ColunistaDestaquesFórmula 1Post

Em uma nova tentativa de retornar aos anos de glória, McLaren volta a ter motores Mercedes em 2021

A McLaren e a Mercedes foram vistas por muito tempo, desde o final dos anos 90 e o início dos anos 2000 a parceria foi tão efetiva que rendeu três títulos com pilotos um no de construtores. Hoje (28)  elas anunciam que vão caminhar juntas novamente, a partir de 2021, com um acordo firmado para os próximos quatro anos.

Quando a Mercedes e a McLaren se separaram, a equipe de Woking passou pelos anos mais difíceis, pois foi quando eles optaram em retornar com a Honda. Não é necessário relatar estes anos, pois é de conhecimento popular para aqueles que gostam da categoria que o sucesso não foi obtido, por isso que eles firmaram um novo acordo com a Renault em 2018.

A mudança se mostrou tão proveitosa que nesta temporada a McLaren terminou várias vezes na zona de pontuação e assumiu a posição de quarta força no campeonato de construtores, superando a sua fornecedora de motores.

Mas para o CEO Zak Brown e o chefe de equipe Andreas Seid, escolher a Mercedes agora é saber que os motores da era turbo-híbridas é o melhor caminho a trilhar e assim é possível retornar ao topo. “Este anúncio reflete a confiança de nossos acionistas e é uma mensagem importante para nossos investidores, nossa equipe, parceiros e fãs que estamos comprometidos em devolver a McLaren à frente do campo”, disse Brown

Diferente do que a Red Bull fez com a Renault quando optou por realizar a troca dos motores, a McLaren vê a fornecedora francesa, como um parceiro valioso e um bom concorrente dentro do campeonato e assim eles pretendem dar seguimento a evolução nesta e na próxima temporada, sendo importante para ambas. Em 2021 a Mercedes vai fornecer os seus motores para McLaren, Williams, Racing Point e para uso próprio.

Como a temporada de 2021 será de descobertas, é necessário pensar no futuro e estabelecer metas e Cyril Abiteboul, chefe de equipe da Renault, diz: “Desde que nossa parceria começou, a McLaren passou da nona para a quarta posição no Campeonato de Construtores” e completa “Cada um dos diferentes elementos desta decisão foi cuidadosamente avaliado nas últimas semanas. 2021 será uma temporada crucial para todas as equipes e é importante que tenhamos uma visão precisa e clara dos pontos fortes e ambições de nossos concorrentes.’’

A McLaren levou em consideração o seu passado com a Mercedes, mas o que conta para eles é realmente o futuro, então não é só olhar para os resultados de obtidos, é necessário ter a ambição para o futuro que está muito próximo.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados