ColunistaFórmula 1Post

Grid invertido é descartado, mas F1 pode apostar em corridas classificatórias no sábado

Stefano Domenicali, CEO da F1 aponta novas ideias para a categoria, como corridas classificatórias realizadas no sábado

O grid invertido na Fórmula 1 é sempre uma pauta que retorna, alguns acreditam que ele daria mais dinâmica as corridas de Fórmula 1, colocando os pilotos que tem um desempenho melhor para realizar corridas de recuperação, mas o novo CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali colocou um ponto final nesta discussão.

“O grid invertido acabou. Acho que é importante pensar em novas ideias para ser mais atraente ou interessante, mas não temos que perder a abordagem tradicional das corridas”, disse o CEO a Autosport.

“Acho que o que aprendemos quando mudávamos a classificação a cada dois dias foi algo que queimou nossos dedos. Portanto, precisamos evitar isso. Agora acho que a fórmula é bastante estável.”

Por outro lado, Domenicali afirma que eles estão estudando a possibilidade de realizar corridas aos sábados, que poderia ser conhecida como corridas classificatórias. A experiência poderia ser utilizada em alguns eventos. Provas com uma duração diferente do que se é praticado no evento aos domingos.

“O que estamos olhando é como poderá ser a abordagem da chamada corrida curta no sábado. Estamos pensando se isso poderia ser testado já este ano. Há discussões em andamento com as equipes, no fórum certo. E acho que talvez essa seja a única coisa que poderia ser interessante.”

A preparação dos jovens pilotos

Além disso Domenicali reconheceu que é necessário dar mais oportunidade e contato com os carros aos jovens. Atualmente a Fórmula 1 tem várias regras que limitam testes ao longo da temporada, o que dificulta a oportunidade de os jovens pilotos conhecerem os novos carros. Quando eles finalmente ganham um assento na F1, os times precisam trabalhar de forma dura para conseguir extrair o melhor dos seus pilotos. Desta forma começam a realizar vários testes privados, utilizando os carros antigos.

“Precisamos dar atenção mais uma vez aos novatos, os verdadeiros novatos. Hoje, com o fato de termos menos testes, precisamos criar chances para os novatos guiarem os carros de F1, não apenas nos treinos livres, como já está escrito no regulamento.”

“Talvez possamos criar bons eventos, destacando o fato de que precisamos focar a atenção nos estreantes. Temos um número muito bom de jovens pilotos que já estão na Fórmula 1, mas não podemos parar esse fluxo.”

A terceira prova do calendário 2021

E por último, o novo CEO falou também sobre as negociações da terceira corrida da temporada. A prova ainda não está definida, mas a especulação sobre Portugal é forte, mas se por algum motivo algo der errado, o Bahrein pode receber uma segunda prova como ocorreu em 2020.

“Assim que pudermos, vamos anunciar algo, e isso será nos próximos dias, não nos próximos dois meses. Eu tenho reuniões pessoais durante este fim de semana para entender qual é a situação, e um dos possíveis planos B poderia ser uma corrida dupla no Bahrein. Mas este é um plano e nada está confirmado. Estamos nos concentrando em tente manter o calendário como está.”

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados