ColunistaExtreme EPost

Extreme E lança concurso de design do seu troféu

A categoria de rali elétrico vai escolher o troféu do seu primeiro campeão a partir das ideias dos fãs

A Extreme E lançou na semana passada um desafio para os fãs e estudantes de seus locais de corrida: projetar o troféu que será concedido ao campeão de sua primeira temporada que terá início no próximo ano.

O troféu será julgado com base nos seguintes critérios: 

  • Economia circular
  • Criatividade
  • Tecnicidade 
  • Fator Extreme E (o projeto causa impacto e emoção?)
LEIA TAMBÉM: Extreme E – o formato da competição

Até agora, a piloto Andretti United, Catie Munnings, está confirmada para julgar, e o resto do júri será anunciado nas próximas semanas.

Além disso, as escolas locais também serão convidadas a participar do desafio. A Extreme E irá equipá-las com um ‘kit de ferramentas’ com todos os itens necessários para projetar o troféu de cada etapa e o vencedor de cada categoria receberá uma réplica.

Os vencedores das corridas também receberão uma coroa de flores que será criada por uma escola local especialmente para aquela prova. Antes do início da corrida, os pilotos visitarão a escola local e fornecerão um kit de ferramentas para que, juntos, os alunos possam criar as grinaldas usando flores já coletadas e destinadas para aquele evento. 

Isto também proporcionará uma oportunidade para o Extreme E educar os locais sobre o campeonato e o Programa Legado.

LEIA TAMBÉM: Nico Rosberg também terá equipe própria na Extreme E

Nas palavras de Alejandro Agag, fundador e CEO do Extreme E, “Todos os pilotos da Extreme E estão correndo para vencer, e o troféu é uma parte muito importante disso. É uma lembrança de conquista para os vencedores de nossas corridas”.  

“Nosso concurso de troféus nos proporciona uma oportunidade real para envolvermos os fãs, bem como as escolas locais, em nossas corridas. Como em tudo o que fazemos no Extreme E, estamos procurando causar impacto e inspirar mudanças, e é por isso que é tão importante conseguir o maior número possível de pessoas a bordo do campeonato – desde fãs em todo o mundo até as comunidades nas quais vamos correr. Estou realmente ansioso para ver os desenhos e eventualmente apresentar este troféu especial ao vencedor da nossa corrida”.

De acordo com a mensagem e objetivos ambientais do campeonato, os troféus serão feitos com uma variedade de materiais reciclados, como plástico coletado pela Santa Helena (navio utilizado para transportar os equipamentos durante a competição) ou limpeza de praias, assim como outros recursos biodegradáveis.

Quem quiser se inscrever terá um bom tempo para trabalhar na sua ideia, os projetos dos troféus devem ser enviados até 31 de dezembro de 2020 para o site oficial da categoria.

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo