ColunistaFórmula 1Post

Hamilton lidera e ganha a oportunidade de começar da ponta a 1ª Sprint Qualifying

Lewis Hamilton superou Max Verstappen no Q3 para ter o direito de começar da primeira posição prova de 100 km que será disputada no sábado

Neste formato de fim de semana diferente, Lewis Hamilton cravou o tempo mais rápido na classificação de sexta-feira (16), ganhando a oportunidade de largar na ponta da Sprint Qualifying – a sessão que realmente vai valer como classificação para o domingo. Foi uma volta para delírio dos fãs que marcaram presença em Silverstone.

Diante da sua torcida o piloto anotou 1m26s134 com a Mercedes, superando Max Verstappen por 0s075. O holandês disse que o carro estava muito bom, mas com as saídas da dianteira ele não conseguiu tempo para superar o seu rival. A última volta de Hamilton não foi perfeita, pois ele acabou perdendo a traseira, mas de qualquer forma o piloto é o que tem os melhores resultados em Silverstone.

Hamilton treinou no simulador nesta manhã, uma atividade que ele não gosta muito de fazer, mas usou para melhorar o seu desempenho, já que eles tiveram apenas o TL1 para treinar.

Valtteri Bottas também ajudou o time, neste sábado ele começa a Sprint Qualifying na terceira posição. Charles Leclerc é o quarto colocado, enquanto Sergio Pérez da Red Bull é o quinto colocado, depois de ter a sua última volta deletada.

Lando Norris é o sexto colocado com 1m26s897, seguido por Daniel Ricciardo que cravou 1m26s899, tendo uma boa classificação em Silverstone. Destaque para George Russell que obteve a oitava posição, avançando mais uma vez para o Q2. Carlos Sainz é o nono colocado, seguido por Sebastian Vettel.

A Fórmula 1 retorna neste sábado às 08h (pelo horário de Brasília) para a realização do TL2, uma sessão que será antes da Sprint Qualifying.

Confira como foi a Classificação

Q1

Na pista a temperatura estava na casa dos 40°C, com 25°C no ambiente. A temperatura tinha caído um pouco quando comparada com a primeira atividade realizada nesta sexta-feira pela Fórmula 1.

Para a classificação as equipes só poderiam trabalhar com os pneus macios, cada piloto tinha cinco conjuntos destes compostos para a classificação para disputar as melhores posições para a Sprint Qualifying.

Rapidamente os pilotos deixaram os seus boxes, como a dupla da Alfa Romeo, Williams, Haas, McLaren e AlphaTauri. Raikkonen anotou 1m28s874, mas rapidamente os tempos foram melhorando, enquanto Antonio Giovinazzi assumiu a ponta momentaneamente com 1m28s447.

Lando Norris superou o piloto da Alfa Romeo, quando anotou 1m28s277. A dupla da Red Bull e Mercedes estava se encaminhando para buscar as voltas rápidas. Hamilton cravou 1m27s160, seguido por Valtteri Bottas com 1m27s487, quando restavam dez minutos para o encerramento do Q1.

Verstappen fechou a sua volta, melhorando o tempo no segundo e no terceiro setor, para anotar 1m26s751, superando Hamilton por 0s409. Enquanto Pérez estava na quinta colocação, mas separado por mais de 1 segundo do companheiro de equipe.

Depois que todos os pilotos tinham aferido tempo na pista, os dez primeiros eram: Verstappen, Hamilton, Bottas, Sainz, Leclerc, Pérez, Ocon, Norris, Gasly e Russell.

Nos últimos quatro minutos, estavam na zona de eliminação: Ricciardo, Latifi, Stroll, Schumacher e Mazepin. Destaque para a volta de Fernando Alonso que levou o carro da Alpine para a quarta posição, superando a dupla da Ferrari. Giovinazzi era o oitavo colocado, com grandes chances de seguir para a segunda parte da classificação.

Nos últimos minutos vários pilotos melhoraram as suas voltas, Hamilton ficou com a segunda posição com 1m26s786. Pérez foi o quarto colocado. Ocon conseguiu saltar para o sétimo lugar. Giovinazzi realmente avançou para o Q2 com a décima segunda posição, enquanto Yuki Tsunoda foi eliminado. Russell foi o décimo quarto.

Eliminados

16) Yuki Tsunoda – 1m28s043
17) Kimi Raikkonen – 1m28s062
18) Nicholas Latifi – 1m28s254
19) Mick Schumacher – 1m28s738
20) Nikita Mazepin – 1m29s051

Q2

Com os boxes liberados pela segunda vez, os pilotos foram invadindo a pista mais uma vez. Hamilton foi o líder da sessão momentaneamente com 1m26s602, pois Verstappen tirou tempo no terceiro setor para cravar 1m26s504, superando o piloto da casa por 0s098.

Antonio Giovinazzi atacou a zebra, sua volta não foi tão boa o piloto virou 1m28s138 ficando com o décimo quinto tempo. Depois que todos tinham tempo aferido, os dez primeiros eram: Verstappen, Hamilton, Bottas, Pérez, Vettel, Ricciardo, Sainz, Leclerc, Norris e Ocon.

Na zona de eliminação estava Pierre Gasly que teve um bom TL1, seguido por Russell, Alonso e Stroll e Giovinazzi.

Os times voltaram para a pista nos últimos três minutos, Hamilton superou Verstappen anotando 1m26s023. Russell foi para o Q3, em grande performance mais uma vez, o piloto da Williams anotou 1m27s080 para assumir a sétima posição, desta forma Alonso foi eliminado, caindo para a décima primeira posição. 

Eliminados

11) Fernando Alonso – 1m27s245
12) Pierre Gasly – 1m27s273
13) Esteban Ocon – 1m27s340
14) Antonio Giovinazzi – 1m27s617
15) Lance Stroll – 1m27s665

Q3

Com o início do Q3, as equipes preparam os carros para a última fase da classificação, apenas Russell levou mais tempo para ser liberado para o circuito, aguardando a pista livre para buscar o giro rápido.

Hamilton obteve o melhor tempo anotando 1m26s134, superando Verstappen por 0s172. Bottas era o terceiro colocado com 1m26s548, enquanto Pérez era o quarto colocado com 1m26s844.

Verstappen reclamava da parte dianteira do carro, depois de concluir a volta na segunda posição. Vettel teve o tempo de 1m27s276 deletado por extravasar os limites de pista na curva quinze.

Russell virou à frente da dupla da Ferrari, obtendo a sétima posição com 1m26s971.

Nos últimos dois minutos, os pilotos retornavam para o circuito. Hamilton manteve o melhor tempo, enquanto Verstappen melhorou a sua marca para 1m26s209, mas permaneceu com segunda posição, separado por 0s075 do inglês. Valtteri Bottas é o terceiro colocado.

Hamilton ganhou a oportunidade de começar a Sprint Qualifying na liderança. Destaque para Russell que larga neste sábado da oitava posição. Leclerc saltou para o quarto lugar com 1m26s828, superando Pérez que teve uma volta deletada.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados