ColunistaFórmula 1Post

Mercedes domina ponta no TL1, com Valtteri Bottas ocupando a primeira posição em Paul Ricard

Dupla da Red Bull marca pilotos da Mercedes, ocupando o 3ª e o 4º lugar nesta primeira atividade realizada em Paul Ricard

Neste fim de semana o início das atividades para o GP da França acaba marcando o começo de uma rodada tripla no calendário 2021 da Fórmula 1. Com o retorno ao autódromo, existe muita expectativa com relação ao desempenho dos carros e nesta primeira atividade tivemos a dupla da Mercedes dominando a ponta. Valtteri Bottas ficou com a liderança ao anotar 1m33s448, seguido por Lewis Hamilton com 1m33s783.

A dupla da Red Bull está ‘marcando’ o time alemão, Max Verstappen ficou com o terceiro lugar (1m33s880), seguido por Sergio Pérez. Esteban Ocon e Fernando Alonso são um destaque neste top-10, pois o piloto francês que acabou de renovar o contrato com a Alpine ficou com o quinto lugar, enquanto o espanhol era o sétimo colocado.

Daniel Ricciardo fechou a sessão na sexta posição à frente de Lando Norris que ficou com o nono lugar. Completando este top-10 ainda foi possível ver Pierre Gasly em oitavo e Yuki Tsunoda em décimo.  

A dupla da Ferrari até figurou entre os dez primeiros, mas fechou a atividade com Charles Leclerc em décimo primeiro e Carlos Sainz no décimo sexto lugar.

Saiba como foi o Primeiro Treino Livre para o GP da França

Quando a atividade começou a temperatura na pista estava na casa dos 39°C, com 25°C no ambiente.

Na Williams Roy Nissany ganhou a oportunidade de testar, o piloto da Fórmula 2 estava ocupando o assento de George Russell. 

Logo no início dos treinos livres foi possível ver Mick Schumacher da Haas e Yuki Tsunoda da AlphaTauri cometendo erros na pista. O primeiro perdeu a traseira do carro na curva 3, enquanto o segundo rodou na curva 15.

Os primeiros tempos começaram a aparecer rapidamente e Carlos Sainz já estava na ponta com 1m36s745, seguido por Lando Norris com 1m37s304 e Sergio Pérez com 1m37s311. Valtteri Bottas que ocupava a décima quinta posição, precisou retornar para os boxes após danificar a asa dianteira.

Com dez minutos de atividade Max Verstappen assumiu a liderança da tabela de tempos com 1m34s139, também utilizando os pneus duros. E logo Lewis Hamilton foi aparecendo na sessão, após encaixar o segundo melhor tempo com 1m34s833, após superar Carlos Sainz que tinha 1m35s342.

Grande parte dos pilotos estava trabalhando com os pneus duros, enquanto Charles Leclerc usava os pneus médios e Vettel, Stroll e Nissany estavam com os pneus macios instalados.

Após quinze minutos de sessão, Sebastian Vettel perdeu a traseira do seu Aston Martin, extravasou a curva 11 e bateu no muro de contenção. O alemão conseguiu retornar aos boxes, mas estava com os pneus bem danificados, justamente por conta da pista e por ter tido contado com as faixas vermelhas – que são mais porosas, justamente pata desacelerar os carros.

Alguns pilotos realizaram uma breve pausa nos boxes, instalaram os pneus macios e partiram para buscar voltas melhores em Paul Ricard. Foi o caso de Lewis Hamilton que saltou para a ponta com 1m33s783, mas pouco depois Valtteri Bottas superou o companheiro de equipe com 1m33s448.

Carlos Sainz foi mais um piloto que acabou perdendo a traseira do carro e passou reto na curva 4.

Com a conclusão dos 30 minutos de atividade, os dez primeiros eram: Bottas, Hamilton, Verstappen, Pérez, Alonso, Ricciardo, Ocon, Norris, Sainz e Tsunoda. Mas com vários pilotos testando os pneus macios, as posições começavam a se alternar, com isso Antonio Giovinazzi da Alfa Romeo saltou para a oitava posição após ocupar o décimo quarto lugar, enquanto Raikkonen assumiu a nona posição.

Nesta atividade, algumas equipes estavam formando duplas na pista, era o caso de Mercedes, Red Bull, McLaren e Alfa Romeo. Neste retorno ao autódromo, algumas questões relacionadas ao desempenho acabam chamando a atenção, principalmente este retorno da Mercedes à ponta, enquanto a dupla da Ferrari está sendo superada pela McLaren.

Lewis Hamilton conta com duas vitórias em Paul Ricard, onde acaba se tornando um favorito pelos resultados obtidos.

Os últimos minutos de atividade ainda foram marcados pelas voltas rápidas, com Pierre Gasly ocupando a oitava posição. A dupla da Alfa Romeo já tinha deixado o top-10 por conta dos tempos conquistados por outros pilotos. A Mercedes passou a testar a durabilidade dos compostos próximo do final da sessão.

A baixa aderência na pista ainda é uma questão, pois este é só o início das atividades. Mas conforme as sessões vão avançando, a pista vai ganhando mais borracha e ajudando no desempenho dos pilotos.

Algumas lombadas na pista que também foram adicionadas estão deixando os pilotos e equipes com raiva, pois asas já foram danificadas e os carros podem enfrentar novos problemas. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados