ColunistaFórmula 1Post

Cuidado com o Pardal: Os pontos obtidos por cada piloto na superlicença

Depois das provas no Red Bull Ring, vários pilotos foram punidos com a perda de pontos na superlicença e dois estão mais próximos de uma suspensão

O GP da Áustria foi apenas a nona corrida da temporada 2021, mas vários pilotos receberam punições onde perderam pontos na superlicença. Como a temporada passada começou tardiamente e os pontos valem por um período de 12 meses, alguns pilotos estão correndo o risco de serem suspensos.

Atualmente tem se falado muito sobre as punições aplicadas pelos comissários, além de punições aplicadas com tempo, eles também estão retirando pontos da superlicença. Se o piloto acumula 12 pontos em doze meses, ele é suspenso por uma prova.

Com o início da temporada 2021, alguns acreditavam que os pontos obtidos na Fórmula 2 seriam carregados para os estreantes na Fórmula 1, mas neste caso a contagem é zerada.

Max Verstappen, Fernando Alonso e Mick Schumacher começaram o ano zerados e até agora nenhum dos três foi anotado com punições. Alonso que retornou para a Fórmula 1 começou o ano sem pontos, pois ficou dois anos fora da categoria.

Poucos pontos

Valtteri Bottas tinha começado a temporada zerado, mas o incidente durante o TL2 no GP da Estíria, rendeu a ele 02 pontos na superlicença pela ‘direção perigosa’. O finlandês acabou deslizando no pit-lane quando tentou deixar os boxes da Mercedes em segunda marcha. A equipe estava tentando encontrar uma forma de deixar o pit-lane mais rápido, já que estão perdendo tempo neste quesito. Estes pontos vão acompanhá-lo até 25/06 de 2022.

Lewis Hamilton começou o ano com 06 pontos, mas aqueles obtidos durante o GP da Áustria de 2020 estão inspirando hoje (05/07). Foram 02 por não desacelerar o suficiente sob bandeira amarela e 02 por causar uma colisão com Alexander Albon durante a corrida.

O inglês ainda vai levar por alguns meses 02 pontos obtidos durante o GP da Itália, por ter entrado nos boxes quando o pit-lane estava fechado – a data para expirar é 06/09 de 2021.

Lewis Hamilton contava com seis pontos, mas com 04 expirando, ele só levará 02 pontos pelos próximos meses – Foto: reprodução Daimlar

Daniel Ricciardo que atualmente está correndo com a McLaren, trouxe com ele da Renault 01 ponto obtido durante o GP da Rússia por ter ignorado instruções da direção de prova. A anotação permanece com ele até o dia 27/09, já que foi obtido no ano passado.

Na turma que só tem um ponto, ainda é possível ver Carlos Sainz, que recebeu a punição por ter obstruído a volta de Sergio Pérez no GP da Turquia na classificação (14/11), enquanto Esteban Ocon tem o mesmo tipo de anotação, mas que ocorreu durante o GP de 70 anos por ter atrapalhado George Russell na classificação (08/08). Pierre Gasly foi punido com um ponto durante o GP da Espanha de 2021, por estar fora da posição no grid de largada, carregando-o até o próximo ano (09/05/2022).

Parece que grande parte das punições foram obtidas durante as provas que foram realizadas no Red Bull Ring de 2020 e 2021. Charles Leclerc conta atualmente com três pontos, mais que foram obtidos no ano passado, o que ele obteve na classificação do GP da Estíria de 2020 está próximo de expirar (11/07), por ter obstruído a passagem atrapalhando a volta dada por Daniil Kvyat na classificação. Os outros dois pontos ele recebeu no GP do Sakhir, por conta daquela batida com Sergio Pérez e Max Verstappen. O monegasco permanece com ela até o dia 06/12.  

Lance Stroll está quase na mesma situação que Charles Leclerc, o canadense trouxe pontos da temporada 2020: 03 pontos obtidos no GP de Portugal, 02 por causar uma colisão e 01 por ter ignorado os limites de pista, que permanecem com ele até o dia 25/10.

No entanto, em 2021 Stroll também obteve 01 ponto durante o GP da Emília Romagna por ter ganhado vantagem na ultrapassagem realizada em Pierre Gasly da AlphaTauri. Ele expira em 18/04 de 2022.

Antonio Giovinazzi conta com 03 pontos obtidos em 2020: 01 no GP da Grã-Bretanha (02/08) por comportamento incorreto atrás do safety car, além de 02 conquistados no GP da Itália (06/09) por entrar no box durante o pit lane fechado.

LEIA MAIS: Os pilotos com pontos de penalização na temporada 2021 da Fórmula 1

Durante o GP da Áustria ele recebeu 02 pontos por ter realizado uma ultrapassagem durante o período de Safety Car. O ganho da posição ocorreu quando o italiano estava seguindo para os boxes – depois da batida com Ocon – e realizou a ultrapassagem em Fernando Alonso. Expira em 04/07 de 2022.

Estreantes anotados

Yuki Tsunoda que realizou a sua estreia em 2021, já acumula 04 pontos na superlicença, 01 por extravasar os limites de pista durante o GP da Emília Romagna – que expira 18/04 de 2022. Mais 01 ponto obtido durante o GP da Estíria por ter atrapalhado Valtteri Bottas durante a classifica – que expira em 26/06 de 2022.

O GP da Áustria também rendeu ao japonês 02 pontos, por ter passado pela linha branca da entrada do pit-lane duas vezes – que ele vai carregar até 04/07 de 2022.

Yuki Tsunoda estreou na Fórmula 1 em 2021 e já conta com 04 pontos na superlicença – Foto: reprodução AlphaTauri

Nikita Mazepin, que muitos acreditavam que ficaria fora de um evento em 2021, começou a temporada zerado por ser um estreante e não carregar as suas punições obtidas na Fórmula 2. Mas o russo já acumulou 05 pontos. Ele obteve 01 durante o GP de Portugal, por ter ignorado as bandeiras azuis durante a prova e atrapalhar Sergio Pérez – que vai expirar em 02/05 de 2022. Mais 01 ponto foi obtido na classificação do GP da Espanha quando o russo atrapalhou Lando Norris da McLaren – este expira em 09/05 de 2022.

O piloto da Haas também foi punido durante o GP da Áustria por ter ignorado as bandeiras amarelas duplas durante o incidente de Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel, desta forma conta com 03 pontos que vão expirar em 04/07 de 2022.

Seis ou mais pontos

George Russel conta com 06 pontos, todos obtidos durante a temporada 2020, duas punições de 03 pontos cada. A primeira recebida durante o GP da Grã-Bretanha, a outra durante o GP da Turquia, por não ter desacelerado o suficiente sob bandeira amarela nas classificações. A primeira expira no dia 01/08 a outa no em 14/11.

Kimi Raikkonen conta com 06 pontos, mas 04 deles foram anotados em 2020:  01 por alinhar o carro de forma incorreta no grid, obtido no GP da Hungria (19/07), 01 ponto no GP da Toscana (13/09) por entrar de forma incorreta no pit lane, e outros 02 no GP de Eifel (11/10) por ter causado colisão. 

O mais recente conquistado pelo finlandês foi no GP da Áustria, por uma colisão com Sebastian Vettel no final da prova que expira apenas no próximo ano (04/07).

Aproveitando para falar sobre o alemão da Aston Martin, Sebastian Vettel deixou a Ferrari e seguiu para o seu time novo sem nenhuma anotação, mas conquistou 06 pontos apenas em 2021. Bom, 05 foram obtidos durante o GP do Bahrein, 02 por ignorar bandeiras amarelas e 03 por bater com Esteban Ocon durante a prova. Vão expirar em 28/03 de 2022.  O outro foi obtido também no GP da Áustria, o alemão acabou prejudicando Fernando Alonso durante a classificação e perdeu 01 ponto na superlicença – ele expira em 03/07 de 2022.

Vettel conta com seis pontos – Foto: reprodução Aston Martin

O companheiro de George Russell, Nicholas Latifi, também começou o ano com a fixa limpa, mas assim como Vettel, conta com seis pontos. O GP do Azerbaijão rendeu a ele 03 pontos por não ter passado pelo pit-lane durante o Safety Car. Na ocasião, havia destroços na pista e foi escolhido pela direção de prova passar pelo pit-lane para que a pista passasse por uma limpeza. Estes pontos vão expirar em 06/06 de 2022.

O GP da Áustria rendeu mais 03 pontos para o canadense, pois ele não respeitou a bandeira amarela dupla no incidente entre Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel.  Pontos que vão expirar em 04/07 de 2022.

Pendurados

Os pilotos que estão realmente pendurados por uma parte desta temporada 2021, são: Sergio Pérez e Lando Norris. Os pilotos acumulam pontos obtidos em 2020, que vão expirar nos próximos meses, mas por obter pontos em 2021, são os pilotos do grid com mais chance de perder uma corrida.

O mexicano conta com 02 pontos de 2020:  01 por ignorar bandeiras azuis no GP da Espanha (16/08) e 01 no GP da Toscana (11/09), por causar colisão.

Pérez também foi punido no GP da Emília-Romagna com 02 pontos por ultrapassar durante o Safety Car – que expira em 18/04 de 2022. No GP da Áustria o piloto obteve 04 pontos, todos por ter jogado Charles Leclerc para fora da pista, como ocorreu duas vezes, ele recebeu 02 pontos em cada uma delas.

Lando Norris conta com dez pontos na superlicença – Foto: reprodução McLaren

Lando Norris tem 10 pontos, 05 obtidos em 2020: 02 pontos por ultrapassar sob bandeira amarela Pierre Gasly no TL1 do GP da Estíria (10/07), enquanto na Turquia (14/11) ele recebeu mais 03 por não desacelerar o suficiente sob bandeira amarela na classificação.

Em 2021 ele foi contemplado com mais cinco pontos, 03 no GP do Azerbaijão por não entrar no pit-lane durante bandeira vermelha que expira em 05/06 de 2022. Mais 02 pontos obtidos no GP da Áustria por ter jogado Sergio Pérez para fora da pista – que só vão expirar em 04/07 de 2022.

Post com a ajuda de Eduarda Cantaluppi

Escute o nosso podcast 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados