Haas confirma a permanência de Mazepin na equipe, após polêmica por assédio

O russo de 21 anos vai permanecer no time. A Haas confirmou mais uma vez a dupla de pilotos para a temporada 2021

A Haas confirmou nesta quarta-feira (23) a permanência de Nikita Mazepin no time, nos últimos dias as redes sociais ficaram infladas com várias pessoas dando a sua opinião sobre a contratação do piloto de 21 anos.

A novela de polêmicas da Haas começou pouco depois da equipe confirmar Nikita Mazepin como piloto titular do time para 2021. O russo já era questionável famoso nas pistas por conta dos seus comportamentos inapropriados em corridas e, com outros pilotos, esteve envolvido em inúmeras confusões.

Por conta dos excessos, a sua confirmação na Fórmula 1 já era bem questionável. Oito dias após ter o assento definido, Mazepin publicou um vídeo no seu Instagram onde estava com uma jovem e tentava pôr a mão dentro da blusa dela, o piloto estava acompanhado por outros amigos na ocasião.

Os fãs da categoria passaram a cobrar medidas, pedindo a sua demissão, no dia seguinte após o acontecimento a Haas publicou uma nota falando que não tolerava a atitude do russo, mas o assunto estava sendo tratado internamente. A FIA e a F1 classificaram a atitude do piloto como inadequada e estariam apoiando a equipe na decisão.

Na internet os fãs mostraram por várias postagens que estavam insatisfeitos com a espera. Através da hastag #WeSayNoToMazepin várias pessoas passaram a cobrar a Haas por uma atitude mais drástica.

Nesta última semana Mazepin apagou o pedido de desculpas do seu Twitter, assim como outras publicações antigas. A atitude levantou suspeitas, outras conversas começaram a aparecer, onde apontavam que o alto escalão da Haas começou a temer pela reputação da marca, principalmente entre os patrocinadores com a mídia negativa gerada pelos problemas ocasionados por Mazepin.

Mas em comunicado divulgado pela Haas, a equipe voltou a confirmar a dupla de 2020, Mazepin e Mick Schumacher vão disputar a Fórmula 1 na próxima temporada.

”A Haas F1 Team gostaria de reafirmar que Nikita Mazepin e Mick Schumacher formarão a dupla para o campeonato da F1 de 2021. Como foi dito anteriormente pelo time sobre as ações de Nikita Mazepin (9 de dezembro), o assunto foi tratado internamente e não será mais comentado”.

O pai de Mazepin, Dmitry Mazepin, é um bilionário e empresário russo, com potêncial para comprar o time futuramente.

Sair da versão mobile