ColunistaFórmula 1Post

TL1 Turquia – Max Verstappen lidera atividade com Alexander Albon na segunda posição

A primeira atividade na pista da Turquia foi bem difícil, já que os pilotos estavam sofrendo com a falta de aderência

A primeira atividade realizada na Turquia foi bem difícil, os pilotos não encontravam aderência e estavam enfrentando muita dificuldade para conseguir realizar as suas voltas. Os tempos eram altos, mas foram evoluindo no decorrer da sessão até que Max Verstappen conseguiu a ponta com 1:35.077 nos últimos minutos da sessão.

Os tempos demoraram para aparecer, com meia hora de atividade concluída apenas três pilotos tinham aferido tempo no circuito. Além disso várias voltas foram deletadas, mas os pilotos permaneciam no circuito para ajudar no processo de emborrachamento.

Alexander Albon apareceu com uma boa volta ao final da sessão e quase ficou com a ponta, já que anotou 1:35.318. Charles Leclerc e Sebastian Vettel lideraram a sessão e apareceram entre os primeiros, o monegasco ficou com a terceira posição enquanto o alemão era o quinto.

Pierre Gasly foi o quarto colocado, o piloto francês da AlphaTauri investiu nos pneus médios, assim como Daniil Kvyat que ficou na sexta posição. Lando Norris que é o aniversariante do dia ficou com a sétima posição, acompanhado por Antonio Giovinazzi da Alfa Romeo.

Valtteri Bottas que apareceu na liderança, ficou apenas com o nono lugar, seguido por Esteban Ocon da Renault. Lewis Hamilton passou muito tempo nos boxes e só aproveitou a fase final da sessão.

Os pilotos deram muita atenção aos pneus duros, mas alguns pilotos ainda tiveram a chance de utilizar os pneus médios. Kvyat completou mais de 20 voltas com o pneu de faixa amarela, assim como o seu companheiro de equipe.

Saiba como foi o Primeiro Livre na Turquia

Na pista a temperatura estava na casa dos 18°C, com 15°C no ambiente.

Quando os boxes foram liberados pela primeira vez na Turquia, os pilotos utilizavam os pneus duros. Max Verstappen era visto com as grades de aferição aerodinâmica e nesta primeira volta os pilotos já reclamavam da falta de aderência no circuito, com os carros balançando muito até mesmo na reta.

Carlos Sainz registou o primeiro tempo, ele tinha 2:02.840, mas pouco depois ele foi deletado e apenas o 2:01.145 de Sebastian Vettel ficou registrado. Os pilotos não conseguiam acelerar muito o carro, pois a pista estava muito escorregadia, além disso o circuito estava molhado já que optaram por lavá-la em alguns pontos.

Antes dos dez minutos de sessão, uma bandeira vermelha pintou no circuito, pois Charles Leclerc acabou arrancando o cone na entrada nos boxes.

Valtteri Bottas foi liberado para o circuito e como estava sozinho tentou aferir a sua primeira volta, mas acabou extravasando os limites de pista e o tempo foi deletado.

Com a meia hora de sessão realizada, apenas Bottas, Raikkonen e Vettel tinham aferido tempo no circuito. O finlandês da Mercedes era o líder com 1:43.009. Pouco depois Max Verstappen e Carlos Sainz apareceram na tabela de tempos, mas a volta mais uma vez foi deletada. No giro seguinte o holandês se encaixou na segunda posição com 1:49.423, enquanto Carlos Sainz era o quarto colocado com 1:52.203.

Restando 49 minutos para o término da sessão, a pista começou a ficar mais movimentada, com os pilotos trabalhando em seus primeiros tempos, os pilotos ainda investiam, nos pneus duros, mas George Russell passou a testar os compostos macios.

Max Verstappen apareceu na liderança após anotar 1:42.753, mas pouco depois melhorou para 1:41.741. Apenas Hamilton e Ricciardo seguiam nos boxes, sem tempo aferido no circuito.

Com 40 minutos de sessão, os dez primeiros eram: Verstappen, Bottas, Leclerc, Vettel, Sainz, Albon, Pérez, Gasly, Raikkonen e Norris.

Bottas retornou para o circuito, ainda investindo nos pneus duros e anotou 1:40.806, mas a pista seguiu evoluindo e o finlandês tinha 1:40.114.

Pouco antes da conclusão da segunda meia hora, Esteban Ocon apareceu na quarta posição com 1:46.224, o piloto da Renault estava trabalhando com os pneus médios. Sebastian Vettel era visto disputando a segunda posição com Max Verstappen, enquanto Daniil Kvyat também passou a utilizar os pneus médios e era o sexto colocado com 1:45.341. Hamilton seguia parado nos boxes.

Carlos Sainz estava com problemas elétricos e quando foi liberado para a pista, encostou o carro, para abandonando a atividade já que o seu MCL35 apresentou problemas hidráulicos.

A sessão seguiu e os tempos estavam melhorando, já que a pista estava evoluindo e quando restavam 14 minutos para o término da primeira atividade de pista, Sebastian Vettel anotou 1:36.085 e passou para a ponta, melhorando na volta seguinte para 1:35.620, mas Leclerc superou o companheiro de equipe com 1:35.507. Lewis Hamilton estava no circuito liberado finalmente pelo time e passou a escalar o pelotão.

Nos últimos minutos da sessão, os pilotos seguiam evoluindo, Alexander Albon saltou para a primeira posição com 1:35.318, ainda utilizando os pneus duros, enquanto Antonio Giovinazzi era o sétimo colocado com a Alfa Romeo, completando as suas voltas de pneus médios.

Os tempos ainda eram altos, mas a pista havia evoluído bastante no decorrer da sessão, a sessão terminou com Max Verstappen na ponta, superando o tempo estabelecido pelo companheiro de equipe por 0s241. Pierre Gasly conseguiu se encaixar na quarta posição ao anotar 1:35.543.

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados