ColunistaFórmula 1Post

Pirelli: Estatísticas e estratégias, o que rolou durante o GP de 70 Anos

Uma gama de pneus mais macios que proporcionaram uma corrida dinâmica e disputada

No GP dos 70 Anos, podemos dizer que a Pirelli acertou na escolha dos pneus, os compostos mais macios proporcionaram uma dinâmica completamente diferente, possibilitando mais pit stops e estratégias variadas.

Silvestone foi o palco da primeira corrida realizada valendo para o campeonato mundial de Fórmula 1 e que contou com vitória de Giuseppe Farina da Alfa Romeo. E em 2020 tivemos o circuito recebendo duas provas do campeonato, onde uma disputa intensa foi travada entre as Mercedes comandadas por Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, contra o carro da Red Bull de Max Verstappen.

Escute o podcast: BPCast § 112 | Review do GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1
Pit Stop de Max Verstappen em disputa direta com a Mercedes - Foto: Red Bull Racing
Pit Stop de Max Verstappen em disputa direta com a Mercedes – Foto: Red Bull Racing

A Performance de cada Pneu

Vale ressaltar que em todas as corridas vamos ter um pneu mais duro e um mais macio, a Pirelli trabalha com uma escala que vai do C1 ou C5, onde o primeiro é o mais duro e o último o mais macio.

C2 – Faixa Branca, Duro: Este foi o pneu que determinou a vitória de Verstappen. O holandês marcou a melhor volta do Q2 com o composto, desta forma conseguiu permanecer mais tempo na pista e pressionar a dupla da Mercedes.

C3 – Faixa Amarela, Médio: Este foi o composto utilizado para o GP da Inglaterra, naquela corrida ele foi nomeado como macio. Na prova dos 70 Anos, ele foi escolhido por muitos pilotos para a largada, mas não tinha muita durabilidade, Ricciardo utilizou ele três vezes durante a prova.

C4 – Faixa Vermelha, Macio: O pneu que definitivamente não agradou e os pilotos reclamaram de como a goma acabava rapidamente no circuito abrasivo de Silverstone. No entanto, Hulkenberg terminou a prova com ele, o alemão instalou o composto na volta 44 e foi até o fim da prova.

Estratégias de pneus - Foto: Pirelli
Estratégias de pneus – Foto: Pirelli

Zona de Conforto

Equipes e pilotos foram tirados da zona de conforto e isso foi bem legal, pois provocou a Guerra das Estratégias e Pneus. As bolhas apareceram mais já era algo esperado, pois até nos compostos mais duros da gama utilizados no GP anterior, elas apareceram.

Charles Leclerc foi o piloto que deu mais voltas com os duros, o monegasco completou 34 giros no circuito. Raikkonen permaneceu 25 voltas com os médios, enquanto Hulkeneberg completou 8 voltas com os macios.

Volta mais rápida realizada com cada composto

Volta mais rápida realizada com cada composto – Foto: Pirelli

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados