ColunistaFórmula 1Post

Os pneus escolhidos pela Pirelli para o GP da Toscana

O circuito de Mugello é bem abrasivo, desta forma a Pirelli optou pela gama de pneus mais duros para a rodada

O primeiro GP da Toscana é o auge da expectativa, pois é um circuito novo para a F1. Neste fim de semana a Ferrari vai completar 1000 corridas no circuito, sendo um momento histórico para o time. A MotoGP utiliza o traçado nas suas competições, por ser um circuito rápido e desafiador.

Uma pista totalmente nova para os estrategistas e mesmo utilizando os pneus já conhecidos C1 (Faixa Branca – Duro), C2 (Faixa Amarela – Médio) e C3 (Faixa Vermelha – Macio), as possibilidades são variadas.

A Pirelli optou por esta gama, pois Mugello não esteve presente antes no calendário da F1 e a seleção escolhida é para evitar imprevistos. O calor deve ser intenso, outro motivo que torna a escolha complicada, principalmente por conta da degradação provocada pelas temperaturas elevadas e o asfalto abrasivo.

Os pilotos vão completar 59 voltas em um circuito que 5.245KM. 

Gráfico Pirelli para Mugello - Foto: Pirelli Motorsport
Gráfico Pirelli para Mugello – Foto: Pirelli Motorsport

Curiosidades

A pista fica localizada na pista nas colinas da Toscana, há várias mudanças de elevação no circuito de Mugello. O circuito atual foi inaugurado em 1974, mas existem relatos de corrida na região de 1914.

São quinze curvas de média e alta velocidade e cada uma foi projetada dentro de um layout técnico, onde os pilotos buscam manter a maior velocidade, buscando uma condução perfeita.

Confira: A Pirelli vai realizar testes em Portugal para definir os compostos de 2021

Já foi utilizada para testes da Fórmula 1, mas já tem muito tempo que não é utilizada pela categoria.

Sobre Mugello Mario Isola, Chefe da Pierelli na F1, disse: “Mugello é uma adição fantástica ao calendário do Campeonato Mundial com um significado particular para a Pirelli, já que foi onde testamos pela primeira vez os nossos pneus de Fórmula 1 em agosto de 2010, apenas dois meses após o nosso acordo com a categoria ter sido anunciado e passamos a ser fornecedores em 2011.”

“É um circuito espetacular e muito rápido que certamente exigirá muito dos pneus, e é por isso que selecionamos os compostos mais duros. Como acontece com qualquer novo local, Mugello representa o desconhecido para a maioria dos pilotos e uma folha de papel totalmente em branco quando se trata de estratégia. Os treinos livres serão particularmente cruciais para coletar o máximo de dados possíveis e provavelmente veremos equipes dividindo os seus programas para obter o máximo de informações possível sobre cada pneu em todas as circunstâncias”, completou.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo