ColunistaFórmula 1

TL2 Hungria – Sebastian Vettel fecha sexta-feira na ponta, seguido por dobradinha da Red Bull

Na segunda sessão de treinos livres realizada nesta sexta-feira (27), Sebastian Vettel terminou na liderança ao registrar 1:16:834 com os compostos ultramacios, superando Verstappen e Ricciardo da Red Bull.

A marca obtida nesta sessão pelo alemão superou os resultados obtidos pelo australiano no TL1, já que nele os pilotos haviam utilizado os compostos macios. Novamente, até o quinto colocado os resultados eram bem próximos, com Raikkonen em quarto e Hamilton em quinto.

Bottas foi o sexto, seguido por Grosjean da Haas, com Sainz em oitavo. Gasly, em nono, melhorou sua marca ao instalar os ultramacios e Ocon fechou os dez primeiros.

Hulkenberg retornou à pista após a equipe resolver os problemas elétricos que haviam aparecido na sua Renault na sessão anterior, o alemão conseguiu obter o décimo quarto lugar e logo depois partiu para o ritmo de corrida, por isso ficou distante do companheiro de equipe na tabela.

Os pilotos aproveitaram para realizar a simulação de corrida e cerca de 40 minutos foram dedicados a essa prática para conhecer melhor a durabilidade dos pneus por conta das temperaturas elevadas no asfalto.

lll Saiba como foi a Segunda Sessão de Treinos Livres

Fazia muito calor no circuito de Hungaroring com 46°C na pista.

Charles Leclerc retornava ao seu carro da Sauber para participar do TL2, depois de ter cedido lugar a Antonio Giovinazzi.

https://twitter.com/F1/status/1022827157490462720

https://twitter.com/F1/status/1022829453276315648

Magnussen foi o primeiro a deixar os boxes utilizando os pneus médios, acompanhado por Grosjean que utilizava os compostos macios. A dupla da Sauber fora mais uma equipe que não perdeu tempo e logo se dirigiu para a pista e, assim como os pilotos da Haas, utilizava compostos diferentes entre os seus pilotos.

Marcus Ericsson foi o primeiro a aferir tempo e tinha 1:21:072, mas fora rapidamente superado pelo companheiro de equipe que tinha 1:20:600. Ericsson era o quarto com 1:22:052, acompanhado de Leclerc em sexto com 1:22:473, já que Stroll havia tomado a ponta com 1:20:511.

Com menos de dez minutos de sessão, Sebastian Vettel tomava a ponta, com 1:18:997, que era do canadense da Williams. Raikkonen em sua primeira volta não fora exigente como o alemão, mas no terceiro giro saltava para terceiro  com 1:19:924, já que Grosjean havia melhorado a sua marca. A Ferrari investia nos macios para Vettel e nos médios para o finlandês.

Pouco tempo depois em busca das voltas rápidas, Hamilton e Bottas também haviam registrado as suas primeiras marcas, com o inglês que tinha 1:17:875 e era seguido pelo companheiro de equipe com 0s218 de diferença.

https://twitter.com/F1/status/1022831626416529409

Sainz havia subido para a quinta posição, enquanto Hulkenberg seguia nos boxes. Bottas passava à liderança da sessão com 1:17:868, enquanto Hamilton cometia alguns erros na sua volta. Já Daniel Ricciardo que fora o primeiro piloto da Red Bull a se encaminhar para os boxes registrava 1:17:885, assumindo a terceira posição.

Após o finlandês da Mercedes ter se encaminhado para os boxes melhorando o seu tempo de volta, via-se sendo superado por Hamilton que registrou 1:17:587, com Verstappen na segunda posição.

Com vinte minutos de sessão realizada, apenas 6 carros permaneciam na pista.

Verstappen passava a ponta com 1:17:509, superando o inglês por 0s078. A Mercedes ganhava confiança na pista com os macios que pareciam o melhor composto a ser usado, por conta das temperaturas elevadas no asfalto.  Ricciardo pouco depois, conseguia saltar para a segunda posição.

A dupla da Mercedes era a primeira a utilizar os ultramacios e logo depois Ericsson e dupla da Williams também apostavam nos compostos mais macios.

A sessão havia chegado a conclusão da sua primeira meia hora e as posições eram: Verstappen, Ricciardo, Hamilton, Bottas, Vettel, Raikkonen, Sainz, Grosjean, Alonso e Ocon.

Ericsson passava a ser o sétimo colocado com 1:19:043, enquanto Vettel assumir a liderança com os ultramacios ao registrar 1:16:834.

Ocon subia para a sexta posição com 1:18:761. Apenas Ricciardo, Alonso, Vandoorne e Pérez que seguiam nos boxes ainda não haviam instalado os ultramacios.

Com Vettel e Verstappen na ponta, Ricciardo conseguia superar a marca de Raikkonen com 1:17:061 contra 1:17:153 obtidos pelo finlandês da Ferrari.

https://twitter.com/F1/status/1022841550001319936

Hulkenberg que ficou bastante tempo preso nos boxes por conta do problema elétrico que havia sofrido no TL1, passava a realizar as suas voltas rápidas, escalando o grid aos poucos e se tornando o décimo quarto colocado com 5 voltas dos pneus ultramacios. Os demais pilotos já investiam no ritmo de corrida.

https://twitter.com/F1/status/1022841030557753345

Stoffel Vandoorne perdia a traseira da sua McLaren na curva 5 e acabava rodando na pista.

https://twitter.com/F1/status/1022842835823980545

https://twitter.com/F1/status/1022853076070354944

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo