ColunistaFórmula EPost

Fórmula E anuncia calendário com 8 etapas e inclui autódromo pela primeira vez em sua história

Além da já confirmada rodada dupla na Arábia Saudita, o novo calendário provisório possui provas entre abril e junho

Faltando um mês para o início da temporada 2020/21 do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E, a categoria anunciou seu novo calendário com oito etapas. Entre as datas estão a remarcação de Santiago e a confirmação do Circuito Ricardo Tormo, em Valência. 

A etapa de abertura continua sendo a rodada dupla em Diriyah, Arábia Saudita, em 26 e 27 de fevereiro. Como especulado pela imprensa internacional, o mês de março não terá corridas. A Fórmula E volta à ação na capital italiana de Roma, no dia 10 de abril.

LEIA MAIS: Fórmula E terá corridas noturnas na Arábia Saudita

A quarta corrida será no Circuito Ricardo Tormo, na Espanha, onde os testes de pré-temporada ocorreram nos últimos três anos. A primeira prova da competição no país será no dia 24 de abril e usará uma nova configuração de traçado projetado especialmente para a Fórmula E.

Duas semanas depois, a categoria desembarca em Monte Carlo para o E-Prix de Mônaco em 8 de maio, marcando a quarta corrida bienal no principado.

A sexta etapa será no dia 22 de maio, em Marrakesh. O circuito internacional Moulay El Hassan do país africano receberá uma etapa da Fórmula E pela quinta temporada consecutiva.

As duas próximas etapas serão em Santiago. A rodada dupla que estava programada para abrir a sétima temporada foi remarcada para 5 e 6 de junho.

Calendário da Fórmula E para a temporada 2021 – Foto: reprodução Fórmula E

NOVAS DATAS EM MARÇO

Devido à pandemia do coronavírus, foi acordado com a cidade de Paris somente receberá um ePrix na 8ª temporada. As atuais considerações de saúde e segurança tornam a organização de uma corrida em torno de Les Invalides muito complexa para esse ano.

As corridas da Fórmula E em Sanya e Seul não ocorrerão em março e maio, respectivamente, como previsto originalmente. Eles foram adiados e uma decisão sobre esses eventos será confirmada com o restante do calendário em março.

A Fórmula E continuará monitorando a pandemia COVID-19 em curso e está em constante comunicação com sua comunidade de equipes, fabricantes, parceiros, emissoras e cidades-sede.

Todas as atualizações do calendário dependem de restrições de viagem, bem como protocolos do governo local e estão sujeitas à aprovação do Conselho Mundial de Automobilismo da FIA.

Jamie Reigle, diretor executivo da Fórmula E afirmou que a categoria está comprometida em entregar um calendário global adequado para a sua primeira temporada como um Campeonato Mundial.

“Estamos trabalhando em estreita colaboração com todos os nossos parceiros em equipes, fabricantes, patrocinadores, emissoras e cidades-sede para se adaptar às circunstâncias externas e garantir a saúde e a segurança de todos os envolvidos”, disse ele. 

Alberto Longo, co-fundador e diretor do campeonato da Fórmula E, disse: “Trabalhar no calendário do campeonato em circunstâncias ‘normais’ já é uma tarefa extensa que leva meses de planejamento e preparação, em colaboração com inúmeras cidades e stakeholders.

“Este próximo conjunto de corridas demonstra a agilidade da Fórmula E para reagir a qualquer situação e ainda criar um calendário atraente e exigente para equipes e pilotos. Continuamos trabalhando no último conjunto de corridas e garantimos que nossa primeira temporada como campeonato mundial da FIA viva nossas próprias expectativas e as de nossos fãs”, concluiu.

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados