bottas, Hamilton, Verstappen, Albon, Ricciardo, Ocon, Pérez, Gasly, Raikkonen e Leclerc. Após a realização das voltas em modo de classificação, os pilotos passaram a executar a simulação de corrida que o programa escolhido pelas equipes durante o TL2.

Sebastian Vettel perdeu a traseira do carro na curva doze e acabou rodando, mas logo retornou ao circuito.

Restando dezessete minutos para o encerramento da sessão, Sergio Pérez acertou Kimi Raikkonen que estava em volta rápida e fez o finlandês rodar e ir parar na brita. Com a sujeira que o finlandês trouxe para o circuito ao retornar, a sessão precisou ser paralisada pela segunda vez para a limpeza. O incidente passou a ser investigado.

A sessão foi retomada quando restavam treze minutos e os pilotos seguiram realizando as voltas em simulação de corrida. Giovinazzi foi visto cometendo um erro, quando extravasou os limites de pista, mas seguiu realizando as suas atividades com os pneus médios instalados. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo