ColunistaFórmula 1Post

TL1 Hungria – Mercedes domina com Hamilton na liderança e Pérez ocupa a terceira posição

A dupla da Red Bull começou a atividade apagada, com Verstappen no oitavo lugar

Foto: Mercedes / Daimler 

A primeira sessão realizada na Hungria foi marcada por temperaturas mais amenas e a ameaça de chuva. A pista chegou a ficar vazia em alguns momentos, mas não foi necessária a utilização dos pneus de chuva em nenhum momento.

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas batalharam pela liderança, mas foi o inglês que obteve a melhor posição, após anotar 1:16.003 com os pneus duros. O tempo do finlandês (1:16.089) foi registrado com os compostos médios.

A dupla da Racing Point era vista novamente nas primeiras posições, Sergio Pérez e Lance Stroll ocuparam a terceira e quarta posições. O mexicano mostrou um bom desempenho com os pneus duros.

A surpresa foi Daniel Ricciardo na quinta posição, seguido por Sebastian Vettel e Charles Leclerc. Nesta primeira atividade na pista a Ferrari parecia um pouco mais confortável, mas a dupla da Red Bull ocupava apenas a oitava posição com Verstappen e o décimo terceiro lugar com Albon, bem apagados na sessão’.

Lando Norris encerrou a atividade em nono, com Esteban Ocon em décimo.

Durante a sessão era possível ver alguns pilotos cometendo alguns erros, principalmente por conta do circuito que tem algumas curvas bem travadas. Além disso para obter a melhor volta os pilotos buscavam o limite.

Pierre Gasly não participou na atividade, pois foi identificado um problema na unidade de potência, a equipe passou a sessão inteira trabalhando no carro. 

A Fórmula 1 retorna às 10h para a realização do segundo treino livre.

Saiba como foi o Primeiro Treino Livre na Hungria

Na pista a temperatura estava na casa dos 24°C, com 18°C na pista. A chance de chuva estava na casa dos 75%.

Assim que a pista foi liberada, Lando Norris, Robert Kubica, Esteban Ocon e Sebastian Vettel, instalaram os pneus duros e partiram para uma volta de verificação no circuito. Kimi Raikkonen não participou da primeira sessão pois o polonês ocupava o seu lugar na Alfa Romeo.

Os primeiros pingos começaram a cair em algumas partes do circuito, mas os pilotos seguia realizando apenas voltas de verificação.

Kimi Raikkonen não participou da primeira sessão pois o polonês ocupava o seu lugar na Alfa Romeo.

Os primeiros pingos começaram a cair em algumas partes do circuito.

Max Verstappen foi o primeiro a registrar uma volta cronometrada, 1:19.536, após 10 minutos de sessão realizada. O piloto foi visto travando roda no circuito, enquanto estava utilizando os pneus duros. No carro do holandês era possível ver o flow-vis espalhado na asa traseira do RB16, justamente por ela ser uma asa nova utilizada pela equipe.

Valtteri Bottas foi o segundo piloto a aferir tempo no circuito, com os pneus macios o piloto registrou 1:17.765, Verstappen havia evoluído para 1:18.383. Hamilton acompanhou o finlandês e logo anotou 1:16.559. Próximo da conclusão da primeira meia hora, a pista passou a ficar mais movimentada.

Com a conclusão da primeira meia hora, as dez primeiras posições eram: Hamilton, Bottas, Verstappen, Ricciardo, Leclerc, Russell, Albon, Magnussen, Ocon e Stroll. Assim que os carros da Williams passaram a registrar tempo, os pilotos ocupavam as dez posições, Latifi era o terceiro colocado com os pneus macios, após anotar 1:18.175, enquanto Russell rinha 1:18.730 na sétima posição.

Pérez se aproveitou para subir para a terceira posição, com 1:18.085, utilizando os compostos duros.

Restando pouco mais de 50 minutos para o encerramento da sessão, a chuva começou a apertar no circuito e a pista ficou vazia. As equipes eram vistas trabalhando no acerto do carro em seus boxes, mas ninguém se arriscava a dar uma volta. Pierre Gasly não tinha nenhum tempo aferido no circuito e se quer deixou os boxes, a equipe havia identificado uma anomalia a unidade de potência. 

 

Passados dez minutos, Grosjean foi para a pista e começou a puxar a movimentação no circuito. Desta forma com os pneus médios Bottas anotou 1:16.544, seguido por Magnussen com 1:18.071, mas logo outros pilotos começaram a reduzir ainda mais o tempo e jogaram o dinamarquês para a nona posição.

Pérez e Stroll que ocupavam a terceira e quarta posições davam preferência para os pneus macios, enquanto Ricciardo que era visto em quinto utilizava os compostos médios. A Ferrari abandonou os pneus duros, para ir com os de faixa amarela e assim Vettel ocupou a sexta posição com 1:17.327, com Leclerc em oitavo, com 1:17.464.

Com a conclusão de mais meia hora, a posição dos dez primeiros era: Bottas, Hamilton, Pérez, Stroll, Ricciardo, Vettel, Verstappen, Leclerc, Norris e Ocon. Voltas deletadas e pilotos extravasando os limites de pista, era algo comum, principalmente por conta de algumas curvas muito travadas. Sergio Pérez acabou perdendo um pneu, por justamente travar a roda dianteira esquerda enquanto estava buscando uma boa volta no circuito.

Lewis Hamilton voltou a liderança da sessão após anotar 1:16.003 com os pneus duros que o inglês já havia completado dez voltas.

Durante os últimos minutos os pilotos passaram a investir em voltas no modo de simulação de corrida.

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados