ColunistaFórmula EPost

Frederik Rasmussen vence pela primeira vez no Formula E: Accelerate

Piloto da Dragon superou o então líder do campeonato Erhan Jajovski e o experiente Kevin Siggy

O Accelerate: Formula E voltou às pistas virtuais após a pausa causada pelo início da temporada real da categoria em Diriyah. E foi justamente a cidade árabe a escolhida para receber a quarta prova do campeonato.

Antes da etapa começar, os pilotos oficiais da Fórmula E participaram de uma mini corrida virtual que foi gravada presencialmente. Um piloto de cada equipe ocupou um simulador na arena montada no circuito de Diriyah. A prova durou 12 minutos e teve Jake Dennis como vencedor. 

“Primeira vez com vitória, só preciso fazer isso na vida real agora. Essa foi a primeira vez que eu usei o simulador de Fórmula E e foi divertido e bom vencer com todo o caos acontecendo ao meu redor e o Lucas reclamando do meu lado!”, disse Dennis. 

O brasileiro foi o 9º e último colocado, já que Nick Cassidy, Sam Bird e Jean-Eric Vergne não completaram a prova. Sérgio Sette Câmara ficou com o 2º lugar, com Norman Nato fechando o pódio. Nyck de Vries e Sebastien Buemi completaram o top 5. 

Alexander Sims, Andre Lotterer e Tom Blomqvist, nesta ordem, foram os outros a terminarem a corrida entre Buemi e di Grassi.

A vitória de Dennis rendeu 25 pontos para a BMW no campeonato virtual. 

A transmissão ainda teve a participação virtual de Romain Grosjean que deu uma volta rápida no circuito de Nova Iorque.

A equipe alemã quase teve um dia perfeito na etapa de Diriyah. Kevin Siggy ficou com o terceiro lugar após largar em segundo e travar disputas intensas com Erhan Jajovski (Venturi).

Kelvin van der Linde (Audi) não participou da corrida, pois estava participando do seu primeiro teste no DTM real, ele foi substituído por Michi Hoyer. 

O grande vencedor foi Frederik Rasmussen (Dragon) que resistiu a todas as investidas dos companheiro de pódio para conquistar sua primeira vitória na competição. A distância de um segundo entre eles, no início da corrida, deu ao dinamarquês uma certa margem de segurança.

No entanto, as ativações do Modo Ataque deixaram os líderes separados por menos de meio segundo nos últimos minutos da prova. 

Graham Carroll (Virgin) chegou a ser o mais rápido na pista durante a primeira rodada de ativações. Ele tomou a 5ª posição de Marius Golombeck (Porsche) que havia ultrapassado  Jarno Opmeer (Mercedes) voltas antes. 

O momento crucial da corrida foi protagonizado por Kevin Siggy. O esloveno partiu para o ataque a Rasmussen no final da curva 18. Siggy jogou o carro na linha de dentro e freou forte. Os dois acabaram se tocando e o piloto da BMW quase rodou no fim da disputa. Ele ainda perdeu a posição para a Jojovski que assistia à briga de camarote. 

Siggy chegou a perder seu 3º lugar para Bono Huis (Mercedes) durante a ativação do segundo modo ataque, mas o recuperou logo em seguida.

Mais atrás, Opmeer se mantinha na 7ª posição até ser ultrapassado por Martin Stefanko (Jaguar) e cair para o 10º lugar por também posições para. Petar Brljak (BMW) e Lorenz Hoerzing (Venturi).

Erhan Jajovski ainda é o líder do campeonato com 12 pontos de vantagem para Kevin Siggy. Com a vitória, Rasmussen pulou para a 4ª posição no geral. A BMW é a líder absoluta com 125 pontos, 20 a mais que a Venturi. A Dragon é a 3ª com 85. 

A penúltima etapa do Fórmula E: Accelerate será na próxima quinta-feira no Electric Docks, um circuito criado especialmente para a categoria. 

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados