Dupla da Ferrari tem bom desempenho, em treino liderado por Max Verstappen

A atividade foi marcada pela presença dos pilotos novatos das equipes. Verstappen voltou a apresentar um bom desempenho no Red Bull Ring

O primeiro treino livre para o GP da Áustria contou com Max Verstappen na primeira posição, depois de anotar 1m05s143 com os pneus macios. Como o holandês venceu a última corrida de forma dominante, ele é novamente um favorito para esta nova corrida no Red Bull Ring.

A dupla da Ferrari apareceu nas primeiras posições, ocupando o segundo lugar com Charles Leclerc, enquanto Carlos Sainz era o terceiro colocado. Valtteri Bottas finalizou a sessão na quarta posição, enquanto Lewis Hamilton era o sétimo colocado.

Ainda vale um destaque para a dupla da AlphaTauri, que ficou entre os dez durante toda a atividade. Yuki Tsunoda finalizou a sessão em quinto, com Pierre Gasly no nono lugar. Kimi Raikkonen surgiu no sexto lugar, outro piloto que também marcou presença entre os dez. Sergio Pérez foi o oitavo colocado, com Lando Norris em décimo. 

A atividade não foi marca apenas pelas voltas rápidas em pista, pois os pilotos testaram os pneus protótipos da Pirelli que podem ser aprovados já para a próxima corrida. Eles também aproveitaram alguns minutos para averiguar a durabilidade do composto C5, uma novidade para o circuito austríaco.

Outro ponto da atividade, foi algumas equipes disponibilizarem os seus carros para que seus pilotos de teste ou da academia completassem algumas voltas no circuito. Para eles é importante, pois também faz parte da sua preparação.

A Fórmula 1 retorna às 10h (pelo horário de Brasília, para a realização do TL2.

Saiba como foi o Primeiro Treino Livre para o GP da Áustria

Quando a atividade começou, a temperatura na pista estava na casa dos 32°C, com 18°C no ambiente.

Nesta sessão algumas equipes convidaram outros pilotos para testar e participar da atividade, Callum Ilott estava na Alfa Romeo no lugar de Antonio Giovinazzi, enquanto Roy Nissany testou na Williams no carro de George Russell e Guanyu Zhou testava pela Alpine no assento de Fernando Alonso.

Os testes com os pneus protótipos, mais reforçados da Pirelli estavam sendo utilizados neste início de atividade, ele estava instalado nos carros do Raikkonen, Ocon, Stroll, Schumacher, Ilott, Norris, Bottas, Hamilton, Vettel, Mazepin e Zhou. Lance Stroll estava na quarta posição com 1m06s699, enquanto Pierre Gasly era o líder com 1m06s054 com os compostos médios.

Ainda sobre os pneus, é importante lembrar que neste fim de semana as equipes vão usar os pneus mais macios da gama da Pirelli. 

LEIA MAIS: Preview GP da Áustria – Pirelli aposta em gama mais macia para a nova batalha

Algumas voltas já eram deletadas por conta dos pilotos que estavam extravasando os limites de pista. Yuki Tsunoda também foi visto escapando na curva cinco, passando com a traseira do carro pela brita.

Stroll provocou uma bandeira amarela momentânea na curva 7, quando acabou escapando da pista. O canadense continuava com os pneus protótipos. E foi com este mesmo tipo de composto que Max Verstappen assumiu a liderança da atividade anotando 1m06s007, acompanhado por Sergio Pérez com 1m06s031.

Verstappen permaneceu por mais tempo na liderança da atividade com 1m05s558 ainda testando os pneus protótipos. Se a aprovação destes compostos ocorrerem, os pilotos já vão utilizá-los no GP da Inglaterra.

Com 20 minutos de atividade, os dez primeiros eram: Verstappen, Gasly, Tsunoda, Pérez, Stroll, Raikkonen, Ocon, Norris, Leclerc e Ricciardo. Chamava muita atenção pois Vettel e Hamilton estavam ocupando as duas últimas posições do grid. A atividade estava bem movimentada, principalmente por conta dos testes que estavam ocorrendo na pista. 

Adentrando a última meia hora de atividade, grande parte dos pilotos estava abandonando a utilização dos pneus protótipos para trabalhar com os pneus macios. O composto C5 é novidade na Áustria e as equipes precisam atestar a sua durabilidade. Mas alguns times também estavam dando atenção aos pneus médios.

Uma nova sequência de voltas rápidas se instaurou na pista. Verstappen retornou para a ponta com 1m05s143. Enquanto Tsunoda estava na segunda posição com 1m05s474. Raikkonen apareceu na terceira posição com 1m05s586, superando Pierre Gasly da AlphaTauri com 1m05s740. Todos de pneus macios. Lewis Hamilton era o quinto colocado com 1m05s892 também com os pneus C5. Os pilotos da AlphaTauri estavam figurando nas primeiras posições em boa atuação neste TL1.

Foi a segunda vez na atividade que Mazepin atrapalhou um piloto por estar no traçado rápido, a primeira vez ocorreu com Kimi Raikkonen, depois com Lewis Hamilton.

Quando restavam vinte minutos para o final, os dez primeiros eram: Verstappen, Leclerc, Sainz, Tsunoda, Bottas, Raikkonen, Pérez, Gasly, Hamilton e Norris. Apenas o piloto da McLaren estava com os pneus médios.

Os pilotos realizaram uma breve pausa nos boxes depois de alguns giros rápidos pelo circuito. Sobre os pilotos que estavam realizando testes, Nissany era o décimo quinto, enquanto Ilott ocupava a décima sétima posição e Zhou era o décimo oitavo.

Algumas equipes finalizaram a atividade já praticando a simulação de corrida e trabalhando um pouco mais com os pneus protótipos.

Com o cronômetro zerado, os pilotos realizaram o teste de largada. 

Sair da versão mobile