ColunistaFórmula 1Post

Pirelli divulga seleção de compostos para a temporada 2021

A Pirelli apresentou um plano com os pneus que vão ser utilizados nos 23 circuitos em 2021, como uma forma de preparar as equipes para o ano

A Pirelli divulgou nesta sexta-feira (19) os compostos que serão utilizados em cada rodada da Fórmula 1 em 2021. O plano segue a distribuição de três tipos de pneus slick para cada circuito, se baseando na gama de pneus disponível para a temporada (C1 – C2 – C3 – C4 e C5).

Nesta temporada a Fórmula 1 vai disputar 23 etapas, as escolhas da Pirelli são bem parecidas com as estabelecidas na última temporada. A combinação C2 – C3 e C4 é a que mais se repete, eles são os compostos intermediários da gama, onde o C1 corresponde ao pneu mais duro e o C5 ao mais macio.

Vale lembrar que nesta temporada a Fórmula 1 vai passar pelo Azerbaijão e Brasil, provas que não foram realizadas na última temporada, em 2019 quando foram realizadas a Pirelli não encontrou a performance esperada com os pneus mais duros e desta vez decidiu investir nos mais macios da gama. Além disso a fornecedora terá dois novos desafios neste ano: as provas que serão realizadas na Holanda e Arábia Saudita.

LEIA MAIS: Para a implementação dos novos compostos de 2022, Pirelli terá mais tempo para realizar testes

A Pirelli aponta que a terceira etapa que estava em aberto no campeonato da F1, será realizada em Portugal. Durante a reunião da Comissão da F1, a FIA já havia manifestado o desejo de realizar outra prova no Algarve neste ano. Para a prova a fornecedora de pneus aposta nos compostos mais duros da gama. A

Assim como no ano passado, a Pirelli vai manter a alocação fixa dos pneus, cada piloto receberá treze conjuntos: dois conjuntos de pneus duros, três de pneus médios e oito de pneus macios. No entanto, A FIA reserva o direito de realizar alguma alteração na seleção até quinze dias antes da realização de cada corrida, caso a exista necessidade por conta das exigências técnicas do circuito.

Distribuição de Compostos na temporada 2021 da Fórmula 1 – Foto: Pirelli

“Anunciar todas as seleções para o ano agora ajudará as equipes e os pilotos com seu planejamento, permitindo também a máxima flexibilidade caso o calendário tenha que mudar devido a restrições da Covid-19, como vimos no ano passado”, informou Mario Isola, representante da Pirelli na Fórmula 1.

“As seleções em si são em geral semelhantes às do ano passado, o que significa que as equipes devem ter muitos dados para recorrer, mas temos duas corridas em que as nomeações são mais fáceis. O primeiro é o Azerbaijão, onde nosso pneu duro C2 não foi usado da última vez, então agora vamos com a seleção mais macia de todas: C3, C4 e C5. Depois temos o Brasil, para onde vamos levar o C2, C3 e C4 este ano, pois o C1 que foi selecionado como a escolha mais dural da última vez não mostrou uma vantagem particularmente grande em termos de desgaste sobre o médio.”

LEIA MAIS: Parte 1- A atuação dos pneus Pirelli na Fórmula 1
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados