ColunistaFórmula 1Post

Pirelli testará novos pneus traseiros durante os treinos livres do GP da Áustria

A Pirelli fornecerá para as equipes dois jogos de pneus para teste no próximo GP, com a intenção de melhorar os compostos desta temporada

A Pirelli, em acordo com a FIA e as equipes de Fórmula 1 testará novos pneus traseiros nos treinos livres do GP da Áustria – a próxima rodada que será disputada no Red Bull Ring. A ideia da fornecedora é melhorar a construção dos compostos, deixando-os ainda mais resistentes.

Como afirma o comunicado da fornecedora: “Esta decisão foi tomada além da diretiva técnica recentemente emitida e dos parâmetros de largada mais recentes prescritos pela Pirelli, visto que atualmente não é possível monitorar as condições de operação em tempo real. Isso permanecerá assim até o próximo ano, quando os sensores padrão do Sistema de Monitoramento da Pressão dos Pneus (TPMS) serão introduzidos em todas as equipes.”

Depois dos estouros dos pneus que ocorreram no GP do Azerbaijão, com os pneus de Max Verstappen e Lance Stroll, a Pirelli precisou realizar alguns ajustes e aumentou a pressão dos compostos, para garantir a sua integridade.

Na próxima sessão de treinos livres, os pilotos vão receber dois jogos de pneus novos, disponíveis para o uso em qualquer sessão de treinos da sexta-feira do GP da Áustria. Se os testes forem bem-sucedidos, os pneus serão introduzidos em Silverstone.

“Com esta nova estrutura, a Pirelli oferece um pneu que pode garantir níveis ainda maiores de integridade sob as condições extremas que podem ser geradas pelos carros atuais”, disse a Pirelli em seu comunicado.

Pirelli testará pneus traseiros após acidente de Max Verstappen e Lance Stroll no GP do Azebaijão – Foto: reprodução

As equipes podem ir contra a mudança, pois a introdução de novos pneus, poderiam fazer as equipes necessitarem de alterações em seus carros, para melhorar o desempenho com aqueles compostos. Mas por motivos de segurança, para que o restante da temporada possa ocorrer, a FIA pode exigir a sua utilização.

Vale lembrar que para a temporada 2021, a Pirelli já reforçou os seus compostos e também exigiu mudanças aerodinâmicas nos carros de Fórmula 1. Mas as equipes seguem o desenvolvimento dos seus carros e parte da perda de downforce gerada no início da temporada já foi recuperada.

As equipes e pilotos estão reclamando dos pneus há muito tempo, principalmente com relação a sua duração. Os times têm uma preferência de trabalhar com apenas uma parada e os pneus nem sempre conseguem durar e manter a sua performance por muito tempo. Os compostos começam a granular e estão sofrendo drasticamente com temperaturas altas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados