ColunistaPostStock Car

Ricardo Maurício supera problemas com o carro para vencer Corrida 2 da Stock Car em Goiânia

Maurício venceu a segunda corrida da Stock Car, estabelecendo mais de seis segundos de vantagem para Campos

A segunda prova foi marcada por disputas, mas sem as batidas que ocorreram na primeira prova. Ricardo Maurício que apresentou problemas durante a classificação, conseguiu disputar a prova normalmente. O piloto da Eurofarma teve uma vitória consistente depois de aproveitar o grid invertido para largar da primeira posição e cruzar a linha de chegada com mais de 6 segundos de vantagem para Julio Campos. Átila Abreu completou o pódio da prova.

Neste domingo a categoria vai realizar a 9ª etapa, mas desta vez usando o anel externo do circuito de Goiânia.

Daniel Serra segue na liderança do campeonato agora com 258 pontos, acompanhado por Gabriel Casagrande que tem 253 pontos. Rubens Barrichello que venceu a Corrida 1 fecha a etapa na terceira posição, acompanhado por Cesar Ramos com 197 pontos e Átila Abreu com 189 pontos.

Saiba como foi a segunda corrida da 8ª etapa da Stock Car disputada em Goiânia

Com a inversão dos dez primeiros colocados, o grid ficou desta forma: Maurício, Di Mauro, Abreu, Campos, Khodair, Baptista, Gomes, Casagrande, Ramos e Barrichello.

Maurício permaneceu na ponta, mas Di Mauro logo perdeu a segunda posição para Abreu. Campos também conseguiu completar a ultrapassagem, mas antes da conclusão da primeira volta, Campos ficou com o segundo lugar, seguido por Khodair, Abreu era o quarto e Di Mauro o quinto. Casagrande rodou e caiu para a vigésima primeira posição. 

A corrida não tinha incidentes na largada como ocorreu na Corrida 1.

O botão de ultrapassagem fora liberado na terceira volta.

O ritmo de Maurício era bom, portanto, o piloto conseguia se firmar na ponta. Casagrande realizou uma parada nos boxes e seguiu a disputa na 20 posição.

Durante a sexta volta, Massa seguia a disputa com Suzuki, buscando a décima quarta posição.

Os pilotos estavam usando os botões de ultrapassagem nas suas estratégias, além disso podiam permanecer se enfrentando para buscar posições melhores.

Os boxes foram abertos na décima volta, tornando a ação bem movimentada pois muitos já queriam se livrar do abastecimento e da troca dos pneus, podendo voltar para as disputas.

Depois que as paradas foram concluídas, os dez primeiros eram: Maurício, Campos, Khodair, Abreu, Camilo, Di Mauro, Gomes, Barrichello, Serra e Osman.

Lapenna foi punido com um drive-trough por um toque na largada na 14ª volta, precisando se dirigir para os boxes.

Maurício estabeleceu uma boa distância para Campos, conseguindo manter a primeira posição quando a corrida já estava se encaminhando para o final. Ramos abandonou a prova na décima quinta posição.

Com o botão de ultrapassagem acionado na décima sétima volta, Abreu acionou para ganhar a posição de Khodair e assumir a terceira posição, acompanhado por Camilo, empurrando assim o piloto da Blau para o quinto lugar.

Maurício venceu a segunda corrida, enquanto Campos garantiu a segunda posição.  Abreu concluiu a corrida na terceira posição. Camilo ficou com o quarto lugar, enquanto Di Mauro conseguiu garantir o quinto lugar, depois de ultrapassar Khodair na última volta.

Foto: reprodução
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados