Sergio Pérez supera Sainz e lidera TL1 movimentado em Mônaco

A atividade foi bem movimentada, Sainz liderou boa parte da atividade, mas foi Pérez que assumiu a liderança da atividade no final da sessão

A primeira atividade em Mônaco foi bem diferente dos resultados obtidos no GP da Espanha, o grid ficou bem embaralhado pelas ruas de Mônaco. Sergio Pérez fechou o TL1 na primeira posição, após anotar 1m12s487 de pneus macios, o mexicano foi melhorando a sua marca e registrou este tempo nos últimos segundos de atividade.

Outro piloto que está deixando a sua marca de bom desempenho é Carlos Sainz, o espanhol liderou parte da atividade, mas ficou com a segunda posição, separado por 0s119 do piloto da Red Bull – quando registrou o tempo com os pneus médios. No entanto, Charles Leclerc completou poucas voltas no circuito, pois apresentou problemas no câmbio. 

Os três primeiros colocados, estão bem próximos, com Max Verstappen ocupando a terceira posição (1m12s648), o holandês trabalhou apenas com os pneus duros e médios nesta atividade. Pierre Gasly foi o quarto colocando, mostrando a força do motor Honda em Mônaco. Nesta sessão os três carros que utilizam esta unidade de potência, estiveram entre os três primeiros colocados.

A atividade mostra um grid bem misturado e isso deve se repetir mais uma vez na classificação.  

Saiba como foi o primeiro treino livre em Mônaco

Neste fim de semana a Williams está comemorando o 750º GP, os carros dos pilotos receberam os nomes de 100 fãs da equipe no halo.

Quando o circuito foi liberado para a primeira sessão, a temperatura na pista estava na casa dos 39°C, com 20°C no ambiente.

Rapidamente os pilotos começaram a ocupar a pista, grande parte dos pilotos estava utilizando os pneus duros, mas a dupla da Haas e Williams estava utilizando os pneus macios, enquanto a dupla da Ferrari investia nos médios.

Os primeiros estavam na casa de 1m20s, mas rapidamente Carlos Sainz anotou 1m16s241 para liderar a atividade, acompanhado por Charles Leclerc com 1m17s072. O espanhol da Ferrari estava com o flow-vis espalhado na asa traseira, realizando testes aerodinâmicos.

A McLaren estava exibindo a nova pintura para o GP de Mônaco, as icônicas cores da Gulf. Lando Norris saltou para a terceira posição com 1m16s482 de pneus duros. Leclerc que ocupava a décima sétima posição – por conta das alterações de posições que ocorriam rapidamente – recolheu para os boxes ao informar para a equipe que algo havia quebrado no carro. De fato, o carro do monegasco acabou enfrentando uma quebra do câmbio e a sessão se deu por encerrada para o monegasco.

Enquanto isso, Sainz permanecia na pista melhorando as suas marcas, o espanhol anotou 1m14s457, acompanhado por Lewis Hamilton com 1m15s250 e Lando Norris com 1m15s652. A dupla da Alfa Romeo aparecia entre os dez primeiros com Kimi Raikkonen (1m16s134) na sétima posição, seguido de perto por Antonio Giovinazzi (1m16s223).

Com 20 minutos de atividade os dez primeiros eram: Sainz, Bottas, Hamilton, Verstappen, Vettel, Pérez, Gasly, Russell, Norris e Ricciardo. O grid estava bem embaralhado, Sainz tinha melhorado a sua marca para 1m13s388, separado de Bottas por 0s344.

O Safety Car virtual foi ativo por conta da batida de Fernando Alonso na curva 18, o piloto espanhol acabou danificando a asa dianteira do carro, mas precisou completar uma segunda volta no circuito, pois já tinha passado da entrada dos boxes. O espanhol ocupava a décima sexta posição.

Com o flow-vis espalhado em parte da asa traseira e um pneu duro de quinze voltas, Verstappen saltou para a primeira posição com 1m13s191, superando Sainz por 0s197.

A primeira meia hora de atividade foi concluída, os dez primeiros eram: Bottas, Verstappen, Sainz, Hamilton, Pérez, Norris, Vettel, Latifi e Russell. Mesmo com os pneus bem gastos – 13 voltas com o médio – Bottas anotou 1m13s131.

Lewis Hamilton superou o companheiro de equipe e também estava investindo na utilização dos pneus médios, o inglês anotou 1m12s995.

Com os pneus macios, Pierre Gasly, assumiu a liderança da atividade com 1m12s929, Carlos Sainz voltou a superar a dupla da Mercedes, para encaixar o carro da Ferrari na segunda posição, anotando 1m12s965. 

Os pilotos acabavam cometendo alguns erros pelo circuito, mas se aproveitavam das pequenas áreas de escape para se livrar de uma batida e retornar ao circuito.

Nos últimos vinte minutos, Pérez passou a testar os pneus macios, enquanto Verstappen investia nos pneus médios. Alguns pilotos também estavam utilizando novos compostos.

Max Verstappen conseguiu melhorar a sua marca, bater o tempo de Gasly e ocupar a primeira posição com 1m12s648, Pérez acompanhou o holandês, anotando 1m12s817, separados por 1s169 do companheiro de equipe. Os três primeiros carros estavam equipados com o motor Honda.

Nos últimos vinte minutos, Pérez passou a testar os pneus macios, enquanto Verstappen investia nos pneus médios. Alguns pilotos também estavam utilizando novos compostos.

Max Verstappen conseguiu melhorar a sua marca, bater o tempo de Gasly e ocupar a primeira posição com 1m12s648, Pérez acompanhou o holandês, anotando 1m12s817, separados por 1s169 do companheiro de equipe. Os três primeiros carros estavam equipados com o motor Honda.

Os últimos minutos de atividade seguiram bem agitados, Sergio Pérez, encaixou o melhor tempo da atividade ao anotar 1m12s536, Sainz voltou a melhorar o seu tempo, para ocupar a segunda posição, enquanto Verstappen foi atrapalhado por Sainz em sua volta rápida.

Não satisfeito o mexicano melhorou ainda mais, anotou 1m12s487 com um pneu macio de 17 voltas, mostrando toda a força da Red Bull neste circuito.

No Top-10 ainda foi possível ver Sebastian Vettel na oitava posição, seguido por Yuki Tsunoda e Kimi Raikkonen.

Sair da versão mobile