McLaren lida com falta de ritmo e confiabilidade em sexta-feira de treinos livres

Sainz e Norris relataram a falta de ritmo da McLaren e os principais problemas no TL2. O time sentiu a mudança de traçados no Bahrein

A McLaren não conseguiu bons resultados nos treinos livres realizados nesta sexta-feira (04), o time esteve completamente apagado e os problemas de confiabilidade no TL2 vão exigir um pouco mais de trabalho da equipe.

De uma semana para a outra a McLaren enfrentou a queda de desempenho, Carlos Sainz enfrentou um problema na caixa de câmbio, enquanto Lando Norris passou por uma zebra e danificou o assoalho do carro, antes de ser identificado um problema na unidade de potência que acabou com a sua sessão.

Confira: George Russell domina sexta-feira e lidera mais uma atividade em Sakhir

Sobre a dificuldade que a McLaren está enfrentando, Carlos Sainz disse: “Não sei, estou um pouco confuso, surpreso, com o quanto isso pode mudar de um final de semana para outro, mas é o que aconteceu. A Fórmula 1 sempre traz esse tipo de surpresas e agora precisamos reagir, encontrar maneiras e ver onde podemos obter algum desempenho.”

“A frustração não vem de um pequeno problema de confiabilidade, mas sim do ritmo perdemos do último fim de semana para este em questão de cinco dias. Apenas uma ligeira mudança de direção do vento, um pouco mais forte, uma configuração de pista diferente e, de repente, você está entre os cinco primeiros no último fim de semana para encarar um décimo lugar.”

Confira: George Russell estreia pela Mercedes com melhor tempo estabelecido no TL1 em Sakhir

Norris se culpou um pouco sobre os danos provocados no assoalho que depois se somaram aos problemas com a unidade de potência. “Quer dizer, sou parcialmente culpado por algumas coisas. Cometi um erro na Curva 2, passei um pouco do limite da zebra na saída, o que danificou o chão, o que significa que tivemos que mudar isso.”

Confira: Raio-X do GP do Bahrein

A McLaren é a atual terceira colocada no campeonato de construtores, com 17 pontos de vantagem, mas não pode se descuidar da competição.

Sair da versão mobile