ColunistaDestaquesFórmula 1Post

Max Verstappen no topo da lista?

Christian Horner fala sobre Max Verstappen, o seu contrato com a Red Bull, além da sua possível ida para a Mercedes no futuro

Em 2020 várias equipes modificaram as suas duplas de pilotos para a temporada 2021, mudanças pontuais, contratos mais curtos, mas todos ligados no mercado de pilotos para as futuras alterações. Lewis Hamilton levou mais tempo do que o esperado para assinar o seu contrato com a Mercedes, isso abriu margem para várias pessoas apostarem em George Russell guiando pelo time alemão, mas ainda não era hora de o inglês parar.

Com o atual grid vemos vários jovens pilotos que podem conquistar um título, afinal eles mostram muita garra em suas disputas – e alguns já se encontram em times fortes – mas sempre uma pergunta volta, e Max Verstappen? O piloto segue na Red Bull ou será um alvo da Mercedes caso Lewis Hamilton decida se aposentar?

O holandês chama a atenção pelo seu estilo de pilotagem agressivo, Verstappen consegue extrair muito do carro da Red Bull que ainda apresente um certo déficit ao equipamento utilizado por Hamilton na Mercedes. Max tem contrato com a Red Bull até 2023, mas como bem pontuado na live do Boletim do Paddock sobre a equipe, Sergio Pérez já provou em 2020 que mesmo contratos longos podem ser quebrados.

O chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner aproveitou para falar o que ele acha sobre uma possível substituição de Hamilton por Max: “Tenho certeza de que se Lewis decidir parar, então Max naturalmente será o piloto no topo da lista, mas eles também têm George Russell. Eles também têm outros pilotos obviamente disponíveis para eles.”

(Foto: Mark Thompson/Getty Images)

A próxima temporada gera muita incerteza, mesmo com o poder que a Mercedes tem hoje, ainda é difícil afirmar que eles vão continuar no topo. 2022 será basicamente um novo campeonato por conta de todos os ajustes realizados nos regulamentos.  

“Tudo se resume a relacionamentos e à produção de um carro competitivo. Não há garantias para 2022 quando as novas regulamentações forem introduzidas. É uma folha de papel totalmente em branco. Portanto, se houver uma confusão significativa no entendimento, pode-se supor que será com aquela grande mudança de regulamentação.”

LEIA MAIS: Para seguir com o programa de motores, Red Bull assumirá tecnologia da Honda

Horner afirma que vários pilotos fecham os seus contratos dispondo de cláusulas de desempenho, mas ele também está confiante que com o novo projeto de motores da Red Bull, seja possível ter um bom carro.

“Veja, todos os pilotos contam com clausulas de desempenho e a realidade é que sempre houve, há um elemento de desempenho relacionado ao contrato de Max. Eu não vou entrar no que é isso. Não se relaciona com a unidade de potência de forma alguma. É apenas um desempenho binário em um determinado tempo.”

“Porém, como acontece em todas essas coisas, para forçar um piloto que não quer estar lá, é mais uma questão de relacionamento do que contratos e você só tira um contrato da gaveta quando tem um problema.”

“Pela minha experiência, acho que a relação com o Max é muito forte. Ele acredita no projeto, acredita no que estamos fazendo. Ele vê o investimento que a Red Bull está fazendo e esse recente compromisso com o powertrain. Ele acredita nas pessoas dentro da equipe e no trabalho dentro da equipe”, explica Horner

(Foto: Getty Images/Getty Images)

A Red Bull não nega os esforços que faz para manter Max Verstappen no time, o piloto é realmente competente e apresenta uma boa entrega.

“Portanto, estou confiante de que não precisaremos nos referir a nenhuma cláusula contratual. Acho que, no final das contas, caberá a nós entregar um carro competitivo. Isso é o que ele quer, é o que nós queremos. Ele precisa disso. Precisamos disso. Portanto, nesse aspecto, estamos ambos em uma situação idêntica.”

Nesta temporada a Red Bull vai contar com Sergio Pérez, mas por conta da ‘entrega’ que eles têm com Max Verstappen, é sem dúvidas uma temporada de muita expectativa com a nova dupla. A Honda segue desenvolvendo o motor para a Red Bull neste ano, para em 2022 o time assumir o projeto. 

Aproveite para conferir a nossa live sobre a Red Bull:

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados