ColunistaFórmula 1Post

Max Verstappen fica com a liderança do TL3, superando Valtteri Bottas por 0s747

A briga entre Verstappen e a dupla da Mercedes segue bem acirrada. Mas o grid ficou um pouco mais equilibrado nesta atividade

Nesta preparação para a classificação, a atividade teve movimentação, mas as coisas ocorreram de forma mais lenta. No entanto, nos últimos minutos do TL3 Max Verstappen cravou 1m31s300, batendo os tempos estabelecidos pela dupla da Mercedes. Mas o marco mesmo foi o holandês superar Valtteri Bottas, um piloto que está mostrando muita consistência durante os treinos livres em Paul Ricard.

A atividade deste início de sábado deixou o grid bem misturado, ele foi finalizado com Carlos Sainz na terceira posição que anotou 1m32s195, enquanto Sergio Pérez era o quarto colocado. Lewis Hamilton que esteve ocupando as primeiras posições desde o início da sessão, ficou com o quinto lugar.

Nesta briga Ferrari e McLaren, Lando Norris ficou com a sexta posição, enquanto Daniel Ricciardo fechou em décimo e Charles Leclerc foi apenas o décimo primeiro, mesmo figurando entre os dez primeiros em parte da atividade.

Ainda vale destacar o trabalho da Alpine, pois durante todo o fim de semana Fernando Alonso e Esteban Ocon estiveram no Top-10. O resultado neste TL3 pode indicar que a classificação da equipe será forte.

Pierre Gasly completou a sessão no nono lugar.

Algumas voltas foram deletadas já que os pilotos extravasaram os limites de pista, as regras são rígidas em Paul Ricard.

Saiba como foi o Terceiro Treino Livre na França

Na pista a temperatura estava na casa dos 36°C, com 25°C no ambiente.

As equipes demoraram dez minutos para começar a liberar os seus pilotos para a pista. Nikita Mazepin e Mick Schumacher deram início a sessão, os pilotos da Haas estavam com os pneus macios instalados.

Por ser a atividade antes da classificação, os pilotos aproveitam para verificar os pneus macios, verificando o aquecimento e o melhor momento de atuação daquela goma. O piloto russo anotou 1m34s966, mas rapidamente outros pilotos começaram a registrar as suas voltas, Sergio Pérez tinha 1m33s775, enquanto Esteban Ocon registrou 1m33s707 e Fernando Alonso tomou a dianteira com 1m33s206.

Mazepin rodou na curva 2 e o seu carro foi freado justamente pelas faixas vermelhas – que são mais abrasivas que as faixas azuis e servem justamente para desacelerar os carros.

Com 20 minutos de atividade, dez pilotos registraram os seus tempos, Alonso seguia na ponta, acompanhado por Ricciardo que estava separado do espanhol por 0s385.

Aos poucos os tempos começavam a aparecer e Max Verstappen apareceu na ponta com 1m32s337, enquanto Valtteri Bottas que estava apresentando um bom trabalho desde o TL1 cravou 1m32s346. Lewis Hamilton estava na terceira posição com 1m33s167.

E com a conclusão da primeira meia hora de atividade, após alguns giros rápidos, os dez primeiros eram: Verstappen, Bottas, Hamilton, Alonso, Leclerc, Ricciardo, Gasly, Sainz, Ocon e Norris.

Na pista apenas Sebastian Vettel e Lance Stroll estavam usando os pneus duros testando a durabilidade dos compostos, focados em completar mais giros com eles, desta forma a dupla da Aston Martin ocupava o décimo sexto e o décimo nono lugar.

LEIA MAIS: Max Verstappen supera dupla da Mercedes e lidera TL2 na França

Bottas voltou a ocupar a ponta com 1m32s309, enquanto a volta de Verstappen foi deletada já que ele extravasou os limites de pista na curva 6. Vale destacar que os dois carros da Ferrari estavam no Top-10, com Leclerc ocupando a quinta posição, onde o monegasco estava à frente de Ricciardo (7º) e Carlos Sainz ‘desafiando’ Norris, já que o piloto da Ferrari ocupava a oitava posição com o piloto da McLaren em nono.

Após uma breve pausa nos boxes, os carros foram preparados para mais uma sequência de voltas rápidas e nos últimos 20 minutos os pilotos começaram a retornar para a pista com outro jogo de pneus macios.

Bottas era um forte candidato para a pole pela consistência apresentada no circuito, o finlandês cravou 1m32s047, enquanto Hamilton estava separado por 0s219 do companheiro de equipe. Com o retorno de Paul Ricard em 2018, o inglês havia obtido as duas poles e as duas vitórias. E ao retornarem para provas em autódromo, o bom trabalho da Mercedes apareceu mais uma vez.

Adentrando nos últimos dez minutos da sessão, Verstappen cravou 1m31s300, batendo o tempo de Bottas por 0s747. Sainz conquistou a terceira posição com 1m32s195.

O TL3 bagunçou um pouco o grid, deixando as coisas bem mais misturadas do que vimos durante as atividades de sexta-feira.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados