ColunistaFórmula 1Post

Crônicas do GP de São Paulo – Nós voltamos!

A Fórmula 1 retornou para Interlagos, o público pode acompanhar o GP de São Paulo em peso e teve de presente uma grande prova

Ainda estou tentando organizar as coisas por aqui, postando os textos retroativos e os conteúdos que deveriam ter saído de forma regular, mas estava precisando viver o GP da forma mais intensa possível. O GP do Brasil ou agora o GP de São Paulo, bagunçou as coisas, mas foi aquela bagunça gostosa que eu e meus amigos estávamos precisando.

Nós aqui do BP não tínhamos a intenção de ir ao GP neste ano, não achávamos que era o momento, principalmente pelas condições sanitárias que o país ainda estava enfrentando quando os primeiros lotes de ingressos foram vendidos.

Nossa amiga e jornalista, Rafaela Oliveira ganhou um ingresso para ir à corrida, depois que isso aconteceu ficamos estimulados a ir à prova com ela, mas não tinham mais ingressos disponíveis. Por fim, próximo do evento a organização disponibilizou mais um lote e nós tivemos o surto dos cinco minutos e compramos o ingresso.

Foi uma experiência completamente diferente e não me arrependo em nenhum monto de ir ao evento e experimentar um setor novo, conhecer um outro perfil de público. Acho que se desta vez não tivesse colocado os pés em Interlagos, certamente estaria agora muito, mais muito arrependida.

No GP de São Paulo, Hamilton escalou o grid duas vezes – Foto: reprodução Daimler/Mercedes

Depois de ver tantos GPs lá, guardo memórias de cada um deles, sempre é algo muito especial, mas a prova de 2021 teve um algo a mais. Não só a prova, mas a possibilidade de ver um campeonato sendo disputado além do Brasil.

Tivemos a chance de presenciar um fim de semana histórico, Felipe Massa definiu bem a corrida feita por Lewis Hamilton – ele foi o cara do fim de semana, não apenas da corrida do domingo.

Voltamos à Interlagos com muito otimismo e cheios de esperança de que as coisas estão mudando e vamos superar as dificuldades. Depois de fechar um 2019 agitado naquele templo, passamos poucas e boas de casa, produzindo conteúdo daqui, mas sem pisar mais em um autódromo. Estar em Interlagos renovou as energias e certamente deu um gás a mais para nós.

Lewis Hamilton foi brilhante na batalha, quando o piloto foi punido pouco antes da Sprint começar, acreditávamos que o campeonato de 2021 tinha acabado alí. Entretanto, o inglês reuniu forças, escalou o grid e conseguiu terminar a prova que definia o grid de largada do domingo em P5.

Desejando que o campeonato seja disputado até a última corrida do ano, o desempenho de Hamilton reviveu as esperanças por uma corrida agitada no domingo. Novamente o inglês foi punido – pela troca do componente do motor – ele começou a corrida em P10, mas venceu o GP de São Paulo.

Max Verstappen tentou apresentar resistência, evitar a ultrapassagem, até levar Hamilton para fora da pista, mas nenhuma manobra foi suficiente para evitar a 101ª vitória do inglês.

LEIA MAIS: Raio-X do GP de São Paulo: Hamilton deu emoção para o fim de semana com a Sprint

A gente vibrou em Interlagos, sacudiu as bandeiras, invadiu a pista e viveu um pouco desses instantes em que estamos vendo a história ser feita. Conseguimos ver os carros de perto, pisamos na pista, tentamos recolher uma lembrança deste momento. Foi especial poder dividir esse momento com muitos amigos, aqueles que conhecemos de outras idas para Interlagos desde 2014, ou daqueles que vimos pela primeira vez em 2021, depois de um longo ano de contato apenas pela internet.

No final não importa, respirar o automobilismo é melhor do que poderia imaginar. 

Escute o nosso podcast onde dividimos as nossas experiências sobre este GP de São Paulo!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados