ColunistaDestaquesFórmula E

Oliver Rowland conquista sua primeira vitória na Fórmula E em corrida desastrosa para os brasileiros

O piloto da Nissan assumiu a vice-liderança do campeonato enquanto Massa e Sette Câmara despencaram no grid e di Grassi teve um pneu furado, além de ser punido por causar um acidente

Ainda sob os efeitos de um Quali embaraçoso, a penúltima etapa da temporada foi mais problemática do que movimentada. Pelo menos faltou muito do que nós esperávamos. Mas a nem por isso a corrida foi ruim, Oliver Rowland que o diga. O britânico que largou da pole  conquistou sua primeira vitória na Fórmula E em uma corrida em que quase não teve sua liderança ameaçada, Robin Frijns se manteve sempre por perto, mas fez uma corrida mais conservadora, largando e chegando na segunda posição. 

Ao contrário dos dois primeiros lugares, a terceira posição foi extremamente disputada. Rene Rast sofreu para recuperar o lugar perdido para Andre Lotterer que teve atuação brilhante na corrida de hoje. Os dois tiveram um pequeno toque no final da prova que entrou em investigação, mas não resultou em nada por ter sido acidente de corrida. 

A Mahindra de Alex Lynn finalmente conseguiu aguentar o tranco e o piloto ficou com quinto lugar. Neel Jani marcou seus primeiros pontos no campeonato por ter sido o 6º a cruzar a linha de chegada. Mitch Evans mantém as esperanças vivas rumo à vice-liderança, não só por chegar em 7º, mas também porque seus principais rivais tiveram resultados muito ruins. Mortara ganhou posições e terminou no 8º lugar. Vandoorne e Buemi fizeram corridas de recuperação ainda melhores e fecharam os 10 primeiros. 

Os carros de Felipe Massa e Sérgio Sette Câmara tiveram quedas consideráveis de rendimento e os dois que conseguiram se classificar bem, terminaram a corrida em 13º e 15º respectivamente. Lucas di Grassi teve um pneu furado, provavelmente, por causa de detritos deixados pelo carro de Sam Bird que se envolveu em um acidente logo no começo da corrida. Di Grassi também recebeu uma punição de 5 segundos por colidir em Antonio Félix da Costa. 

Jean-Eric Vergne foi punido com um drive-through por causa de uma irregularidade na bateria e não conseguiu se recuperar na corrida, o francês perdeu a vice-liderança do campeonato para Oliver Rowland.

SAIBA COMO FOI A CORRIDA

As posições dos líderes foram mantidas na corrida. Mais atrás, um acidente entre Bird e Müller levou o piloto da Virgin à penúltima posição. Os 4 campeões que largaram das últimas posições logo passaram Daniel Abt e da Costa já era o 16º. Massa se manteve em 8º, Mortara passou Sette Câmara, o brasileiro caiu para 10º.

Mais uma vez com problemas, Max Guenther abandonou a corrida ainda nas primeiras voltas. 

Apesar do acidente no início da prova, Sam Bird só foi para os boxes para fazer reparos no carro aos 13 minutos de corrida. Nico Müller foi o primeiro a ativar o modo ataque. Neel Jani foi o primeiro entre os líderes a passar pela zona de ativação.

Rowland quase perdeu a liderança para Frijns ao ativar o Modo Ataque, mas conseguiu se manter onde estava. Da Costa não teve a mesma sorte e perdeu duas posições ao passar pela zona de ativação. Sette Câmara tem perda ainda pior, 3 posições ao todo. 

Vergne foi punido com drive through por estar com a bateria mais fria do que o permitido. 

Lucas di Grassi rodou ao tentar ultrapassar Félix da Costa, o brasileiro estava com o pneu traseiro direito furado e atingiu o carro da Techeetah. Lucas foi punido com o acréscimo de 5 segundos. 

Rowland fez a volta mais rápida 1:17.886 até então. Fanboost ganhados por Evans, Lotterer, Abt, da Costa e Vandoorne.

Com perda de rendimento, Massa caiu para 14º após ser ultrapassado por da costa. Aos poucos, Vandoorne subia no grid, já era o 11º, assim como Mortara que chegava ao 7º lugar.

Faltando 20 minutos para o fim da prova, os 10 primeiros eram Rowland, Frijns, Jani, Lotterer, Lynn, Rast, Mortara, Blomqvist, Evans e Sette Câmara. 

Com os carros muito próximos, vários pilotos perderam posições durante a ativação do Modo Ataque, Blomqvist, por exemplo, perdeu 3. Assim, como Jani que caiu para 6º, bom para Lotterer que chegou ao 3º lugar após a queda do companheiro de equipe. Lotterer ainda colou em Frijns quando o piloto da Virgin buscou o Modo Ataque. 

Enquanto traçava a estratégia pelo rádio, Lotterer usou o Fanboost antes de pegar o Modo Ataque e aumentar a distância para os carros de trás, a estratégia lhe rendeu a perda de apenas uma posição que foi recuperada logo em seguida.

Sette Câmara caiu para 16º e de Vries fez a melhor volta 1:17.710.

Escalando pelotão, da Costa e Buemi chegaram a 11º e 12º. Buemi ultrapassou o português e da Costa também perdeu a posição para Sims que estava com a energia extra no carro.

Com menos de cinco minutos para o fim da prova, na parte da frente do grid, Frijns diminuiu a distância para Rowland de 2.0 para 1.4 segundos. No finalzinho do Modo Ataque, Rast iniciou novas investidas em Lotterer. O piloto da Audi buscou o terceiro lugar de todas as formas, mas Lotterer se manteve à frente. 

Rowland abriu a última volta com apenas 3% de bateria. E Rast não desistiu de perseguir Lotterer. Nas últimas curvas os dois se tocaram e Rast ganhou o 3º com o carro danificado na parte dianteira esquerda. Robin Frijns ficou com a segunda posição e Oliver Rowland conquistou sua primeira vitória da Fórmula E. Lynn conseguiu ficar dentro do top 5 com um carro que finalmente mostrou bom ritmo durante toda a prova. Neel Jani conquistou seus primeiros pontos na sexta posição. Mitch Evans deu um breve respiro no campeonato ao chegar em 7º. Mortara, Vandoorne e Buemi completaram o top 10 em ótimas corridas de recuperação.

O campeão Félix da Costa acabou não completando a prova, o carro do português desligou nos últimos metros e ficou sem energia. 

Com a vitória improvável, Rowland chegou ao mais improvável ainda 2ª lugar no campeonato com 83 pontos. Vergne é o 3º com 80 e Evans o 4º com 71. Andre Lotterer aparece em 5º com a mesma pontuação do piloto da Jaguar.

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados