ColunistaFórmula 1Post

George Russell domina sexta-feira e lidera mais uma atividade em Sakhir

Russell encaixou o melhor tempo com a Mercedes pela segunda vez no dia. Bottas foi o décimo primeiro colocado na atividade

A sexta-feira de treinos livres foi dominada pelo estreante na Mercedes, George Russell, o piloto anotou 54s713 dominando o TL2. A disparidade entre o britânico e Valtteri Bottas foi gritante nesta atividade, o finlandês acabou perdendo uma boa volta quando extravasou os limites de pista e teve a volta deletada. Bottas terminou a atividade em décimo primeiro com 55s321. O impressionante é que os pilotos da Mercedes não estavam satisfeitos com os ajustes aerodinâmicos dos carros.

A Red Bull segue mostrando a sua força, Max Verstappen foi o segundo colocado, acompanhado por Sergio Pérez, o mexicano enfrentou um TL1 apagado, mas nesta sessão, avaliando os pneus Pérez mostrou um bom desempenho assim como Lance Stroll que fechou o sai na sétima posição.

Esteban Ocon superou mais uma vez nesta sexta-feira Daniel Ricciardo, o francês foi o quarto colocado com a Renault, enquanto o australiano fechou a atividade na oitava posição. Alexander Albon ficou com o quinto lugar. Destaque para a dupla da AlphaTauri que levou Daniil Kvyat para sexto, enquanto Pierre Gasly foi o nono colocado.

Na Ferrari a situação não era muito boa, Vettel escapou diversas vezes e ficou com a décima sexta posição. Charles Leclerc enfrentou uma quebra no semi eixo em sua primeira saída dos boxes e não retornou mais para a pista. O desempenho dos carros que utilizam o motor Ferrari não era nada satisfatório.

Pietro Fittipaldi aproveitou a sessão para completar mais de 40 voltas com a Haas e ficou com a décima oitava posição na atividade.

Saiba como foi o Segundo Treino Livre no Sakhir

Na pista a temperatura estava na casa dos 26°C, com 24°C no ambiente.

Pietro Fittipaldi foi o primeiro liberado para a pista quando a sessão começou, o brasileiro estava utilizando os pneus médios e logo anotou 57s885. A Alfa Romeo estava aproveitando para testar os pneus duros com Kimi Raikkonen e o composto médio com Antonio Giovinazzi. Enquanto Fittipaldi seguia na ponta melhorando as suas voltas.

Raikkonen era o segundo colocado ao anotar 56s082, Sainz assumiu a ponta com 55s699 de pneus médios.

Sebastian Vettel foi visto perdendo o controle do carro e rodando, mas pouco depois Charles Leclerc avisou sobre uma quebra no carro. O monegasco estava em volta rápida quando o carro perdeu potência e ele foi se arrastando para os boxes. 

Próximo da conclusão da primeira meia hora, Russell e Bottas foram liberados para a pista. O britânico assumiu a sexta posição com 55s675 de pneus duros, enquanto Ocon era visto na ponta após registrar 55s185. Os pilotos estavam testando a durabilidade dos pneus mais duros da etapa.

Na primeira volta fechada de Valtteri Bottas, o finlandês era o décimo oitavo colocado, mas pouco depois o finlandês saltou para a segunda posição com 55s346. No mesmo segundo era possível ver o primeiro colocado que era, Mas Verstappen, até Giovinazzi que estava na décima quarta posição. Com a conclusão da primeira meia hora, os dez primeiros eram: Verstappen, Ocon, Bottas, Pérez, Kvyat, Gasly, Russell, Ricciardo, Stroll e Sainz. Leclerc era o único sem tempo aferido no circuito. 

Após uma breve pausa nos boxes, alguns pilotos passaram a instalar os pneus macios, como Pérez, Stroll, Vettel, Giovinazzi, Raikkonen e Aitken. O mexicano assumiu a primeira posição com 54s866.

Vettel rodou mais uma vez, mas estava na curva 6 neste momento, o motor despejou potência e o alemão perdeu o controle do carro. Vettel ficou perto de bater no carro de Magnussen que estava logo atrás do alemão.

Fittipaldi apareceu em décimo sétimo com 56s110 de pneus macios, Magnussen estava em décimo quarto com 55s738. O carro de Leclerc nos boxes passava por uma troca do semi eixo, após aquele problema no início da sessão. Vettel cometia mais um erro na pista, mostrando que estava difícil de guiar o carro.

Bottas havia registrado uma boa volta, mas como foi além da curva 8, teve o tempo deletado. Russell aproveitou o momento para assumir a ponta com 54s713.

Os últimos minutos da atividade foram destinados para as simulações de corrida. Antes de adentrarem para a última meia hora de atividade, Fittipaldi completou 26 voltas com o carro da Haas.

Os dez primeiros na última meia hora eram: Russell, Verstappen, Pérez, Ocon, Albon, Kvyat, Stroll, Ricciardo, Gasly e Sainz. Nas voltas em modo de simulação de corrida, era possível ver pilotos fazendo entre 58s até 1m12s.

Restando cerca de 25 minutos para o término da atividade, Sainz avisou que perdeu a sincronização com a garagem do câmbio do seu carro. O espanhol passou a andar lentamente no circuito e precisou seguir para os boxes  da equipe e realizar uma avaliação mais detalhada do problema. Norris perdeu boa parte da atividade pois a McLaren também identificou problemas em seu carro. 

Nas voltas de simulação de corrida, Valtteri Bottas cometia alguns erros, extravasando os limites na curva 8 e perdendo o carro em alguns pontos do circuito. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo