ColunistaFórmula 1Post

Lewis Hamilton lidera TL2 em Portugal e mantém Mercedes na ponta

A sessão contou com voltas rápidas e simulação de corrida. Hamilton ficou com a ponta, enquanto Alonso fechou no top-5

O segundo treino livre realizado nesta sexta-feira (30) em Portimão também foi bem movimentado, os pilotos testaram os pneus macios e médios em voltas rápidas e depois partiram para a realização da simulação de corrida se preparando para a classificação e o GP de Portugal.

Lewis Hamilton ficou com a liderança da atividade, anotando 1m19s837 de pneus macios, acompanhado por Max Verstappen com 1m19s980. Valtteri Bottas completou a atividade na terceira sessão. Os pilotos tiveram que lidar com os ventos, além disso a pista ainda estava bem escorregadia e vários pilotos extravasaram os limites de pista.

Carlos Sainz ficou com a quarta posição em mais uma boa performance da Ferrari, enquanto Fernando Alonso e Esteban Ocon surpreenderam ao ocupar a quinta e a sexta posição respectivamente, com a Alpine.

LEIA MAIS: Valtteri Bottas fica com a ponta no TL1 de Portugal, separado de Verstappen por 0s025

Charles Leclerc foi o sétimo colocado, acompanhado por Daniel Ricciardo da McLaren, Lance Stroll da Aston Martin e Sérgio Pérez da Red Bull, os pilotos que fizeram parte do top-10.

Pierre Gasly que apareceu entre os dez no início da sessão, fechou na décima primeira posição, enquanto Yuki Tsunoda que está trabalhando para conhecer a pista e adquirir ritmo ficou com o décimo quarto lugar. Destaque para George Russell que foi o décimo terceiro colocado, superando Sebastian Vettel, a dupla da Alfa Romeo e da Haas.

Saiba como foi o segundo treino livre

A segunda sessão começou com atraso, eles precisaram realizar um reparo na pista, desta forma a atividade começou dez minutos depois.

O vento aumentou antes do início da segunda sessão, na pista a temperatura da pista estava na casa dos 39°C, com 19°C no ambiente.

Com a liberação da pista, os vinte pilotos foram liberados, apenas Nikita Mazepin estava utilizando os pneus duros, todos os outros pilotos utilizavam os pneus médios.

Antonio Giovinazzi assumiu o assento do seu carro, após Callum Ilott realizar o primeiro treino livre com a Alfa Romeo.

Max Verstappen assumiu a liderança da atividade com 1m20s937, seguido por Charles Leclerc com 1m21s294, enquanto Esteban Ocon era o terceiro colocado anotando 1m21s687. Pierre Gasly estava mais uma vez na quinta posição com a AlphaTauri, enquanto Yuki Tsunoda era o décimo sexto.

Quatro voltas depois, Verstappen retornou para os boxes relatando um problema nos freios. Enquanto isso, Pérez permanecia na pista e disputava a ponta com a Ferrari e Mercedes. O mexicano anotou 1m20s761, mas foi superado por Carlos Sainz que anotou 1m20s490, enquanto Bottas era o primeiro com 1m20s423. Hamilton se encaixou na terceira posição com 1m20s508. Russell seguia em uma boa performance, em dez minutos de atividade o piloto da Williams estava na décima terceira posição. Mazepin seguia separado de 3s807 do líder, ocupando a vigésima posição.

A primeira sessão contou com 35 voltas deletadas, mas a segunda atividade não era muito diferente, alguns tempos também já estavam sendo deletados.

Em uma breve pausa com quase 20 minutos de atividade, os dez primeiros eram: Bottas, Sainz, Hamilton, Pérez, Gasly, Verstappen, Leclerc, Alonso, Norris e Ricciardo. O australiano da Red Bull subiu para a sexta posição com 1m20s733, Verstappen havia retornado para o circuito após resolver os problemas do carro e assumiu a primeira posição com 1m20s322 de pneus médios.

Os pilotos que realizaram a pausa estavam retornando para o circuito com os pneus macios, Bottas cravou 1m20s181. Hamilton saltou para a primeira posição com 1m19s837 após obter o melhor resultado no primeiro e no segundo setor da pista.

Com 30 minutos de atividade, os dez primeiros eram: Hamilton, Bottas, Sainz, Alonso, Ocon, Verstappen, Leclerc, Stroll, Pérez e Ricciardo. O salto da Alpine era bem interessante, com os dois pilotos entre os dez e bem-posicionados.

Latifi foi visto escapando na pista e passando pela brita, pouco depois o piloto da Williams retornou para os boxes.  

Verstappen melhorou a sua marca para 1m19s980 ficando com a segunda posição, separado de Hamilton por 0s143. Falando sobre a McLaren, o resultado foi um oitavo lugar com Daniel Ricciardo, enquanto Lando Norris ficou com a décima segunda posição. Do terceiro ao décimo terceiro colocado, os pilotos fizeram voltas na casa de 1m20s, incluindo Valtteri Bottas que estava ocupando a terceira posição. 

Após realizar uma primeira meia hora de atividade com voltas rápidas e vários pilotos alternando as posições, os pilotos passaram a trabalhar no modo de simulação de corrida na casa de 1m23 alto. Eles voltaram a testar os pneus macios e médios, explorando mais voltas com cada composto. 

Com o cronômetro zerado, os pilotos testaram a largada, antes de retornar para os boxes. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados