AutomobilismoColunistaFórmula EPost

EPrix de Puebla: Mortara vence a corrida de domingo, di Grassi e Sette Câmara foram punidos

Segundo colocado da corrida, Wehrlein corre risco de ser punido mais uma vez

A segunda corrida da rodada dupla de Puebla teve altos e baixos em todos os pontos do autódromo Miguel E. Abed. Edoardo Mortara venceu a corrida após superar Wehrlein e o pole position, Rowland. O piloto da Nissan ainda perdeu o 3º lugar para Nick Cassidy no fim da prova, foi o primeiro pódio do novato da Virgin. 

Os brasileiros tiveram um dia difícil em Puebla, ambos foram punidos por causarem acidentes com outros pilotos. Sette Câmara por bater em Turvey e Di Grassi por acertar de Vries. Nenhum dos dois pontuou.

SAIBA COMO FOI A CORRIDA

Rowland manteve sua posição na largada e Mortara ultrapassou Wehrlein na primeira curva. Di Grassi perdeu duas posições, pois foi atingido por Sims e, por sua vez, acertou o carro de Nato. Sette Câmara caiu para 20º. Nick Cassidy ganhou a 7ª posição de Buemi na segunda volta. O suíço se recuperou logo em seguida.

Sérgio Sette Câmara teve seu carro danificado ao tentar ultrapassar Oliver Turvey no fim da reta principal, o brasileiro acertou o carro do piloto da NIO e perdeu a proteção da pneu dianteiro direito. A manobra rendeu uma punição de 5 segundos para o piloto da Dragon.

Na 6ª volta, Oliver Rowland ativou seu modo ataque e caiu para a 3ª posição. O então líder, Mortara, fez sua ativação no giro seguinte e voltou atrás do piloto da Nissan.

Nyck de Vries abandonou a corrida após se envolver em um incidente com Lucas di Grassi. O brasileiro voltou da zona de ativação do Modo Ataque logo atrás do piloto da Mercedes. Di Grassi ainda forçou a freada na curva seguinte, mas acabou acertando a traseira do carro do holandês. Uma parte do Audi de di Grassi caiu na pista, ele foi punido com um drive through.

Na metade da prova, Andre Lotterer espremeu Alexander Sims no muro. O carro da Mahindra arrancou um pedaço da placa de publicidade. Com a intensificação das disputas, Guenther e da Costa também tiveram pedaços dessas placas em seus carros. 

Norman Nato abandonou a corrida após batida na curva 8 com Oliver Turvey, uma breve bandeira amarela foi acionada. 

Vencedores do Fanboost: da Costa, Vandoorne, di Grassi, Wehrlein e de Vries.

Di Grassi cumpriu o Drive Through na volta 17 e voltou na 21ª posição. Wehrlein ultrapassou Rowland na volta seguinte e assumiu a 2ª posição.  Oliver Turvey abandonou a prova, o piloto da NIO já estava 3 voltas atrás do líder. 

Sims também abandonou a corrida após bater no muro da reta principal. 

Faltando 10 minutos para o fim da corrida, o líder do campeonato, Robin Frijns entrou na zona de pontuação ao ultrapassar Sam Bird e chegar ao 10º lugar. 

Na briga pelo 5º lugar, Vergne rodou sozinho e perdeu posições para Dennis e Lynn. O  francês também foi ultrapassado por Guenther logo em seguida e caiu para 8º. 

Antonio Félix da Costa errou a freada e acertou o muro na saída da curva 7, a batida causou o abandono do português, mas a corrida não foi interrompida. 

Lotterer e Eriksson entraram em investigação por acidente no fim da prova. 

Nick Cassidy ultrapassou Oliver Rowland e ganhou a 3ª posição do piloto da Nissan no último minuto da corrida. Wehrlein, que já estava pressionando Mortara desde que ultrapassou Rowland, perdeu um pouco de contato na parte final da prova. Vitória do suíço com Wehrlein em 2º e Cassidy em 3º. 

Rene Rast fez a volta mais rápida da corrida, 1:25.370. Tom Blomqvist bateu no muro da curva 7 na última volta e não completou a corrida. Sette Câmara terminou a prova na 16ª posição e di Grassi foi o 18º. 

Wehrlein entrou em investigação novamente, dessa vez por excesso de uso de energia. 

 

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados