ColunistaFórmula 1Post

GP do Bahrein – Os pneus escolhidos para a 15ª rodada da temporada 2020

A Pirelli escolheu a gama intermediária para as duas corridas no Bahrein, mesmo com o asfalto sendo abrasivo

Neste ano a Fórmula 1 já realizou etapas duplas em outros circuitos, mas no Bahrein a categoria conseguiu utilizar duas configurações de traçados diferentes. Para a primeira prova o circuito escolhido é o que já conhecemos, mas para a prova que será disputada no dia 06 de dezembro, os times vão se deparar com um traçado mais veloz por conta do anel externo de Sakhir.

Na temporada de 2019 quando a prova foi realizada no dia 31 de maço, a Pirelli havia optado pela gama mais dura dos pneus, utilizando a configuração C1 (faixa branca – duro), C2 (faixa amarela – médio) e C3 (faixa vermelha – macio). A configuração tinha ligação com a abrasividade da pista, mas os pneus acabam sofrendo com a variação de temperaturas, já que quando o entardecer se aproxima o asfalto fica naturalmente mais frio.

Estratégias utilizadas em 2019 – Os pilotos optaram por não utilizar os pneus duros – Foto: reprodução Pirelli

Estratégias da Pirelli para o GP do Bahrein de 2019

Lewis Hamilton venceu a corrida com uma estratégia de duas paradas, o inglês largou com os pneus macios e realizou um segundo stint com a mesma goma, avançando para os médios na volta 34 para encerrar a prova. Bottas que terminou na segunda posição fez uma estratégia baseada em macio – médio – macio. Apenas Carlos Sainz utilizou os compostos duros durante a prova.

Para 2020 a Pirelli escolheu os pneus C2 (faixa branca – duro) C3 (faixa amarela – médio) e C4 (faixa vermelha – macio) para as duas provas do Bahrein. A alteração é para fornecer uma possibilidade de estratégias melhores para os times já que em 2019 o pneu C1 não foi utilizado por conta da sua dureza. Neste primeiro momento os times vão lidar com o entardecer noite e na segunda prova o GP do Sakhir será uma prova noturna.

Pneus para o Bahrein – Foto: reprodução Pirelli

Os pneus vão lidar com situações diferentes, mas a goma será a mesma para as duas corridas. O asfalto ainda é considerado como abrasivo e as temperaturas são uma questão por todo o fim de semana. A pista ainda combina a alta velocidade, que pode gerar stress nos compostos. É importante observar que mesmo os compostos sendo os mesmos, a Pirelli optou por calibragens diferentes para cada corrida.

Testes

Na sexta-feira do primeiro fim de semana, os pilotos vão receber dois conjuntos de pneus C3 para testarem o composto do próximo ano. No segundo treino livre do GP de Abu Dhabi, os pilotos vão testar o C4 de 2021. A alocação regular do fim de semana não foi alterada (dois C2, três C3 e oito C4).

Nos comentários de Mario Isola, chefe da Pirelli na Fórmula 1: “Experimentaremos algo bem diferente durante os dois finais de semana no Bahrein. Talvez o desafio mais interessante seja o Grande Prêmio de Sakhir, pois não é como nenhum outro circuito em que já corremos, embora use cerca de metade da pista padrão do Grande Prêmio do Bahrein. Embora já existam alguns dados de simulação, precisamos esperar pelos dados reais dos treinos livres para entender o efeito exato no desgaste, degradação e, portanto, estratégia.”

“Além disso, trazemos pneus um pouco mais macios do que os do ano passado, o que abre mais oportunidades em termos de estratégia.”

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo