RallyRedação

Rali: Dupla brasileira faz boa prova na África do Sul

Marcos Baumgart e Kleber Cincea superam quebra no primeiro dia de competição e mostram ritmo fortíssimo para acompanhar líderes na primeira etapa

Teve um pouco de tudo para Marcos Baumgart e Kleber Cincea, piloto e navegador brasileiros que disputaram, no último final de semana, a primeira etapa do Campeonato Sul-Africano de Rali Cross Country (SACCS – South African Cross Country Series). Defendendo a equipe Ford Castrol/NWM, a dupla enfrentou uma quebra, depois pedras, poeira, lama e adversários para terminar a prova em nono lugar na classe FIA com um carro atualizado da classe T.

Foi a estreia do time na classe principal, e enquanto o novo Ford Ranger segue em desenvolvimento para estrear dentro de duas etapas, a dupla brasileira e os sul-africanos Lance Woolridge e Elvéne Vonk competem com uma adaptação do carro com o qual venceram na classe imediatamente inferior em 2019.

“O carro trouxe algumas melhorias importantes e isso fez  muita diferença, principalmente sobre os carros da classe T, a ponto de nos colocar no mesmo ritmo dos T1 FIA”, explicou o navegador Kleber Cincea.

A Mpumalanga 400, em Dullstroom, era composta por duas voltas de 157 quilômetros cada. No primeiro dia, o Ford Ranger de Marcos e Kleber teve uma quebra em uma peça do eixo. “Uma quebra inédita, nunca registrada nestes carros dentro da equipe. Uma fatalidade, pois estávamos em um excelente ritmo”, lamentou Marcos.

No segundo dia, largando entre os últimos carros, os atuais bicampeões brasileiros de rali cross country mostraram ritmo fortíssimo e ultrapassaram vários carros pelos lamacentos 157 quilômetros da segunda volta para concluírem o “loop” com o sexto melhor tempo, a menos de um minuto dos líderes.

“O grid é muito grande, são muitos competidores e em um nível altíssimo, com equipes oficiais de fábrica. Ter sido capaz de imprimir um ritmo desse com um carro de outra classe – mesmo que com algumas atualizações – foi algo muito animador”, apontou o piloto. Woolridge e Vonk finalizaram a etapa no pódio em terceiro lugar.

Os brasileiros não disputam a segunda etapa, que acontece em abril, mas voltam à África do Sul nos dias 22 e 23 de maio para a terceira etapa.

Mostrar mais

Rubens Gomes Passos Netto

Editor-chefe do BP, host do BPCast e colunista.

Artigos relacionados