ColunistaFórmula 1Post

Max Verstappen permanece na ponta, enquanto Valtteri Bottas roda nos boxes

Verstappen domina mais um treino livre. Desta vez o holandês foi seguido por Daniel Ricciardo que ficou com a segunda posição

O TL2 foi marcado pelo risco de chuva, desta forma as equipes não perderam tempo e logo liberaram os seus pilotos para a pista. Max Verstappen encerrou a sexta-feira (25) como o piloto mais rápido da sessão depois que anotou 1m05s412. Além disso, o holandês também foi o mais rápido no TL1, se destacando neste embate entre Red Bull e Mercedes.

Foi Daniel Ricciardo que surpreendeu, assumindo a segunda posição com a McLaren. O grid segue bem misturado, pois Esteban Ocon ficou com a terceira posição, seguido por Lewis Hamilton e Fernando Alonso. Dois carros da Alpine entre os cinco primeiros colocados, andando por toda a atividade entre os primeiros colocados.

Ainda sobre os destaques da sessão, é importante lembrar que até mesmo a Aston Martin esteve liderando este treino livre. Mas Sebastian Vettel ficou com o sexto lugar, enquanto Lance Stroll foi o oitavo. Entre a dupla da Aston Martin foi possível ver Lando Norris.

Sergio Pérez e Antonio Giovinazzi completaram o top-10. As equipes testaram principalmente a durabilidade dos pneus macios, o italiano da Alfa Romeo fez o último stint com 18 voltas nestes compostos.

Enquanto a McLaren esteve no top-10, a Ferrari teve uma sessão bem apagada, depois dos problemas na França, é esperado que a equipe italiana enfrente problemas neste circuito.

A Fórmula 1 retorna neste sábado às 7h pelo horário de Brasília para a realização do TL3, a sessão que será antes da classificação.

Saiba como foi o Segundo Treino Livre para o GP da Estíria

A temperatura na pista estava na casa dos 43°C, com 22°C no ambiente. O risco de chuva estava nos 80%.

Por conta deste risco de chuva, assim que a pista foi liberada, os pilotos formaram uma fila no pit-lane e foram rapidamente liberados para o circuito. Eles estavam usando os pneus médios e duros principalmente neste início. Compostos que são importantes para a prova de domingo.

Kimi Raikkonen retornou para o seu carro após Robert Kubica participar do TL1.

Os tempos na tabela não demoraram para aparecer, Max Verstappen assumiu a liderança da atividade após anotar 1m06s722, usando os pneus duros. Fernando Alonso estava na segunda posição com 1m06s984, mas o piloto da Alpine estava com os pneus médios.

Os pilotos apontavam os primeiros pingos de chuva pela pista, mas seguiam completando voltas pelo circuito.

Pierre Gasly não participará do TL2, pois a Honda identificou um problema na sua unidade de potência. Um resultado ruim, já que o piloto francês ficou com a segunda posição no TL1.

Com menos de dez minutos de atividade, Alonso saltou para a primeira posição com 1m06s651. No entanto, Max Verstappen cravou 1m06s358 e Lewis Hamilton assumiu a ponta com 1m06s358.

Carlos Sainz perdeu o carro na curva cinco e rodou, mas o piloto da Ferrari conseguiu retornar para o circuito.

Após 15 minutos de atividade os dez primeiros eram: Verstappen, Bottas, Hamilton, Pérez, Alonso, Ricciardo, Norris, Leclerc, Tsunoda e Ocon. Entre os dez, apenas Bottas estava usando os pneus macios. Alguns pilotos estavam dando uma rápida passagem nos boxes para instalar os pneus macios. 

E neste momento que a dupla da Aston Martin com os pneus macios apareceu na ponta da tabela de tempos, Sebastian Vettel anotou 1m05s934, com Lance Stroll na segunda posição, cravando 1m06s079.

A liderança da atividade ficou se alternando, Hamilton tinha 1m05s796, contra 1m05s790 anotado por Esteban Ocon. Nicholas Latifi rodou na curva seis, quando a traseira do carro saiu. O piloto da Williams que ocupava a última posição foi rapidamente para os boxes. Algo semelhante ocorreu com Nikita Mazepin na curva cinco.

Quando os pilotos concluíram a primeira meia hora, os dez primeiros eram: Verstappen, Ricciardo, Ocon, Hamilton, Alonso, Vettel Norris, Stroll, Pérez e Sainz. O holandês retornou para a ponta com 1m05s412, enquanto Hamilton teve uma volta deletada por extravasar os limites de pista da curva 10. Desta forma Daniel Ricciardo assumiu a segunda posição, ficando separado por 0s336 do holandês.

E mais uma vez os últimos minutos de atividade foram escolhidos pelas equipes para a verificação da duração dos compostos. As equipes passaram a praticar as voltas em modo de simulação de corrida.

Giovinazzi superou mais uma vez a dupla da Ferrari, o italiano apareceu no top-10, com a décima posição, mas Carlos Sainz foi o P12 e Leclerc o P15.

Se os comentários não estão favoráveis para Valtteri Bottas, o piloto da Mercedes rodou dentro do pit-lane, pouco depois de realizar uma troca de pneus e partir para a utilização dos compostos duros. O incidente será investigado após o encerramento do TL2. O piloto da Mercedes testaria a durabilidade dos compostos. 

Com o encerramento da atividade, quem ainda permaneceu na pista teve pode testar a largada na reta dos boxes. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados