ColunistaFórmula 1Post

TL2 Bahrein – Verstappen segue na ponta, acompanhado de perto por McLaren de Norris

A McLaren segue com um bom desempenho, desafiando Red Bull e Mercedes pela ponta nesta sexta-feira de atividades

O primeiro dia de treinos livres da Fórmula 1 foi bem agitado, nesta sexta-feira (26) os pilotos realizaram dois treinos livres que foram extremamente disputados entre Red Bull e Mercedes, mas a McLaren também surpreendeu com um bom desempenho.

Max Verstappen dominou o primeiro dia de atividades ao anotar 1m30s847 de pneus macios. Com Lewis Hamilton separado por 0s235 do holandês. As coisas estavam muito emboladas dando a sensação de uma aproximação dos times: como as duplas ocupando as mais variadas posições da tabela de tempos após trabalharem com os pneus macios, o pelotão intermediário apresentou tempos próximos. Com a conclusão da atividade do terceiro colocado ao décimo quinto, os pilotos estavam dividindo o mesmo segundo.  

A Ferrari com Carlos Sainz foi o quarto colocado, o time foi o mais rápido do primeiro setor, enquanto a Red Bull dominou os outros dois.

Como era esperado a Williams e a Haas seguem dividindo a última parte do pelotão

Próximo do final da atividade os carros estavam lidando com a baixa aderência e alguns pilotos acabavam extravasando os limites de pista.

Saiba como foi o Segundo Treino Livre no Bahrein

Os ventos começaram a ficar fortes no circuito do Sakhir, mas a areia não estava prejudicando a sessão no momento em que a atividade teve início. Com o anoitecer as temperaturas começaram a despencar, na pista ela estava na casa dos 33°C, enquanto no ambiente fazia 28°C.

A Alfa Romeo liderou a saída dos boxes, mas o que chamava a atenção era a variação de testes que o time estava pretendendo realizar. Antonio Giovinazzi foi liberado para o circuito com os pneus duros, enquanto Kimi Raikkonen estava utilizando os pneus médios. Como a sessão é realizada no mesmo horário da corrida, os pilotos passaram a avaliar os compostos que devem ser os mais utilizados durante a prova.O italiano superou o finlandês ao ocupar o décimo lugar, contra o décimo primeiro lugar de Raikkonen. 

Nikita Mazepin foi o primeiro piloto a perder o controle do carro e rodar. Extravasar os limites de pista estava gerando voltas deletadas, Lewis Hamilton foi o primeiro a queimar um giro cronometrado.

Assim como na primeira atividade Red Bull e Mercedes estavam se enfrentando pela ponta, Max Verstappen tinha 1m31s842, enquanto o finlandês anotou 1m31s503. Hamilton apareceu na ponta com 1m31s261 formando uma dobradinha para o time alemão. Mas Pérez também aparecia com um bom desempenho após anotar 1m31s969 para ocupar o quarto lugar.

LEIA MAIS: TL1 Bahrein – Início acirrado entre Mercedes e Red Bull, com Verstappen fechando na liderança

Antes dos times realizarem uma breve parada nos boxes, Kimi Raikkonen acabou perdendo a traseira da Alfa Romeo na curva 3, o piloto bateu na barreira de contenção e danificou a asa dianteira. O finlandês provocou uma bandeira amarela localizada que não durou muito tempo, pois rapidamente Raikkonen conseguiu retornar para a pista e precisou ir para boxes.

Com quase 20 minutos de atividade realizada, os dez primeiros eram: Hamilton, Bottas, Verstappen, Pérez, Sainz, Gasly, Leclerc, Tsunoda, Giovinazzi e Raikkonen.

A pista voltou a ficar agitada com os pilotos partindo para a utilização dos pneus macios, uma combinação de voltas rápidas, com o composto mais veloz trouxe Yuki Tsunoda para as primeiras posições, o japonês que realiza a sua estreia neste primeiro GP com a AlphaTauri anotou 1m31s294, superando Pierre Gasly. Lewis Hamilton melhorou o segundo setor e cravou 1m31s082.

A disputa pela ponta ficou acirrada com a conclusão da primeira meia hora de atividade, Red Bull, McLaren e Mercedes estavam andando muito rápido. Os dez primeiros eram: Max Verstappen (1m30s847), Lando Norris (1m30s942), Lewis Hamilton (1m31s082), Sainz (1m31s127), Bottas, Ricciardo, Tsunoda, Stroll, Gasly e Pérez.

A última meia hora de atividade foi destinada para a simulação de corrida por conta do horário da sessão. Os pilotos começaram a andar com o tanque mais cheio, além de testar a durabilidade dos pneus para estabelecer as estratégias para a corrida.

Após uma verificação nos boxes mais demorada, Kimi Raikkonen foi devolvido para a pista nos últimos 15 minutos de atividade, fechhando o dia com 15 voltas completadas.

A Alpine voltou a andar abaixo dos dez colocados, ocupando o décimo primeiro lugar com Esteban Ocon e o décimo quinto com o Fernando Alonso.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados