ColunistaFórmula 1Post

GP de Mônaco – Pirelli aposta em gama mais macia de pneus para o circuito de rua

Como em 2019, a Pirelli opta pelos pneus macios para o GP de Mônaco. Os pilotos podem apostar por apenas uma parada

A Fórmula 1 retorna à Mônaco em 2021, desta vez a corrida será disputada como quinta etapa. O circuito de rua mais famoso e charmoso deve proporcionar uma prova interessante. O velho amigo está de volta, por conta da pandemia a corrida não pode ser realizada em 2020, mas Mônaco é Mônaco.

O traçado de rua, proporciona uma volta com velocidade média baixa, a combinação de curvas que é praticamente feita uma após a outra, facilita no aquecimento dos pneus, especialmente os compostos de gama mais macia, que são adotados para está prova.

O circuito é muito ‘verde’ com pouca aderência principalmente no início das atividades, desta forma a Pirelli levará para Mônaco a sua gama mais macia: C3 (pneu duro – faixa branca), C4 (pneu médio – faixa amarela) e C5 (pneu macio – faixa vermelha). Mesmo sendo os pneus mais macios da Pirelli, sempre terá um composto com uma resistência maior, representado pela faixa branca.

Foto: reprodução Pirelli

Mônaco é um traçado de rua que passa por pontos estratégicos, contrastando com monumentos antigos da cidade e uma costa repleta de iates atracados, além do Mar Mediterrâneo. A luz do dia com a penumbra ao entrar e sair do túnel são desafios não encontrados em outros lugares. A chicane logo depois do túnel é bem difícil de ser realizada por causa dessa mudança repentina de luz. As proximidades com os muros de contenção não abrem brecha para erros e com as suas ruas estreitas e repletas de curvas, as ultrapassagens se tornam muito complicadas e fizeram várias “vitimas” ao longo dos anos.

As 78 voltas no circuito não são fáceis e os pilotos encaram a pista como algo muito desafiador, já que possui mudanças de elevação e cantos estreitos. A prova não exige tanta velocidade e carros com a aerodinâmica bem construída tem a oportunidade de conquistar pontos valiosos, além disso a estratégia também conta muito para o resultado.

Dois treinos livres são realizados na quinta-feira, e uma nova atividade só será feita no sábado, onde outro treino livre e classificação será disputada.

Em 2019, quando a última corrida em Mônaco foi disputa, Lewis Hamilton venceu com a estratégia de apenas uma parada, o piloto largou com os pneus macios e partiu para os médios. Sebastian Vettel que ainda estava na Ferrari, deixou os macios para utilizar os pneus duros. Na ocasião um Safety Car entrou na pista e acabou antecipando as paradas. É uma prova onde é mais possível as equipes optarem por apenas um pit-stop, desta forma, se classificar bem faz diferença nesta pista, pois é difícil realizar ultrapassagens. 

Foto: reprodução Pirelli

Fórmula 2

Neste fim de semana a Fórmula 2 realizará a sua segunda rodada da temporada, com o novo formato adotado – três corridas sendo disputadas no fim de semana.

Foto: BP
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados