AutomobilismoColunistaFórmula E

Quali em Puebla: Pascal Wehrlein conquista a pole position com uma volta estelar, Sette Câmara perde 20 posições

Piloto alemão vai mais uma vez largar na frente no México, disputa acirrada com Rowland marcou a sessão

O quali de sábado do EPrix de Puebla deu a pole position a Pascal Wehrlein, que também foi o mais rápido na fase grupos. O alemão conquistou a posição de honra com uma grande volta que lhe garantiu 0.058 de vantagem para Rowland, o segundo colocado. 

A BMW surpreendeu e avançou para a super pole com os dois carros. Jake Dennis larga em terceiro e Max Guenther em quinto. Jean Eric Vergne e Edoardo Mortara fecharam a fase final do quali em 4º e 6º respectivamente.

Os brasileiros tiveram bom ritmo e se classificaram dentro do top 10, com Lucas di Grassi em 8º e Sette Câmara em 9º. No entanto, o piloto da Dragon e seu companheiro de equipe foram punidos por terem trocado dois inversores antes do shakedown e vão largar da última fila.

Grupo 1 – Frijns | de Vries | Vandoorne | Bird | da Costa | Evans

Como de costume, os carros foram para a pista nos últimos momentos do grupo. O tempo apertado fez com que todos iniciassem uma disputa pelas melhores posições antes mesmo de suas voltas rápidas.

Nyck de Vries cruzou a linha faltando dois segundos para o fim do tempo desse grupo e o  que se viu a partir daí foi uma simulação de largada, com os carros andando lado a lado disputando a freada no fim da reta. Robin Frijns fritou pneus e quase foi para a área de escape. O holandês ainda conseguiu o 5º tempo (1:26.146), ficando à frente de Stoffel Vandoorne (1:26.413).

Félix da Costa foi o melhor do grupo com o tempo de 1.24.881, seguido por Evans (1:24.934) e de Vries (1:25.387). Sam Bird fez 1:25.788 com seu Jaguar.

Grupo 2 – Mortara | Dennis | Vergne | Wehrlein | Rast | Rowland

O segundo grupo deixou a garagem com um pouco mais de tempo que o primeiro. Aproveitando a melhora da pista e a folga no relógio, todos os pilotos superaram os adversários do grupo 1 e ocuparam as seis primeiras posições. 

Pascal Wehrlein foi quem levou a melhor ao fazer 1:23.505. Oliver Rowland ficou apenas 0.303 atrás com Jake Dennis logo em seguida (1:23.886). Jean Eric Vergne levou a Techeetah à quarta posição temporária com o tempo de 1:23.996. Edoardo Mortara marcou 1:24.286 e René Rast fez 1:24.818.

Grupo 3 – Sims | Lynn | Guenther | Cassidy | Lotterer | di Grassi 

Guenther foi o primeiro a ir para a pista com boa vantagem sobre a dupla da Mahindra. O alemão pulou para a 5ª posição (1:24.072) e foi o único a se colocar temporariamente na Super Pole. 

Os demais integrantes do grupo se colocaram em posições intermediárias, com Sims ocupando o 7º lugar (1:24.425) e di Grassi conseguindo uma boa volta (1:24.489), ficando uma posição à frente de seu companheiro de equipe. Lotterer marcou 1:24.832, conseguindo um 10º lugar temporário. Apenas Lynn teve um desempenho difícil, 1:25.593 e o 15º posto para ele.

Grupo 4 – Turvey | Sette Câmara | Buemi | Nato | Blomqvist | Eriksson 

Norman Nato deixou a garagem da Venturi pouco depois que o grupo 4 foi autorizado, ele quase perdeu o controle do carro nas últimas curvas e conquistou o 16º lugar com 1:25.730. 

Sette Câmara conseguiu um ótimo 9º lugar com o tempo de 1:24.706, ficando logo atrás de Lucas di Grassi. Seu companheiro de Dragon neste fim de semana conquistou um bom 14º lugar com o tempo de 1:24.992. Turvey anotou 1:25.404 e conseguiu a 17ª posição, bem à frente de seu companheiro de equipe que vai largar do último lugar. 

Norman Nato fez 1:25.730 e vai largar do 19º lugar, enquanto Sebastien Buemi não consegue superar a má fase e será apenas o 21º (1:25.809).

Super pole – Mortara | Guenther | Vergne | Dennis | Rowland | Wehrlein

Mortara – Muitos problemas na volta rápida de suíço. Ele errou a freada da curva 1 e quase acertou o muro, ele ainda cometeu o mesmo erro poucas curvas depois. Foram cerca de 2.7 segundos perdidos e ele ficou com o tempo final de 1:27.217.

Guenther – Com desempenho melhor que o de Mortara, Guenther foi dois segundos mais rápido que o piloto da Venturi. Ainda assim, o alemão da BMW não conseguiu um grande tempo, marcando 1:25.095.

Vergne – O bicampeão não enfrentou grandes problemas em sua volta, ele foi quase um segundo mais rápido que Guenther, fazendo 1:24.282. 

Dennis – O novato da BMW apresentou uma performance impressionante. Baixando todas as parciais de Vergne, Jake Dennis fechou sua volta com quatro décimos de vantagem 1:23.879

Rowland – O grande nome do dia não decepcionou em sua volta rápida na super pole. O piloto da Nissan tirou 0.041 do tempo de Dennis e anotou 1:23.838.

Wehrlein – Com a chance nas mãos, Pascal Wehrlein explorou todos os limites da pista, inclusive deslizando nas últimas curvas. O alemão conquistou sua segunda pole na Fórmula E com apenas 0.058 de diferença para Rowland e o tempo de 1:23.780.

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados