ColunistaFórmula 1Post

Charles Leclerc fala sobre o primeiro contato que teve com o carro de 2022

Com as atividades no simulador, Leclerc e Sainz estão ajudando no desenvolvimento do carro da próxima temporada

Em 2022 vamos ver os novos carros da Fórmula 1 por conta do novo regulamento que será implementado pela categoria. E durante as coletivas que foram realizadas nesta quinta-feira (01) pré-GP da Áustria, Charles Leclerc confirmou que já testou uma versão inicial do próximo carro da equipe no simulador em Maranello.

O regulamento que foi adiado para o próximo ano, pode fornecer carros bem diferentes, pois a intenção da categoria é aproximar os competidores e equipes. Os novos pneus de 18 polegadas também serão introduzidos no próximo ano.

Quando questionado sobre os testes do carro de 2022, Leclerc afirmou que os pilotos da Ferrari já tinham conhecido uma versão simulada do carro de 2022. “Mas ainda é muito cedo… É uma sensação muito diferente. Então eu acho que é um ponto de interrogação para todos se estamos nos desenvolvendo bem ou não. Como eu estava dizendo, é um projeto tão diferente, é muito, muito cedo, então ninguém sabe onde estamos nos posicionando em comparação com os outros. Mas estamos trabalhando nisso.”

O carro de 2022 – Foto: reprodução F1

Por ser um ano de várias mudanças e interpretações, é realmente uma loteria o próximo ano. Aqueles que tem mais dinheiro, podem investir em pesquisa, mas também precisam lidar com as regras do túnel de vento.

Leclerc também falou um pouco sobre a ajuda que ele e Sainz estão prestando à equipe neste momento: “É difícil porque por enquanto são apenas números e previsões, mas podemos definitivamente dar nosso feedback, especialmente no simulador. E temos sorte de ter um simulador muito bom na Ferrari e podemos tentar coisas diferentes naquele simulador, a contribuição do piloto é muito, muito importante”, afirma Leclerc

“Então, por agora, é muito cedo para nós realmente dizermos algo. A única coisa que podemos fazer é tentar trabalhar da melhor forma possível. Carlos tenta explicar quais são os pontos fracos do carro deste ano, tentamos perceber por que é que temos esses pontos fracos e tentar não reproduzir esses erros para o carro do próximo ano – mesmo que o projeto seja completamente diferente.”

Este é o exato ponto que Mattia Binotto já informou nas últimas coletivas, falando que a ideia do carro do próximo ano é sanar as dificuldades que eles estão enfrentando com o modelo desta temporada. A perda de ritmo é algo recorrente nestes dois últimos modelos e é algo que precisa ser trabalhado para a próxima temporada.

“Então, eu diria que sobre o simulador, temos uma grande contribuição e podemos ajudar muito, e também com o feedback deste ano para tentar ajudar a equipe a trabalhar na direção certa e para que eles saibam exatamente o que eles precisam ir rápido”, disse Leclerc.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados