ColunistaFórmula 1Post

Gasly coloca AlphaTauri na liderança, enquanto Hamilton aparece na terceira posição no TL3 em Baku

A classificação deve ser bem disputada, a dupla da Mercedes segue enfrentando dificuldades no circuito e fez uma sessão bem apagada

A classificação promete ser uma sessão disputada, nesta manhã de sábado (05) os pilotos realizaram o último treino livre do fim de semana, experimentando os pneus em voltas rápidas. Pierre Gasly ficou com a liderança, surpreendendo ao anotar 1m42s251, mas vale dizer que o piloto da AlphaTauri está desde o início do fim de semana tentando se manter nas primeiras posições.

Sergio Pérez foi o segundo colocado, com mais um carro equipado pelo motor Honda apresentando um bom desempenho. Ainda vale lembrar mais uma vez que o mexicano tem dois pódios neste circuito e é esperado que ele consiga um bom resultado neste sábado.

Lewis Hamilton ficou com a terceira posição ao anotar 1m42s697, dependendo do vácuo do carro da Red Bull para melhorar o seu tempo. Mesmo com as altas temperaturas aferidas no asfalto, o circuito tem vários trechos com sombra, que acabam alterando a temperatura dos pneus e dificultando o seu aquecimento. A Mercedes está apagada desde o início do fim de semana. Valtteri Bottas fechou a atividade em no décimo terceiro lugar, informando à equipe que este é o máximo que ele pode fazer.

Mas ainda vamos para a classificação, onde as equipes buscam mostrar o melhor desempenho. O vácuo está sendo uma questão bem importante neste circuito e pode acontecer uma ‘guerra’, onde os pilotos vão se aproveitar dos rivais para encaixar a melhor volta.

Os problemas da Mercedes ajudam a ressaltar o bom desempenho da dupla da Ferrari, pois Charles Leclerc terminou na quarta posição, acompanhado por Carlos Sainz. Lando Norris colocou o carro da McLaren em sexto, com Fernando Alonso na sétima posição. Yuki Tsunoda apareceu mais uma vez entre os dez, agora com o oitavo lugar, enquanto Esteban Ocon foi o nono e Daniel Ricciardo ficou com o décimo lugar.

Um grid muito variado, mas uma sessão que não vimos muito aquela guerra de voltas rápidas. A atividade ainda precisou ser interrompida por conta da batida de Max Verstappen na curva 15.

A Fórmula 1 retorna às 9h pelo horário de Brasília para a realização da classificação.

Saiba como foi o terceiro treino livre

Quando o pit-lane foi aberto, a temperatura na pista estava na casa dos 54°C, com 28°C no ambiente.

Muitos estavam curiosos para ver o desempenho da Mercedes nesta sessão, principalmente que está atividade de preparação para a classificação.

A dupla da Haas ocupou rapidamente o circuito, os pilotos estavam testando os pneus macios. Nikita Mazepin anotou 1m46s717, acompanhado por Mick Schumacher com 1m48s197. Pouco depois foi a vez de Fernando Alonso anotar 1m45s838 usando os pneus médios. Aos poucos os pilotos deixavam os boxes para começar os seus trabalhos.

Valtteri Bottas foi o primeiro piloto a usar a área de escape, após cometer um erro.

Sergio Pérez estava testando os pneus duros e assumiu a liderança da atividade com 1m44s404, acompanhado por Antonio Giovinazzi com 1m44s784, enquanto Kimi Raikkonen era o terceiro colocado com 1m44s814, mas a dupla da Alfa Romeo estava com os pneus macios instalados. Os tempos estavam melhorando rapidamente. 

Na pista apenas a dupla da McLaren e Red Bull estavam usando os pneus duros. Max Verstappen realizava testes aerodinâmicos, o flow-vis estava espalhado nas barras de suspensão dianteiras do lado esquerdo. O primeiro tempo do holandês foi 1m44s898.

Com 20 minutos de atividade os dez primeiros eram: Tsunoda, Leclerc, Sainz, Pérez, Ricciardo, Gasly, Hamilton, Giovinazzi, Raikkonen e Bottas. O japonês tinha cravado 1m43s447 com os pneus macios. Ainda neste começo foi possível ver a dupla da Ferrari usando os pneus médios.

Com pouco mais de 30 minutos, Max Verstappen bateu na curva 15 e quebrou a suspensão dianteira do lado direito depois de bater no muro de contenção. O regime de bandeira vermelha foi instaurado para a remoção do carro do holandês. 

A sessão foi retomada com 25 minutos, os pilotos ainda estavam dando atenção aos compostos, se preparando para a classificação. 

Nicholas Latifi saltou para a sexta posição com 1m44s054, o piloto da Williams estava com pneus macios novos, uma nova sequência de voltas rápidas teve andamento. Restando 18 minutos para o encerramento da atividade os dez primeiros eram: Gasly, Tsunoda, Leclerc, Stroll, Pérez, Verstappen, Latifi, Sainz, Giovinazzi e Vettel.

Calos Sainz estava arriscando uma volta rápida, mas cometeu um erro e passou reto pela área de escape. Desta forma Gasly seguia na liderança com 1m43s051.

E nada da Mercedes aparecer na atividade, Hamilton estava na décima terceira posição, enquanto Valtteri Bottas seguia no décimo sétimo lugar.

Os últimos dez minutos foram bem movimentados, Leclerc registrou 1m42s778, enquanto Pérez assumiu a ponta com 1m42s595.

Já próximo ao encerramento da sessão, George Russell encostou o carro após enfrentar uma perda de potência no motor, além da dificuldade para trocar as marchas.

Pierre Gasly ainda conseguiu levar o carro da AlphaTauri para a ponta com 1m42s251. Enquanto Lewis Hamilton que instalou os pneus macios subiu para a terceira posição (1m42s697), depois de figurar no final da tabela de pontos.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados