365 diasColunistaFórmula 1Post

FP1 Inglaterra – Bottas lidera, domínio da Mercedes e boa evolução da McLaren

O primeiro trino livre para o Grande Prêmio da Inglaterra contou com Bottas assumindo a ponta após marcar 1:29:106, mas Lewis Hamilton não ficou distante do finlandês e foi superado por apenas 0s078. Equanto a dupla da Mercedes marcava os seus tempos com os pneus macios na primeira sessão a dupla da Red Bull e da Ferrari usavam os pneus supermacios. O top-5 contou com Valtteri Bottas, seguido por Hamilton, Max Verstappen, Ricciardo e Raikkonen e o alemão da Ferrari ficava apenas com o sexto lugar.

A dupla da McLaren voltava a aparecer dentro dos 10, com Alonso superando Felipe Massa com o seu oitavo lugar. O Shield não acabou sendo testado como imaginávamos e ficou instalado no carro de Sebastian Vettel apenas para a volta de instalação.

ll Saiba como foi o FP1

https://twitter.com/F1/status/885771416871862273

Os pilotos foram para a pista para a volta de instalação e a Ferrari era vista testando o Shield no carro de Sebastian Vettel. Antonio Giovinazzi que é o terceiro piloto da Ferrari, começou os seus testes na Haas neste Grande Prêmio da Inglaterra, assumindo o posto de Kevin Magnussen durante o FP1. Os pneus médios foram usados para a volta de instalação e Kimi Raikkonen era o primeiro a deixar os boxes da equipe com pneus supermacios, para começar as voltas rápidas no circuito.

https://twitter.com/F1/status/885772230138966016

Os tempos demoraram para aparecer em Silverstone, depois de 20 minutos de sessão Raikkonen marcava 1:32:533. Pascal Wehrlein também estava na pista e marcava 1:39:302 mas era um tempo muito alto. Verstappen assumia o segundo lugar logo atrás de Raikkonen com 1:32:639 e Massa vinha em seguida com 1:32:832. Daniel Ricciardo da Red Bull era veloz e assumia a ponta com 1:32:389 mas não ficou muito tempo nela já Max Verstappen que vinha bem rápido marcava 1:31:771. Enquanto isso a Williams de Massa era vista perdendo vários pedaços ao passar por cima de uma zebra.

https://twitter.com/F1/status/885777943603142656

Raikkonen assumia a ponta com 1:32:302 e a Toro Rosso tinha o sexto e o sétimo lugar mais muitos carros ainda não aviam registrado tempo ainda. O finlandês da Ferrari seguia dando voltas voadoras na pista já rodando em 1:30 e Verstappen com os pneus macios, compostos um pouco mais duros dos que os usados por Kimi registrava 1:30:957.

A Ferrari dava a entender que testaria o Shield efetivamente nessa sessão acabou abandonando essa ideia na própria volta de instalação. Valtteri Bottas era o primeiro piloto da Mercedes a ir para a pista e já tomava a ponta, também com pneus macios, marcando 1:30:788 e meia hora do trino já havia acontecido, ao mesmo tempo Vettel era visto rodando entre os setores 1 e 2. Os carros da Haas e a Renault de Palmer foram os que mais demoraram para ir para a pista e registrar tempo. Fernando Alonso pulava de décimo para sétimo ao marcar 1:31:968.

https://twitter.com/F1/status/885779130721202176

Hamilton que é o dono da casa nesse final de semana seguia melhorando o seu tempo, mas Bottas reagia e além de abaixar o tempo, marcava 1:29:876. Romain Grosjean reclamava de não estar conseguindo aquecer os pneus e a equipe pedia para ele trocar o mapeamento do motor e aparecia apenas na décima sétima posição, a equipe era a única com pneus médios no grid.

Valtteri Bottas já marcava 1:29:651. Os carros da Red Bull Racing ocupavam o terceiro e o quarto lugar e Sebastian Vettel tinha o décimo tempo. Esteban Ocon estava na frente de Sergio Pérez com o sexto lugar (1:31:210) e o mexicano tinha o oitavo tempo (1:31:297).

https://twitter.com/F1/status/885784261361627136

Os pilotos voltaram para os boxes para trocar os pneus e começar o novo stint, equanto isso a pista era limpa. Marcus Ericsson da Sauber era o primeiro a deixar os boxes e restavam apenas 40 minutos para o termino da sessão. A Sauber seguia os treinos com os pneus macios. A Williams havia retirado o assoalho do carro de Lance Stroll e seguia fazendo os acertos no carro do canadense, já que o mesmo passou por cima de detritos no começo da sessão.

Bottas também retornava para a pista e melhorava o seu próprio tempo para 1:29:106 e Sebastian Vettel assumia o quarto lugar com 1:30:933, mas estava com os pneus supermacios, contra os macios usados pela Mercedes. Lewis Hamilton seguia no segundo lugar.

Felipe Massa voltava para a pista e seguia melhorando o seu tempo e pulava de décimo primeiro para sétimo com 1:30:999. A Red Bull voltava a colocar os dois carros da equipe logo atrás dos carros da Mercedes, Verstappen era terceiro com 1:29:786 e Ricciado tinha 1:29:942. A Haas também voltava para a pista e começava a usar os pneus macios ocupando o décimo quarto lugar com Grosjean e décimo quinto lugar com Giovinazzi.

https://twitter.com/F1/status/885788796566024192

Os ponteiros seguiam melhorando os seus tempos e Kimi Raikkonen com o quinto tempo ficava na frente do seu companheiro de equipe. Vandoorne também era visto na frente de Alonso subindo para o oitavo lugar com 1:31:041, mas logo em seguida Alonso respondia e subia para o sétimo lugar após marcar 1:30:993.

https://twitter.com/F1/status/885794183012864000

Com menos de 15 minutos para o termino da sessão, Lance Stroll retornava para a pista e o jovem canadense marcava o décimo quinto tempo com 1:31:684, mas logo em seguida a equipe pedia para ele voltar para os boxes, pois alguma coisa estava prendendo os movimentos dele, dentro do cookipit, problema que logo foi resolvido e não demorou muito para ele voltar para a atividade. Daniil Kvyat que havia reclamado da ação do vento em seu carro, conseguia o sétimo tempo com 1:30:895, tendo uma melhora ao final do treino livre.

https://twitter.com/F1/status/885795506575769600

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo