ColunistaFórmula EPost

Fórmula E: Mahindra renova com Alex Lynn e apresenta novo carro 

Dupla de britânicos é a nova aposta da Mahindra que quer desencantar e voltar a ser competitiva

Damon Hill comandou o programa de lançamento do M7Electro, o carro que a Mahindra utilizará na temporada 2021/21 da Fórmula E. Ele será pilotado por Alexander Sims e Alex Lynn, anunciado durante o evento.

Lynn, que já teve passagens pela Fórmula E na Virgin e na Jaguar, disputou  Festival de Berlim pela equipe indiana ocupando a vaga deixada por Pascal Wehrlein

O desempenho do inglês de 27 anos agradou bastante. Em seis corridas, ele marcou 16 pontos, dois a mais que Wehrlein e três a menos que Jerome D’Ambrosio, que agora é vice-diretor da Venturi.

Lynn terminou o campeonato em 17º, exatamente entre os dois ex-pilotos da Mahindra.

 

Pronto para o novo desafio, Alex Lynn afirma: “Minhas ambições na Fórmula E são muito grandes e sinto que estou pronto para alcançar os resultados que não só Dilbagh quer, mas o que eu quero. Quero ganhar uma corrida”.

“Certamente estou com o objetivo de vencer corridas nesta temporada, estar no pódio, estar na Super Pole toda semana e é isso que buscaremos a cada fim de semana.

“Não quero bater na trave, eu acho que agora é a hora de realmente colocar alguns resultados no papel e eu me sinto muito pronto para alcançá-los”, disse ele.

M7Electro e o novo powertrain

Antes mesmo da 6ª temporada, a Mahindra anunciou uma parceria de tecnologia de longo prazo com a ZF Friedrichshafen AG. O M7Electro trará primeiro powertrain desenvolvido pela ZF, implementado por um time de engenheiros da Mahindra (que agora trabalham na nova fábrica da equipe) e da ZF antes da temporada 2020/21, apesar das circunstâncias desafiadoras em 2020.

Além disso, a equipe também inovou o sistema de transmissão do carro, trabalhando em conjunto com a Shell, para desenvolver um fluido dedicado de última geração de e-Transmission para o M7Electro, aumentando a eficiência da unidade.

“Este é um momento incrivelmente emocionante para a Mahindra Racing”, afirmou o CEO da Mahindra Racing e diretor da equipe, Dilbagh Gill. “Estamos indo para o campeonato, e o sétimo ano da equipe na Fórmula E, e o primeiro ano como Campeonato Mundial.

“A Fórmula E vem ganhando ao longo deste tempo e estamos extremamente orgulhosos de ter feito parte dessa jornada desde o início. 

“A equipe tem trabalhado incrivelmente duro para desenvolver o desafiante M7Electro e, com uma forte dupla de pilotos de Alexander Sims e Alex Lynn, estou confiante de que voltaremos a garantir pódios nesta temporada”, disse o CEO.

M7Electro – Mahindra Racing. Foto: Divulgação.

O “novato”, Alexander Sims, afirma estar passando bem por sua fase de adaptação: “Passei os últimos meses me incorporando à Mahindra Racing, conhecendo todo mundo e aprendendo como todos trabalham, o que tem sido ótimo”.

“Fizemos muitos testes de simulador, o que tem sido extremamente útil, mas é o teste de pista que fizemos que foi inestimável e fomos bem nele. 

“Até chegarmos aos testes de Valência e às corridas, não saberemos onde somos competitivos, mas os sentimentos iniciais parecem bons e estamos trabalhando para continuar a ajustar e otimizar nosso conjunto. 

Estou tão ansioso para ver como nos sairemos nas corridas”, concluiu Sims.

A Mahindra Racing também confirmou que Nick Heidfeld, que está na equipe desde a segunda temporada, continua sendo parte integrante do time e mantém seu papel como piloto de teste e reserva e conselheiro especial.

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados